01 jul 2014

Uruguaio Suárez admite mordida, se desculpa e promete não repetir



Pivô da principal polêmica da Copa do Mundo até agora, o uruguaio Luis Suárez finalmente admitiu que mordeu o italiano Chiellini. Ele também aproveitou para pedir desculpas ao zagueiro pelo seu ato.

“Me arrependo profundamente. Peço perdão a Giorgio Chiellini e a toda a família do futebol. Me comprometo publicamente a nunca mais me envolver em um incidente como este”, disse Suárez em carta divulgada em seu Twitter.

Pouco depois, o próprio Chiellini retuitou o comunicado de Suárez e respondeu ao uruguaio.

“Está tudo esquecido. Espero que a Fifa reduza a sua suspensão”

O atacante do Liverpool não poderá jogar nas próximas nove partidas do Uruguai. Ele também está suspenso de todas as atividades relacionadas ao futebol por quatro meses.

Suárez mordeu o ombro de Chielini na última partida das duas seleções na fase de grupos da Copa do Mundo

Suárez mordeu o ombro de Chiellini na última partida das duas seleções na fase de grupos da Copa do Mundo

A princípio, a Fifa havia entendido que a pena aplicada foi justa porque Suárez não mostrou arrependimento e também porque ele já era reincidente. Entretanto, o próprio Chiellini, que foi mordido, considerou a punição “exagerada”. O Uruguai já disse que vai recorrer da decisão.

O jornal espanhol AS, por outro lado, publicou que Suárez apenas seguiu uma recomendação do Barcelona, que tenta contratá-lo para a próxima temporada e quer tentar reduzir a sua punição. Um dos pontos que a publicação cita para esta teoria é que há poucos dias, em sua defesa em documento enviado à Fifa, o uruguaio negou que tenha mordido o jogador italiano.

Confira o documento em que Suárez pede desculpas na íntegra:

“Depois de uns dias em casa com minha família, tive a oportunidade de recuperar a calma e refletir sobre a realidade do que aconteceu na partida entre Itália e Uruguai, no dia 24 de junho de 2014.
Independentemente das polêmicas e das declarações contraditórias que se produziram durante esses dias, tudo isso ser ter desejado interferir no bem estar da minha seleção. O certo é que meu companheiro de profissão Giorgio Chiellini sofreu em um lance que teve comigo os efeitos físicos de uma ‘mordiscada’. Por isso:
– Me arrependo profundamente.
– Peço perdão a Giorgio Chiellini e a toda a família do futebol.
– Me comprometo publicamente a nunca mais me envolver em um incidente como este”.

 

Texto: UOL Esporte

Foto: Reuters


Voltar

Deixe uma resposta


Mais notícias



20 out 2017

Partiu Rússia? Danilo Luiz, de Bicas, é novamente convocado para defender a seleção brasileira


20 out 2017

Mano Menezes renova contrato por dois anos com Cruzeiro


19 out 2017

CBF anuncia “dindim” do Brasileirão: campeão leva R$ 18 milhões e 16º lugar terá R$ 744 mil

Notícias


20 out 2017

Partiu Rússia? Danilo Luiz, de Bicas, é novamente convocado para defender a seleção brasileira


20 out 2017

Com Leozinho na seleção da rodada, JF Vôlei busca vitória contra Montes Claros, que já afastou treinador


19 out 2017

Oficial: Tupi informa que treinador Aílton Ferraz não fica no clube


19 out 2017

Copa Toque de Bola de Futsal: Academia destaca “movimento esportivo” gerado pela competição


+ notícias

Toque de Bola


O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.

Desenvolvimento




Acesse

error: Conteúdo protegido.