01 jul 2014

Uruguaio Suárez admite mordida, se desculpa e promete não repetir



Pivô da principal polêmica da Copa do Mundo até agora, o uruguaio Luis Suárez finalmente admitiu que mordeu o italiano Chiellini. Ele também aproveitou para pedir desculpas ao zagueiro pelo seu ato.

“Me arrependo profundamente. Peço perdão a Giorgio Chiellini e a toda a família do futebol. Me comprometo publicamente a nunca mais me envolver em um incidente como este”, disse Suárez em carta divulgada em seu Twitter.

Pouco depois, o próprio Chiellini retuitou o comunicado de Suárez e respondeu ao uruguaio.

“Está tudo esquecido. Espero que a Fifa reduza a sua suspensão”

O atacante do Liverpool não poderá jogar nas próximas nove partidas do Uruguai. Ele também está suspenso de todas as atividades relacionadas ao futebol por quatro meses.

Suárez mordeu o ombro de Chielini na última partida das duas seleções na fase de grupos da Copa do Mundo

Suárez mordeu o ombro de Chiellini na última partida das duas seleções na fase de grupos da Copa do Mundo

A princípio, a Fifa havia entendido que a pena aplicada foi justa porque Suárez não mostrou arrependimento e também porque ele já era reincidente. Entretanto, o próprio Chiellini, que foi mordido, considerou a punição “exagerada”. O Uruguai já disse que vai recorrer da decisão.

O jornal espanhol AS, por outro lado, publicou que Suárez apenas seguiu uma recomendação do Barcelona, que tenta contratá-lo para a próxima temporada e quer tentar reduzir a sua punição. Um dos pontos que a publicação cita para esta teoria é que há poucos dias, em sua defesa em documento enviado à Fifa, o uruguaio negou que tenha mordido o jogador italiano.

Confira o documento em que Suárez pede desculpas na íntegra:

“Depois de uns dias em casa com minha família, tive a oportunidade de recuperar a calma e refletir sobre a realidade do que aconteceu na partida entre Itália e Uruguai, no dia 24 de junho de 2014.
Independentemente das polêmicas e das declarações contraditórias que se produziram durante esses dias, tudo isso ser ter desejado interferir no bem estar da minha seleção. O certo é que meu companheiro de profissão Giorgio Chiellini sofreu em um lance que teve comigo os efeitos físicos de uma ‘mordiscada’. Por isso:
– Me arrependo profundamente.
– Peço perdão a Giorgio Chiellini e a toda a família do futebol.
– Me comprometo publicamente a nunca mais me envolver em um incidente como este”.

 

Texto: UOL Esporte

Foto: Reuters


Voltar

Deixe uma resposta


Mais notícias



05 dez 2017

Tupi aparece em 46º lugar em ranking atualizado da CBF. Palmeiras e Cruzeiro empatados na liderança


01 dez 2017

Brasil pega Suíça, Costa Rica e Sérvia em primeira fase “cansativa” na Copa do Mundo. Veja tabela completa


20 out 2017

Partiu Rússia? Danilo Luiz, de Bicas, é novamente convocado para defender a seleção brasileira

Notícias


14 dez 2017

JF Vôlei recebe Corinthians-Guarulhos pela última rodada do turno. Veja panorama completo da Superliga


13 dez 2017

Confira o ranking atualizado da Copa Prefeitura Bahamas de Futebol Amador


12 dez 2017

Sistema FIEMG inaugura Parque Aquático do SESI em Juiz de Fora


11 dez 2017

Henrique Furtado reforça Cruzeiro na Polônia e não dirige JF Vôlei contra Corinthians


+ notícias

Toque de Bola


O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.

Desenvolvimento




Acesse

error: Conteúdo protegido.