01 jul 2014

Na prorrogação, Messi e Di Maria colocam Argentina nas quartas de final



O ferrolho suíço deu muito trabalho. A defesa parecia intransponível. Mas a Argentina contou com a genialidade de seus dois principais jogadores para conseguir a vitória magra, sofrida, no fim do segundo tempo da prorrogação: 1 a 0, gol de Ángel Di María após lindo lance de Lionel Messi.

Mas a tensão durou até o último instante. Primeiro, Dzemaili cabeceou na trave e mandou o rebote para fora. Na falta na meia-lua da grande área, Shaqiri mandou na barreira, e o árbitro apontou para o centro do gramado. Explosão na Arena Corinthians.

Messi e Di Maria protagonizaram as melhores chances de gol da Argentina durante toda a partida

Messi e Di Maria protagonizaram as melhores chances de gol da Argentina durante toda a partida

O duelo, o penúltimo das oitavas da Copa do Mundo, foi diferente dos outros nesta fase. Desta vez, a Suíça entrou com a proposta de defender, e muito, apostando no contra-ataque. Os argentinos não passavam pela marcação e quase não tiveram chances. As torcidas se provocavam: gritos de “olé” por parte dos brasileiros, música sobre 1990 pelos argentinos, e a partida não melhorava.

O confronto foi para o tempo extra, mas só teve emoção na etapa final. Os 15 derradeiros minutos. Di María teve duas oportunidades antes de decidir. Messi, um oásis no deserto de ideias argentino, decidiu de novo.

A Argentina, agora, terá pela frente Bélgica ou Estados Unidos nas quartas. O confronto vai acontecer no próximo sábado, às 13h, em Brasília.

FICHA TÉCNICA

ARGENTINA 1X0 SUÍÇA

Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Data: terça-feira, 1º de julho
Horário: 13h (de Brasília)
Público: 63.255 pessoas
Árbitro: Jonas Eriksson (SUE)
Assistentes: Mathias Klasenius e Daniel Warnmark (ambos SUE)
Cartões amarelos: Rojo, Garay, Di María (Argentina); Xhaka, Gelson Fernandes (Suíça)
Gol: Argentina – Di María, aos 13 minutos do segundo tempo da prorrogação

ARGENTINA: Romero; Zabaleta, Federico Fernández, Garay e Rojo (Basanta); Mascherano, Gago (Biglia) e Di María; Messi, Higuaín e Lavezzi (Palacio). Técnico: Alejandro Sabella.

SUÍÇA: Benaglio; Lichtsteiner, Djourou, Schar e Rodríguez; Behrami, Inler, Xhaka (Gelson Fernandes), Mehmedi (Dzemaili) e Shaqiri; Drmic (Seferovic). Técnico: Ottmar Hitzfeld.

 

Texto: ESPN

Foto: Getty


Voltar

Deixe uma resposta


Mais notícias



20 out 2017

Partiu Rússia? Danilo Luiz, de Bicas, é novamente convocado para defender a seleção brasileira


20 out 2017

Mano Menezes renova contrato por dois anos com Cruzeiro


19 out 2017

CBF anuncia “dindim” do Brasileirão: campeão leva R$ 18 milhões e 16º lugar terá R$ 744 mil

Notícias


23 out 2017

Primeiro árbitro de vídeo da Libertadores será brasileiro. Vangasse explica as 4 situações em que ele pode atuar


23 out 2017

Leozinho reaparece na seleção da rodada. Próximo adversário do JF Vôlei tem pedido de desculpas ao torcedor


21 out 2017

Sem qualquer substituição, JF Vôlei volta a perder por 3 a 1 em Montes Claros


20 out 2017

Interdição do estádio do Baeta expõe “racha” entre dirigentes e ADJF. Eleições e cota de Danilo Luiz geram polêmica


+ notícias

Toque de Bola


O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.

Desenvolvimento




Acesse

error: Conteúdo protegido.