10 jul 2014

Marin acha que Felipão deixou time exposto em vexame



Presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), José Maria Marin ainda não falou com a imprensa desde o vexame contra a Alemanha, na terça-feira, 8. Dos camarotes do Mineirão, ele passou pelo vestiário para consolar os jogadores e foi embora para o Rio de Janeiro. Para pessoas de dentro e de fora da delegação, o cartola tem demonstrado sua chateação com a eliminação e também procurado explicações para a derrota. Aos seus amigos disse que Luiz Felipe Scolari montou o time muito aberto para o duelo.

Segundo apuração, o dirigente deu a opinião para pelo menos três pessoas próximas da entidade. Mesmo sem ter treinado com essa formação, o técnico da seleção optou por colocar Bernard no lugar de Neymar, em vez de reforçar o setor defensivo com mais um volante, por exemplo, que poderia ter sido Paulinho. A escalação surpreendeu a todos, mas fracassou dentro de campo.

Amigo de Felipão, Marin estaria criticando opção tática do treinador na partida contra a Alemanha

Amigo de Felipão, Marin estaria criticando opção tática do treinador na partida contra a Alemanha

Dentro do grupo, Marin tem fama de ser mais “emoção”, deixando extravazar seu lado torcedor, enquanto Marco Polo Del Nero, seu braço-direito e vice da CBF, é identificado por ser mais racional, demonstrando menos seus pensamentos, muitas vezes.

Apesar de toda a situação complicada que o vexame causou, com dedos sendo apontados para todos os lados em busca de culpados, Felipão, mesmo com futuro incerto, fez questão de isentar a entidade de qualquer responsabilidade.

“A CBF nos deu tudo que precisávamos, fizeram de tudo para a preparação. Marin não está aqui hoje, mas esteve todos os dias. O Vilson (Ribeiro de Andrade, presidente do Coritiba) é o chefe da delegação, escolhido por Marin, e é quem o representa a todo o momento. Está o tempo todo concosco”, disse o treinador, em coletiva de imprensa nesta quarta-feira, 9, na Granja Comary, em Teresópolis (RJ).

Marin deve se juntar à seleção nesta sexta-feira, 11, quando a equipe viaja para Brasília, onde tem a disputa de terceiro lugar contra a Holanda, no Mané Garrincha. O dirigente anunciou, por meio de sua assessoria de imprensa, que acompanhará a seleção na viagem. Há ainda a possibilidade de que ele chegue nesta quinta na Granja, pelo menos para uma visita.

 

Texto: UOL Esporte

Foto: Vipcomm


Voltar

Deixe uma resposta


Mais notícias



17 abr 2018

CBF divulga entrada de 68 milhões de euros em transferências internacionais este ano


09 abr 2018

‘Pra mim, ele toca na bola, mas a decisão é sua’”. Veja explicação de lance polêmico na final paulista


17 mar 2018

Divulgados datas e horários das 12 primeiras rodadas da Série A

Notícias


25 abr 2018

Tupi anuncia “Passaporte” para jogos em Juiz de Fora pela Série C


24 abr 2018

Série C: Tupi perde seis posições e recebe Operário-PR sábado


24 abr 2018

Mais uma do Toque de Bola: baixe o seu wallpaper do acesso do Baeta!


23 abr 2018

Simão revela que Ademilson não disputaria Módulo 2 e garante artilheiro na Primeira


+ notícias

Toque de Bola


O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.

Desenvolvimento




Acesse

error: Conteúdo protegido.