04 maio 2012

Goiás elimina Atlético-MG na Copa do Brasil e mantém escrita



O Atlético-MG derrotou o Goiás por 2 a 1, na noite desta quinta-feira, 3 de maio, no Estádio Independência, em partida válida pela Copa do Brasil. Apesar do resultado, o gosto foi de derrota. Isso porque a equipe goiana havia vencido o primeiro jogo por 2 a 0. Assim, o Galo deu adeus à competição nacional.

Os torcedores que foram acompanhar a partida que marcou o retorno do Alvinegro a Belo Horizonte após mais de dois anos ficaram animados com o início de jogo. Antes dos 30 minutos, Neto Berola e Mancini já haviam desfeito a vantagem do adversário, deixando no ar a sensação de que a classificação estava bem encaminhada.

Mas não foi isso que foi visto em campo. Com um gol de Felipe Amorim no final da partida, o time do Centro-Oeste levou para casa a vaga nas quartas de final da Copa do Brasil, mesmo com a derrota por 2 a 1. Com a vaga garantida, o Goiás manteve a escrita de nunca ter sido eliminado pelo time mineiro em mata-matas. Agora são quatro triunfos verdes na Copa do Brasil (em 1989, 1990, 2001 e 2012), e mais dois na Copa Sul-Americana (em 2004 e 2009). São Paulo ou Ponte Preta é o próximo adversário da equipe esmeraldina.

A partida também foi marcada por uma gafe da arbitragem. O árbitro Márcio Chagas da Silva marcou tiro livre após o zagueiro Réver recuar bola com o peito para o goleiro Giovanni. O jogador ainda recebeu cartão amarelo ao reclamar da marcação. O assistente Altemir Hausmann e o quarto árbitro Emerson de Almeida Ferreira comunicaram Márcio em relação ao erro, foi quando ele se tocou da mancada e voltou atrás na decisão.

Após o apito final, sobrou apenas lamentação do lado atleticano. “No segundo jogamos mal. Fomos apáticos, não criamos, tomamos três ou quatro escanteios seguidos. Tivemos uma ou duas chances, mas o Goiás foi melhor, teve mais força, correu com mais precisão, e nós fizemos muito esforço para chegar à frente e não conseguimos. Perdermos o Berola, que hoje saiu cedo do jogo. A gente não tinha outra opção. Não conseguimos encaixar. Poderíamos ter tomado o gol até antes. Mas depois de 40 minutos tem que ser um pouco mais maduro e saber que vai levar para os pênaltis. O 2 a 0 é perigosíssimo. Nós fomos infelizes, o rapaz foi muito feliz no drible, no chute, e acabamos tomando um gol no momento que o desgaste era nítido”, disse o técnico Cuca.

O treinador preferiu não culpar o goleiro Giovanni, mesmo classificando a bola do gol do Goiás como defensável. O goleiro, por sua vez, soltou o verbo em direção a companheiros de equipe. “Nosso time deixou o Goiás vir pra cima. Alguns jogadores do nosso time se esconderam para jogar e infelizmente fomos desclassificados”, disse o goleiro antes de deixar o gramado do Independência.

“É difícil explicar. O Goiás encaixou bem na nossa equipe no segundo tempo, confesso para você que fui no meu limite. Acabamos sofrendo o gol, a pressão aumentou e não conseguimos colocar a bola no chão”, declarou o volante Pierre.

“A gente fez o mais difícil, que foi os 2 a 0. O time não jogou no segundo tempo. Aceitou tudo o que o Goiás fez”, avaliou Mancini. Mas, ele não soube explicar porque isso aconteceu. “Acho que o medo, não sei o que o time arrumou. Muito chutão, o time não conseguiu jogar o necessário. No primeiro tempo o time estava bem melhor. No segundo tempo o time apagou mesmo, não sei o que aconteceu. O Independência tem que servir como o nosso caldeirão. Isso não pode acontecer. Mas futebol é isso. Se você errar, paga pelo erro. Erramos e a desclassificação veio”.

Para o capitão Réver, faltou experiência ao Atlético-MG. “A gente deveria ter um pouco mais de paciência. A gente acabou sendo muito afoito e isso acabou atrapalhando. Não criamos no segundo tempo. O Goiás criou, e acabou com as nossas esperanças”, comentou.

Confira todos os resultados das oitavas de final da Copa do Brasil

02/05 – Paraná 1 x 2 Palmeiras – Durival de Brito
09/05 – Palmeiras x Paraná – Arena Barueri

02/05 – Atlético-PR 1 x 0 Cruzeiro – Vila Capanema
09/05 – Cruzeiro x Atlético-PR – Arena do Jacaré

02/05 – Fortaleza 0 x 2 Grêmio – Presidente Vargas
09/05 – Grêmio x Fortaleza – Olímpico

02/05 – Ponte Preta 1 x 0 São Paulo – Moisés Lucareli
10/05 – São Paulo x Ponte Preta – Morumbi

03/05 – Paysandu 0 x 1 Coritiba – Mangueirão
26/04 – Coritiba 4 x 1 Paysandu – Couto Pereira

02/05 – Vitória 1 x 1 Botafogo – Barradão
09/05 – Botafogo x Vitória – Barradão

25/04 – Portuguesa 0 x 0 Bahia – Canindé
10/05 – Bahia x Portuguesa – Pituaçu

Texto com informações do site www.globo.com


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


24 nov 2017
Com vídeos! Sucesso dentro e fora da quadra, Copa Toque de Bola de Futsal promete emoção na reta final

22 nov 2017
Basquete dos Intercolegiais: conheça todos os atletas campeões e veja as avaliações dos professores

22 nov 2017
JF Vôlei receita “foco e determinação” para buscar reação contra dois adversários diretos na pontuação

20 nov 2017
Com títulos e recordes, CRIA-UFJF brilha nos Jogos Escolares da Juventude

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.