26 abr 2012

Atlético perde na Copa do Brasil. Cuca admite pressão no sábado



A dura queda atleticana para o Goiás vai gerar pressão sobre o time no jogo deste sábado, 28, contra o Tupi, pela semifinal do Campeonato Mineiro. Depois da derrota por 2 a 0 para os goianos pela Copa do Brasil, resultado que derrubou a invencibilidade do Galo na temporada, o técnico Cuca já previa.

“Vamos concentrar direto e nos mobilizarmos para o jogo. É pressão no sábado. Agora é hora de sermos homens. Não podemos mais ser meninos. Tem de chamar a responsabilidade e passar por cima desse momento ruim numa reta final”, disse.

Atlético e Tupi empataram a partida de ida por 1 a 1, em Juiz de Fora. Para avançar à decisão do Mineiro, o Galo joga pelo empate, na Arena do Jacaré. “Não estamos falando de um jogo de meio de campeonato. É reta final de estadual. Batalhamos muito para chegar aqui”, disse Cuca.

Depois de quatro partidas fora de casa – uma vitória, dois empates e uma derrota -, o Atlético vai reencontrar o torcedor neste sábado. Para Cuca, é obrigação do time levantar o moral da torcida: “Não tem que motivar o jogador. O jogador é que tem que motivar o torcedor. A gente vinha fazendo bons jogos até hoje. Deixamos a desejar”, disse.

Cuca não descartou fazer alterações na equipe para o confronto decisivo contra o Tupi. “Se a gente precisar fazer mexidas, vamos fazer, porque hoje o descontentamento foi geral.”

  Derrota complicada

Adversário do Tupi nas semifinais do Campeonato Mineiro, o Atlético perdeu nesta quarta-feira, 25, por 2 a 0 para o Goiás, em Goiânia, em jogo de ida pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Agora, o Galo da capital precisa vencer por três gols de diferença o jogo de volta, na quinta-feira, 5. O resultado derruba invencibilidade de 14 jogos na temporada.

Veja texto sobre a partida, publicado no site oficial da equipe de BH:

  Galo perde invencibilidade em Goiânia

Depois de 14 jogos de invencibilidade, o Atlético perdeu por 2 a 0 para o Goiás, na noite desta quarta-feira, no estádio Serra Dourada, em Goiânia, no jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil.

A partida de volta será na próxima quinta-feira, 5, no estádio Independência, em Belo Horizonte. Antes, sábado, o Galo enfrentará o Tupi, na Arena do Jacaré, pela semifinal do Campeonato Mineiro.

O JOGO

O Goiás abriu o placar aos onze minutos, com Rafael Tolói, após cobrança de falta da entrada da área.

O Atlético levou perigo aos 21 minutos, quando Marcos Rocha cruzou da intermediária pela direita, André dividiu com o zagueiro e a bola sobrou para rever finalizar por cima do gol.

O empate atleticano quase veio no minuto seguinte, em novo cruzamento de Marcos rocha e cabeceio de André, defendido pelo goleiro Harlei.

Na última chance alvinegra no primeiro tempo, Richarlyson cobrou falta da intermediária e a defesa goiana afastou o perigo.

SEGUNDO TEMPO

O Atlético retornou do intervalo com Bernard no lugar de Fillipe Soutto. Aos cinco minutos, Ricardo Goulart fez o segundo gol do time goiano.

Quatro minutos depois, Richarlyson cruzou pela esquerda e o zagueiro tirou antes que André completasse de cabeça. Em seguida, após cobrança de escanteio pela direita, Luiz Eduardo desviou de cabeça e André completou para o gol, mas o árbitro assinalou impedimento do atacante atleticano.

Aos dez minutos, Marcos rocha deixou o campo para a entrada de Neto Berola. Aos 24, foi a vez de Mancini entrar no lugar de Escudero. Aos 34, Bernard recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso.

Na última boa oportunidade atleticana, Mancini invadiu a área pela direita e concluiu para fora.

FICHA TÉCNICA

GOIÁS 2 x 0 ATLÉTICO

Motivo: jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil

Data: 25/4/2012

Estádio: Serra Dourada

Cidade: Goiânia (GO)

Gols: Rafael Tolói (11’), Ricardo Goulart (50’)

Árbitro: Cláudio Francisco Lima e Silva (SE)

Auxiliares: Cleriston Clay Barreto Rios (SE) e Ivaney Alves Lima (SE)

Cartões amarelos: Richarlyson, Danilinho, Bernard (Atlético); Ramon, Amaral (Goiás)

Cartão vermelho: Bernard (Atlético)

Goiás

Harlei; Peter, Rafael Tolói, Valmir Lucas e Egídio; Amaral, Thiago Mendes, Ramon (Marcos Paulo) e Thiago Humberto (Vitor); Iarley (Felipe Amorim) e Ricardo Goulart. Técnico: Enderson Moreira.

 

Atlético

Giovanni; Marcos Rocha (Neto Berola), Réver, Luiz Eduardo e Richarlyson; Pierre, Leandro Donizete, Fillipe Soutto (Bernard) e Escudero (Mancini); Danilinho e André. Técnico: Cuca.

Texto inicial: Rodrigo Fonseca – Portal Superesportes

Texto jogo: site oficial do Atlético

Foto: Arquivo Toque de Bola


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


19 out 2017
Oficial: Tupi informa que treinador Aílton Ferraz não fica no clube

19 out 2017
Copa Toque de Bola de Futsal: Academia destaca “movimento esportivo” gerado pela competição

19 out 2017
Copa Prefeitura Bahamas de Futebol Amador: resultados e próximos jogos

18 out 2017
Faefid-UFJF recebe nota máxima em avaliação, foca em “atuar com pessoas” e vê trabalho dobrado

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.