10 out 2017

Pedro Henrique Oliveira, do Cria-UFJF, é campeão sul-americano nos Jogos da Juventude



 

Pedro Henrique de Oliveira: juiz-forano de 15 anos é campeão sul-americano nos Jogos da Juventude

O juiz-forano Pedro Henrique de Oliveira, 15 anos, da equipe do Cria-UFJF e apoio Apogeu, representou a seleção brasileira e conquistou medalha de ouro nos Jogos Sul-Americanos da Juventude, disputados no fim de semana no Estádio Nacional de Santiago, no Chile.

   Pedrinho, como é chamado pelos amigos, marcou 6:15.88 na prova de 2.000 metros com obstáculos. O Brasil ficou em primeiro lugar geral na competição.

   Veja os tempos dos três primeiros colocados, dois brasileiros e um equatoriano
1-Stefany Paola Lopez Mendoza (COL) – 7:09.95
2-Sandra Erika Tigasi Chusin (ECU) – 7:15.54
3-Ticiane Souza Bonfim (BRA) – 7:16.78

 Detalhe: a prova específica, que ele tinha como prioridade, era dos 3 mil metros. “Fiz bom tempo nos 3 mil metros, de 9:10, e fui terceiro colocado. Nos 2 mil metros com obstáculos entrei por acaso, não era eu para ter corrido. Entrei e consegui atingir boa marca e o primeiro lugar”, afirma Pedrinho ao Toque de Bola.

   Outro detalhe: o atleta nunca havia sequer treinado essa prova de 2 mil metros com obstáculos. Agora, revela que vai passar a fazer parte de seu dia-a-dia. Na agenda, a competição mais expressiva é o Campeonato Brasileiro Escolar, programado para novembro, em Brasília.

   Veja, abaixo, mais informações sobre a competição, divulgadas pela   Confederação Brasileira de Atletismo.

   O Brasil terminou em primeiro lugar neste domingo (dia 8) a participação no torneio de Atletismo dos Jogos Sul-Americanos da Juventude, disputado no Estádio Nacional em Santiago, no Chile. A seleção conquistou no último dia 11 medalhas, sendo cinco de ouro, quatro de prata e duas de bronze. No total, a equipe somou 23 medalhas (10 ouros, 9 pratas e 4 bronzes) para a delegação levada pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB).

    A Colômbia terminou em segundo, com 21 (oito ouros, sete pratas e seis bronzes), seguida do Chile e da Argentina, com 15 (cinco ouros, três pratas e sete bronzes).

   No domingo, vários atletas se destacaram. Um exemplo foi o paulista Adrian Henrique Dias Vieira, do SESI-SP. Depois de vencer o salto triplo, ele ganhou o ouro também no salto em distância, com 7,72 m, marca muito superior ao do segundo colocado, o venezuelano Daniel Alejandro Ruiz, que conseguiu 6,68 m.
 
   Várias vitórias foram especialmente comemoradas como a de Lucas Conceição Vilar nos 200 m, que completou a distância em 22.02, e de Pedro Henrique de Oliveira nos 2.000 m com obstáculos, com 6:15.88.

  “O desempenho no geral da equipe foi expressivo e acho que os nossos profissionais do Centro Nacional de Desenvolvimento do Atletismo devem monitorar esses atletas não para Tóquio, porque são muito jovens, mas para 2024”, comentou Warlindo Carneiro da Silva Filho, chefe do Atletismo em Santiago, e vice-presidente da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt).

A competição chilena foi um preparatório para os Jogos Olímpicos da Juventude, que serão disputados em Buenos Aires, na Argentina, em 2018.

Os pódios com os brasileiros

Salto em distância
1-Adrian Henrique Dias Vieira (BRA) – 7,72 m
2-Daniel Alejandro Mejicano Ruiz (VEN) – 6,68 m
3-Daniel Agustin Romero (ARG) – 6,61 m

Lançamento do disco
1-Dahiana Lopez Espindola (URU) – 45,02 m
2-Ana Caroline Dos Santos Lopes (BRA) – 35,14 m
3-Silennis Alejandra Vargas Dun (VEN) – 33,51 m 

10.000 m marcha atlética
1-Jhonatan Enrique Andrade Falcon (ECU) – 50:35.38
2-Gianluca Rosas (ARG) – 51:40.99
3-Kauan da Silva Domingues (BRA) – 51:49.61

400 m com barreiras
1-Caio de Almeida Alves (BRA) – 53.22
2-Sebastian Barrera Ballesteros (COL) – 53.90
3-Rodrigo Joel Yamil Bordon Carrera (ARG) – 54.37

200 m
1-Lucas Conceição Vilar (BRA) – 22.02
2-Sebastian Andres Berrueco (COL) – 22.07
3-Gian Carlos Mosquera (COL) – 22.09

400 m com barreiras
1-Valeria Cabezas Caracas (COL) – 1:00.07
2-Jessica Vitoria de Oliveira Moreira (BRA) – 1:01.90
3-Karismar Dayana Andueza Ortiz (VEN) – 1:06.00

 

Pedro, ouro, na foto com os atletas que conquistaram prata e bronze no Estádio Nacional de Santiago, no Chile

2.000 m com obstáculos
1-Stefany Paola Lopez Mendoza (COL) – 7:09.95
2-Sandra Erika Tigasi Chusin (ECU) – 7:15.54
3-Ticiane Souza Bonfim (BRA) – 7:16.78

Salto em distância
1-Lissandra Maysa Campos (BRA) – 5,80 m
2-Rocío Fernanda Muñoz (CHI) – 5,65 m
3-Indiana Holgado (ARG) – 5,34 m

2.000 m com obstáculos
1-Pedro Henrique de Oliveira (BRA) – 6:15.88
2-Alejandro Duran Duran (COL) – 6:23.85
3-Brayan Stalin Quinatoa Tuso (ECU) – 6:30.24

800 m
1-Jonathan David Rodriguez Osorno (COL) – 2:00.25
2-Lucas Pinho Leite (BRA) – 2:00.35
3-Nicolas William Vasquez Chavez (VEN) – 2:01.16

Lançamento do disco
1-Nazareno Uriel Sasia (ARG) – 58,67 m
2-Vitor Gabriel Motin (BRA) – 57,52 m
3-Sebastian Juanillo Leon (COL) -53,03 m

 

Texto com informações do site da Confederação Brasileira de Atletismo

Fotos: Apogeu – Divulgação

Edição: Toque de Bola


Voltar

Deixe uma resposta


Mais notícias



18 jan 2018

Tem de 12 a 16 anos e quer jogar basquete? Sexta é dia de cesta! Olha esse convite da Faefid-UFJF


15 jan 2018

Van Gasse recebe condecoração da FIFA na CBF


12 jan 2018

Tupi anuncia Passaporte Mineiro 2018

Notícias


18 jan 2018

Barroso vê derrota natural, diz que planejamento é vaga na semifinal e espera Uberlândia fechado em JF


18 jan 2018

Próximo adversário do Tupi, Uberlândia perde em casa. Veja como começou o Estadual


17 jan 2018

“Barraco” no Poço Rico! Eleições do Tupynambás viram caso de polícia


17 jan 2018

Cruzeiro x Tupi: choque de realidades marca estreia do Carijó no Campeonato Mineiro


+ notícias

Toque de Bola


O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.

Desenvolvimento




Acesse