10 out 2017

Fortaleza e CSA abrem as finais da Série C no sábado



Finalistas, Fortaleza e CSA já se enfrentaram na fase de classificação

  A Diretoria de Competições da CBF divulgou, nesta segunda-feira, dia 9, a tabela detalhada da final do Campeonato Brasileiro Série C. A bola começa rolar para os primeiros 90 minutos da decisão entre Fortaleza e CSA no sábado, 14 de outubro.

   O jogo de volta está inicialmente marcado para o dia 21 do mesmo mês. Confira os horários e locais das partidas: 

Jogo de ida
14/10 – 19h – Fortaleza/CE x CSA/AL – Castelão, Fortaleza (CE)

Jogo de volta
21/10 – 19h – CSA/AL x Fortaleza/CE – Rei Pelé, Maceió (AL)

 Jogos de volta

 No sábado, dia 7, o Fortaleza/CE enfrentou o Sampaio Corrêa/MA e garantiu sua vaga com um empate por 2 a 2. Já o CSA/AL recebeu o São Bento/SP e eliminou os paulistas nos pênaltis, depois de perder por 1 a 0 no tempo regulamentar.

 Sampaio 2 x 2 Fortaleza

No primeiro jogo do dia, o Fortaleza viajou até São Luís para o confronto com o Sampaio. Com a vitória por 1 a 0 na capital cearense, o Leão tinha a vantagem do empate fora de casa. E as coisas só melhoraram para o Fortaleza quando Bruno Melo abriu o placar, aos 26 minutos do primeiro tempo.

Precisando de três gols, o Sampaio não desistiu e tentou pressionar o Tricolor de Aço. Aos 24 minutos, Marlon deixou tudo igual em cobrança de pênalti. O jogo continuou aberto e a Bolívia Querida contou com a força de sua torcida para virar a partida. Após escanteio, Maracaz fez o segundo.

Nos minutos finais de duelo, o Sampaio partiu para cima em busca de um gol salvador, mas deixou espaços, que foram aproveitados pelos visitantes. Aos 49 minutos, o Fortaleza empatou o jogo e definiu sua classificação, com Bruno Melo novamente, de pênalti.

Sampaio Corrêa-MA: Alex Alves;  Pedro Costa, Maracás e Odair; Valderrama, Esquerdinha, Diego Silva e Marlon; Uilliam (Felipe Marques), Reginaldo (Wellington Rato) Júnior e Hiltinho (Isac). Técnico: Francisco Diá.

Fortaleza-CE: Marcelo Boeck; Felipe, Edimar, Ligger e Bruno Mello; Anderson Uchôa, Pablo, Leandro Lima (Adenilson) e Everton (Jô);  Hiago e Leandro Cearense (Lúcio Flávio). Técnico: Antônio Carlos Zago.

  CSA 0 x 1 São Bento (CSA 4 a 2 nos pênaltis)

Depois de vencer por 1 a 0 fora de casa, o CSA recebeu o São Bento em Maceió tendo a vantagem do empate. O jogo começou muito movimentado. Dono da casa, o CSA se lançou mais à frente, tentando definir cedo sua classificação. Nervosas, as equipes não conseguiram ter precisão na hora de balançar as redes. A partida pareceu ficar mais tranquila para o CSA com a expulsão de Anderson Cavalo, aos 20 minutos do segundo tempo. Mas os sorocabanos não desistiram e foram recompensados. Aos 45 minutos, Branquinho invadiu a área e sofreu pênalti. Everaldo converteu com categoria e levou a disputa para a decisão por penalidades máximas.

  Pênaltis

Os dois times começaram convertendo suas penalidades: Daniel Costa, Maicon Souza, Edinho, Rennan Oliveira e Boquita não desperdiçaram da marca fatal. Melhor jogador durante o tempo normal, Branquinho foi o primeiro a perder e já deixou o São Bento em desvantagem. Logo depois foi a vez de Dahwan desperdiçar para o CSA e Everaldo, autor do gol, também jogar nas mãos de Pedro Mota. Maxuel, que entrou no último minuto dos acréscimos, bateu o último pênalti e encerrou a disputa.

 Na final, Fortaleza e CSA reeditam um duelo da primeira fase da Série C. Na ocasião, o CSA venceu por 1 a 0 dentro de casa e os dois ficaram em um empate por 1 a 1 no Ceará.

CSA-AL:Mota; Celsinho, Rodrigo Lobão, Jorge Fellipe (Cristiano) e Raul Diogo; Dawhan, Boquita, Marcos Antonio (Didira) e Edinho; Daniel Costa e Michel (Maxuel). Técnico: Flávio Araújo.

São Bento-SP: Rodrigo Viana; Muriel, João Paulo, Rogério e Marcelo Cordeiro (Edu Pina); Fabio Bahia, Maicon Souza, Eder (Branquinho) e Cassinho (Rennan Oliveira); Anderson Cavalo e Everaldo. Técnico: Paulo Roberto.

  Confira como foram as partidas de ida:

São Bento 0 x 1 CSA-AL

O CSA-AL surpreendeu e derrotou o São Bento fora de casa por 1 a 0, pelo jogo de ida das semifinais da série C. Com gol de Michel Douglas, o time alagoano fez o placar mínimo no estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba. 

O jogo

Apesar do equilíbrio no primeiro tempo, o CSA conseguiu manter a posse de bola e esfriar as investidas do São Bento. Em uma das boas chances do Azulão, a bola sobrou para Dawhan na marca do pênalti, que soltou uma bomba, mas o goleiro Rodrigo Viana fez a defesa.

Na volta do intervalo, o Bentão pressionou e teve boa chance logo aos oito minutos, na finalização de Caio Cézar – defendida por Mota. Depois o jogo seguiu equilibrado até o CSA conseguir o gol, aos 34 minutos. Após cruzamento de Edinho, a bola sobrou para Michel Douglas balançar as redes, fazendo 1 a 0 para os visitantes. O São Bento buscou o empate em boas chegadas de Leandro Love, Everaldo e Cassinho, mas não conseguiu o gol.

Repercussão

“Foi um jogo difícil, sabíamos que o São Bento joga forte dentro de casa, ia jogar desde o início procurando o gol. Começou o jogo tendo o domínio, mas depois, aos 20 minutos, a gente já entrou no jogo, teve posse de bola, a marcação já encaixou melhor e terminou o primeiro tempo com o jogo equilibrado. Teve uma chance, mas o goleiro deles fez grande defesa. Depois, no segundo tempo, praticamente a mesma coisa: eles procurando mais o jogo e a gente se fechando bem. Eles tiveram duas chances, no começo, mas encaixamos a marcação, eles tiveram posse de bola, mas dentro daquilo que tínhamos programado e treinado. Enfim, a estratégia de marcar do meio pra trás, fechar o espaço e buscar o contra-ataque, graças a Deus deu certo”, disse Flávio Araújo, treinador do CSA.

“Não é irreversível. Sabíamos que seria um jogo que teríamos de ter paciência, rodar a bola e buscar furar uma defesa forte. Tínhamos a noção que daríamos espaço para eles, isso aconteceu a partir da metade do segundo tempo. O gol nosso não saiu, e em uma bola batida de lateral eles usaram a velocidade e marcaram o gol da vitória”, afirma Paulo Roberto, treinador do São Bento.

Fortaleza 1 x 0 Sampaio Corrêa

O Fortaleza fez o dever de casa e venceu o Sampaio Corrêa por 1 a 0 no Castelão. Com isso o time cearense sai em vantagem do primeiro confronto da semifinal da Série C. Invicto em casa em 2017, o Tricolor de Aço fez valer o mando de campo diante do Sampaio, e com gol de Leandro Cearense, vai para o Maranhão podendo empatar por qualquer placar.

O jogo

Apesar de poucas emoções no primeiro tempo, o Leão foi quem chegou mais perto de abrir o placar. Em uma das boas chances, Adalberto arriscou chute de fora de área, mas a bola passou à direita do goleiro Alex. Depois, o zagueiro quase marcou novamente, mas cabeceou por cima do travessão após cobrança de escanteio.

Aos oito minutos do segundo tempo, o Sampaio Corrêa teve sua primeira oportunidade na partida. Felipe Marques chutou de fora da área e goleiro Marcelo Boeck defendeu. No lance seguinte, o Fortaleza quase marcou com Hiago, que acertou a trave. Mais incisivo, o Leão abriu o placar aos 14 minutos. Leandro Cearense girou bem e chutou de direita para fazer 1 a 0. Sem poder ofensivo, a Bolívia Querida chegou a ter outra boa chance, aos 44 minutos, mas Reginaldo Jr. chutou à direita do gol de Boeck e desperdiçou a oportunidade do empate. Administrando o resultado e pressionando, o time cearense segurou o placar até o apito final.

Repercussão

“Saímos com o pé direito”, garantiu o comandante Antônio Carlos Zago. “Não fluiu por causa da movimentação do Fortaleza e alguns jogadores não renderam. A comemoração atrapalhou um pouco. Não fizemos um grande primeiro tempo. Queria uma equipe com a marcação mais forte para sair em velocidade no contra-ataque. A mudança de postura do Fortaleza nos incomodou. Alguns jogadores não estiveram no seu melhor dia”, revelou o treinador do Sampaio, Francisco Diá.

 

Texto com informações da CBF, Futebol Interior, globoesporte.com e “O povo”

Fotos: Sandro Roberto – Fortaleza e Pei Fon / Portal TNH1

Artes: Toque de Bola (clique sobre a imagem que deseja ampliar)

Edição: Toque de Bola


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


23 out 2017
Primeiro árbitro de vídeo da Libertadores será brasileiro. Vangasse explica as 4 situações em que ele pode atuar

23 out 2017
Leozinho reaparece na seleção da rodada. Próximo adversário do JF Vôlei tem pedido de desculpas ao torcedor

23 out 2017
Copa Prefeitura Bahamas de Futebol Amador: resultados e próximos jogos

19 out 2017
Oficial: Tupi informa que treinador Aílton Ferraz não fica no clube

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.