21 set 2017

Semana Paralímpica em Juiz de Fora: veja como foram futebol, polybat e bocha



   

Semana Paralímpica: momentos especiais no ginásio da Secretaria de Esporte e Lazer de Juiz de Fora

   Uma semana única. Assim está sendo avaliada a Semana Paralímpica em Juiz de Fora. Desde a cerimônia de abertura no sábado, dia 16, com a presença do prefeito Bruno Siqueira, até a disputa das modalidades, desde segunda-feira, dia 18, o evento é considerado primordial no calendário da Secretaria de Esporte e Lazer (SEL) da cidade, por tudo que proporciona, não só aos participantes mas aos organizadores, professores e às entidades envolvidas.

    Veja, a seguir, informações e fotos sobre a Semana, enviados ao Toque de Bola pela SEL.

   Segunda-feira: futebol

  Começou! Mais de 30 alunos, com idade de 11 a 45 anos, participaram do primeiro dia de atividades da Semana Paralímpica, no ginásio da Secretaria de Esporte e Lazer (SEL), com as disputas do futebol, nesta segunda-feira, dia 18. A modalidade é praticada por atletas com paralisia cerebral, deficiência física, auditiva e intelectual. É uma alternativa de modalidade ao Futebol de 7, que é praticado apenas por paralisados cerebrais.

Semana Paralímpica em dia de futebol

   Com pontapé inicial do secretário de Esporte, Júlio Gasparette, seis jogos, de 15 minutos cada, foram disputados no ginásio. Os alunos da Escola Estadual Maria das Dores de Souza, do Caic – Nubia Pereira de Magalhães, da Associação de Pais e Amigos Excepcionais (Apae) e do programa JF Paralímpico foram divididos em seis times e tiveram a oportunidade de demonstrar seus talentos e potencialidades.

   “Atenção e coordenação motora”

   Para o professor do JF Paralímpico e um dos orientadores do evento, Leonardo Lima, a disputa mostrou mais aspectos importantes além do esporte: “Futebol é o esporte mais popular, que os alunos amam. No entanto, mais que o simples exercício físico, isso aqui desenvolve atributos de que eles necessitam pra vida, além da quadra. Concentração, atenção, coordenação motora etc”.

 

Professor Leonardo Lima com os meninos do futebol

    Espelho disso é o caso de Vitor Marques, de 20 anos, aluno do JF Paralímpico, que além dos gols em quadra vem batendo um bolão fora dela. Segundo o pai, Valdemiro Marques, 59, que acompanha o filho onde quer que ele jogue, Vitor melhorou o rendimento nos estudos, adquiriu maior concentração nas atividades do dia a dia e espantou a timidez com ajuda da prática do esporte.

   Ao final dos jogos, todos os alunos receberam medalhas das mãos do professor Leonardo Lima e da supervisora do Departamento do Lazer e Esporte Físico, Karla Belgo. 

 

 

Modalidade Polybat também foi incluída na Semana Paralímpica

   Terça-feira: polybat

  Polybat (ou tênis de mesa lateral) foi o esporte que movimentou o ginásio da Secretaria de Esporte e Lazer na terça-feira, 19. A modalidade surgiu como alternativa para pessoas que não conseguem praticar o tênis de mesa tradicional e nem são elegíveis para a bocha. Inclui pessoas com distrofia muscular, paralisia cerebral, ossos quebradiços, traumatismo craniano e outras limitações severas, como também deficiência intelectual e visual.

   Sob olhares atentos dos pais, que gritavam e empurravam da arquibancada, cerca de 20 alunos do Caic – Núbia Pereira de Magalhães, Instituto Médico Psico-Pedagógico (Imepp) e do programa JF Paralímpico participaram da atividade.

   As disputas foram divididas, ao longo da tarde, em duas categorias: em dupla e cones/copos. Na primeira, os alunos do Caic somaram nove vitórias, contra seis do JF Paralímpico e cinco do Imepp. Já na segunda, meninos e meninas do JF Paralímpico levaram a melhor e tiveram nove vitórias contra sete do Imepp e do Caic.

   

Bocha foi atração na quarta-feira da Semana Paralímpica de Juiz de Fora

Quarta-feira: bocha

    Esporte paralímpico desde 1984, a bocha tomou conta do ginásio da Secretaria de Esporte e Lazer nesta quarta-feira, 20. A modalidade é praticada por atletas com elevado grau de paralisia cerebral ou deficiências severas, e as provas podem ser individuais, em duplas ou por equipes, nos gêneros feminino e masculino. Dez alunos participaram da atividade no ginásio, sendo nove integrantes do programa JF Paralímpico e um do Caic – Núbia Pereira de Magalhães.
  
  Na bocha, são utilizadas 13 bolas – seis azuis, seis vermelhas e uma branca. O objetivo do jogo é encostar o maior número de bolas coloridas na bola branca, que é o alvo. O árbitro utiliza um indicador de cor vermelho/azul, similar a uma raquete de tênis de mesa, para sinalizar o início de um lançamento ou jogada. Para medir a distância das bolas coloridas da bola-alvo, é utilizada uma trena ou um compasso.

  Os destaques ficaram por conta dos alunos Eduardo Batista de Araújo, Sávio Samuel e Gonçalves Domingos, que venceram nas categorias BC2, BC3 e BC4. Ao final das disputas, todos os alunos receberam medalhas das mãos do secretário de Esporte, Júlio Gasparette, e da supervisora do Departamento do Lazer e Esporte Físico, Karla Belgo. A Semana Paralímpica segue até sábado, 23. Nesta quinta-feira, 21, ocorrem as provas de goalball, a partir das 14 horas, no ginásio da SEL.

 

 Veja fotos da Semana Paralímpica. Clique sobre a imagem que deseja ampliar

Texto e informações enviados ao Toque de Bola pela Assessoria e Divulgação SEL

Edição: Toque de Bola


Voltar

Deixe uma resposta


Mais notícias



18 out 2017

Faefid-UFJF recebe nota máxima em avaliação, foca em “atuar com pessoas” e vê trabalho dobrado


12 out 2017

Especial Toque de Bola! Ex-Tupi e Baeta, Hudson mostra personalidade e brilha no Cruzeiro


10 out 2017

Pedro Henrique Oliveira, do Cria-UFJF, é campeão sul-americano nos Jogos da Juventude

Notícias


21 out 2017

Sem qualquer substituição, JF Vôlei volta a perder por 3 a 1 em Montes Claros


20 out 2017

Interdição do estádio do Baeta expõe “racha” entre dirigentes e ADJF. Eleições e cota de Danilo Luiz geram polêmica


20 out 2017

Partiu Rússia? Danilo Luiz, de Bicas, é novamente convocado para defender a seleção brasileira


20 out 2017

Com Leozinho na seleção da rodada, JF Vôlei busca vitória contra Montes Claros, que já afastou treinador


+ notícias

Toque de Bola


O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.

Desenvolvimento




Acesse

error: Conteúdo protegido.