14 set 2017

100 x Tupi = Marcel: “Essa marca vai ficar na história da minha vida, da minha família e do clube”



   

Marcel diz que está representando jogadores criados nas divisões de base do clube de Santa Terezinha

O jogo é decisivo, fora de casa, mata-mata contra o Fortaleza, um dos clubes mais tradicionais da região  nordeste do Brasil e que possui uma torcida apaixonada. Em meio isso o volante Marcel, juiz-forano, completa 100 jogos com a camisa do Tupi.

   Criado em Santa Terezinha, o jogador começou na base do Carijó com o técnico Léo Condé. Após se profissionalizar, acumula diversas passagens pelo Tupi, entre idas e vindas. Agora com 30 anos, o atleta atingirá a marca de 100 partidas com a camisa alvinegra no momento em que o árbitro apitar o início.

   “No campo, entrego minha vida”

  “É um momento muito importante na minha vida. Fui criado em Juiz de Fora. Fico feliz, me sinto representando todos os meus amigos da base, que são de Juiz de Fora. Espero comemorar esses 100 jogos dando muita alegria à torcida. A marca é muito importante. Vai ficar na história da minha vida, da minha família e na história do Tupi. Quando entro no campo, sei que tenho minha família, mas esqueço ali dentro, pois sei que não estou representando só ela. Represento uma torcida, uma cidade e uma entidade muito importante em Juiz de Fora. No campo, entrego minha vida como se fosse para a cidade inteira”, ressaltou Marcel.

  “Torcida?  Não interfere”

   Apesar dos motivos para comemorar, o jogador tem que se preocupar em manter o foco no rival, que promete fazer um jogo duro. A torcida do Fortaleza deve lotar o Castelão e fazer uma grande festa para empurrar o time. Mas para Marcel isso não atrapalha a equipe. Ele já vivenciou isso em 2011, quando fazia parte do elenco do Tupi que calou 54 mil torcedores do Santa Cruz, em pleno Arruda, e ficou com o título da série D. Na época o Galo Carijó também estava cheio de desconfianças, como acontece atualmente.

 “Acho que não interfere. A torcida ajudará eles, vão apoiá-los do começo ao fim. Mas para gente não vai interferir em nada, vai ser como mais um jogo fora de casa. Mas decisivo. Futebol é resolvido dentro de campo, não adianta falar, hoje está muito igual. O time que ser dedicar mais e errar menos, com certeza sairá com o resultado positivo. Lembro que em 2011 foi a mesma coisa. A gente classificou, passou da Anapolina, fomos contra o Oeste na semifinal, passamos, e ganhamos o primeiro jogo da final dentro de casa. No domingo ligamos a TV e estavam falando que o Santa Cruz era Campeão Brasileiro da Série D. Ficamos a semana toda quietos, calados, e surpreendemos o Santa Cruz lá dentro, ganhando por 2 a 0”, disse.

  Sempre desacreditado

   O jogador acredita que mesmo com a boa campanha na primeira fase da série C, ninguém aposta no acesso da equipe. “Acho ainda que o Tupi está desacreditado. Ouço em vários lugares que o Fortaleza está na série B. Estamos desacreditados novamente. Vamos fazer a mesma coisa, trabalhar forte, fazer o que o Aílton pedir. Se entregar, com determinação e raça, dar o nosso melhor lá. Se for da vontade de Deus o Tupi subir, com certeza conseguiremos, porque vamos entregar nossa vida dentro de campo”, finalizou o volante.

 

Texto com reportagem de Patrick Alves, estagiário do Toque de Bola, com edição e supervisão Ivan Elias, Toque de Bola

Foto: Tupi


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


11 dez 2017
Copa Zico Verão Juiz de Fora: resultados e galeria de fotos

09 dez 2017
Copa Zico Verão Juiz de Fora é atração no Centro de Futebol Zico. Com novidades extra-campo!

07 dez 2017
JF Vôlei encara Canoas fora de casa em busca de mais pontos na Superliga

04 dez 2017
Tupi 2018: Nicanor vê “no papel, um time competitivo” e aposta na qualidade do setor de meio-campo

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.