24 maio 2017

Tupi de luto com a morte de Raphael Aguiar, 29 anos e duas passagens pelo clube



   O Tupi amanhece nesta quarta-feira, 24, com muito pesar. O atacante Raphael Aguiar, 29 anos, revelado pelo Atlético Mineiro e que teve duas passagens pelo clube, em 2009 e 2014, morreu na madrugada desta quarta, no Hospital Felício Rocho, em Belo Horizonte, vítima de câncer ósseo diagnosticado em sua segunda passagem pelo clube de Santa Terezinha, em 2014, quando tinha 26 anos.

   O velório foi marcado para o cemitério Bosque da Esperança, em Belo Horizonte, das 11h às 17h. Em seguida, o corpo segue para Divino de São Lourenço-ES, sua cidade natal, onde será o sepultamento.

 

Raphael Aguiar no dia de sua apresentação em 2014, segunda passagem pelo Tupi

 Diagnóstico no  Tupi

  De acordo com o dirigente e responsável pelo  departamento médico carijó, José  Roberto Maranhas, na segunda  passagem pelo Tupi, em 2014, Raphael Aguiar já tinha se submetido a cirurgias no joelho.

  O médico conta que na véspera de uma partida do Tupi, o atleta o procurou, alegando estar com dores no joelho. Daí a necessidade de uma ressonância. Maranhas explica que o resultado da ressonância indicava uma massa no joelho, delimitando um tumor. Como o jogador, depois da ressonância, não sentia mais dores, queria voltar a treinar normalmente. O dirigente e médico, no entanto, conversou com ele e explicou que os exames apontaram um quadro preocupante, e que o mais indicado seria ele procurar outros colegas médicos, em Belo Horizonte, onde o jogador tinha familiares.

 “Indiquei um colega para que fosse feita a biópsia. Foi mesmo diagnosticado um tumor que denominamos tumor maligno de partes moles. Confirmado o sarcoma, ele inicialmente foi submetido a uma cirurgia para colocação de uma prótese. Infelizmente posteriormente ocorreu a metástase, que é quando o câncer se espalha. Muito triste”, relata Maranhas.

 Na época, o assunto não foi levado ao conhecimento do público em Juiz de Fora, a pedido dos familiares do atleta.

    Carreira

    O atacante subiu para o profissional do Atlético em 2008, com o técnico Marcelo Oliveira. Com a camisa alvinegra, ele estreou contra o Palmeiras, em um jogo válido pela nona rodada do Campeonato Brasileiro de 2008. Naquela mesma competição, o jogador foi titular em algumas partidas, inclusive em um clássico contra o Cruzeiro.

 “O sonho de todo menino é ser jogador de futebol profissional e eu tive isso. Ver um Mineirão lotado, disputar um clássico”, declarou Raphael Aguiar sobre estar em campo num Atlético x Cruzeiro.

  O único gol marcado por ele pelo Atlético foi especial: na Vila Belmiro, diante do Santos, justamente o da vitória por 3 a 2. Na ocasião, o lance protagonizado por Raphael pôs fim a jejum de 60 anos do clube mineiro no estádio. 

  Em 2009, Raphael Aguiar foi emprestado ao Tombense e defendeu também Tupi, Macaé (RJ), Guarani (SP), Villa Nova (MG), Democrata-SL (MG), Valério (MG) e novamente o Tupi.  

  De acordo com o site O Gol, na breve carreira de seis  anos, Raphael atuou um total de 32 partidas e marcou dois gols – além do histórico, diante do Santos, o outro foi pelo Macaé (RJ).

  O Portal  De Fato On Line, no entanto, registra que, mesmo não sendo titular absoluto, foi lançado em várias partidas pelo Valério e marcou um gol, na Segunda Divisão de 2013,  tento este não contabilizado pelo O Gol.

  Marcante

  Em sua apresentação ao  Tupi, na segunda passagem, Raphael disse que não conseguia esquecer  a forma com que  o Tupi foi eliminado pelo Macaé, nas quartas-de-final da Série D de 2009: “Minha passagem foi muito boa por aqui, mas aquele jogo ainda fica na cabeça. Marcaram tiro livre indireto, por conta dos seis segundos que o árbitro disse que o Gonçalves segurou a bola. Até hoje meu pai fala daquela partida e que nunca tinha visto aquilo no futebol. Mas bola para frente, vamos tentar reescrever uma história”, disse aos jornalistas, em sua  apresentação oficial ao Carijó.

 

Foto de Raphael quando, mesmo em tratamento, praticava futevôlei

  Tratamento

  De acordo com informações do site globoesporte.com, ele estava internado no Hospital Felício Rocho, região oeste de Belo Horizonte, e teve o quadro agravado nos últimos dias. Ele vivia à base de morfina e passava a maior parte do tempo sedado.

   Ainda de acordo com a agência, “para tentar se curar, Raphael precisou enfrentar sessões de quimioterapia e colocar uma prótese no joelho – necessária após a retirada do tumor ósseo-, que pôs fim à carreira como atleta”.  No decorrer dos anos, o tratamento de Raphael apresentou altos e baixos, fato comum em pessoas diagnosticadas com câncer. Durante esse período, ele encontrou alegria de estar no esporte por meio do futevôlei”.

 

Ficha Técnica
Nome: Raphael Aguiar Serafim Dias
Data de Nascimento: 12 de fevereiro de 1988
Local: Divino de São Lourenço-ES  
Clubes: Atlético – 2008/2009; Tombense-MG – 2009; Tupi-MG – 2009; Macaé-RJ – 2010; Guarani-SP – 2011; Villa Nova-MG – 2012/2013, Valério-MG – 2013 e Tupi-MG 2014

 

Texto: Toque de Bola, com informações do globoesporte.com, TV Globo Minas, O Gol e De Fato On Line (Itabira-MG)   

Fotos: Arquivo Toque de Bola, globoesporte.com e Tupi


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


23 jun 2017
Futuro do Tupi na Série C passa pelo sábado à noite. Primeiro, o Botafogo

22 jun 2017
Alex Nascif aceita convite de Moacir Júnior e acerta com o Cuiabá

21 jun 2017
Ataque produtivo e elenco experiente são armas do líder Botafogo-SP diante do Tupi

20 jun 2017
Em sexto na chave, Tupi faz dois jogos em casa. Veja panorama da Série C

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.