22 mar 2017

Mesmo em BH, Sesi leva a melhor sobre o Minas de novo e fica a uma vitória das semifinais



Sesi-SP abriu 2 a 0 sobre o Minas Tênis Clube

Depois de vencer o primeiro jogo em casa, o Sesi-SP derrotou. em Belo Horizonte (MG) nesta quarta-feira (22.03), o Minas Tênis Clube (MG), abrindo a vantagem de 2 jogos a 0 na série melhor de cinco pelas quartas de final da Superliga masculina de vôlei 2016/2017. O time paulista venceu por 3 sets a 1 (29/27, 19/25, 25/21 e 25/18), em 1h59 de partida disputada na Arena Minas.

O oposto do Sesi-SP, Théo, foi um dos grandes destaques da partida. Com atuação decisiva, foi o mais votado no site da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) e saiu de quadra com o Troféu VivaVôlei.

Sem poder contar com o ponteiro Douglas Souza, que sofreu um estiramento no abdômen, o Sesi-SP sofreu mais um desfalque depois de estar sem outro ponteiro, Fábio, e com outro jogador da mesma posição, Murilo, voltando de lesão no cotovelo. O oposto Théo falou sobre o desfalque e chamou atenção para a necessidade de uma ajuda de todos.

“Tivemos mais uma baixa, que foi a do Douglas, que nos pegou desprevenidos, mas todos têm os seus problemas. Não podemos ficar sentindo isso. Temos que nos ajudar, adaptar o que for preciso e fazer o que puder de melhor”, afirmou Théo, que já pensa no próximo duelo, novamente em casa.

“Sabemos que vai ser mais um jogo muito difícil. Conseguimos vencer aqui dentro, que é difícil, e vamos levar a série para casa. Não podemos deixar a ansiedade dominar. Temos que saber que eles vão chegar forte e o nosso time tem que estar no máximo”, complementou Théo.

Pelo lado do Minas, o central Flávio lamentou o resultado negativo. “O Sesi-SP teve todos os méritos, fez um belo jogo e venceu jogando melhor do que o nosso time hoje. Não conseguimos repetir a boa atuação que tivemos no primeiro jogo. Tivemos alguns erros bobos, que nos custaram a partida. É difícil a nossa situação agora, mas vamos em busca. Não desistimos”, concluiu Flávio.

O terceiro duelo entre Sesi-SP e Minas será no domingo (26.03), às 16h, no Sesi Vila Leopoldina, em São Paulo (SP), com transmissão ao vivo do SporTV. Em caso de uma vitória, o time paulista estará classificado para as semifinais da Superliga masculina.

O JOGO

Jogo desta quarta foi disputado em Belo Horizonte

O Sesi-SP começou melhor e no bloqueio de Riad abriu 3/1. O Minas Tênis Clube buscou e deixou tudo igual em 3/3. As equipes seguiram trocando pontos e empataram novamente em 7/7. No bloqueio simples de Felipe, o time da casa fez 8/7. Com ponto de saque de Bruninho, foi a vez do time paulista fazer 9/8. Alan conseguiu ponto direto de saque e levou o Sesi-SP a dois de vantagem: 12/10. Nery Tambeiro pediu tempo. No bloqueio de Flávio, o Minas empatou em 12/12. Em mais um bloqueio do central, a equipe da casa assumiu o comando do marcador: 14/13. Em um grande saque de Théo, o grupo visitante voltou a comandar o jogo em 16/15. Bem no bloqueio, o Minas chegou a mais um empate em 18/18. O equilíbrio seguiu e mais um empate em 22/22. Felipe fez 25/24 para o Minas e Pacheco pediu tempo. Na volta, Théo pontuou. No bloqueio de Théo, o time paulista fez 28/27. No erro do adversário, o Sesi-SP fechou em 29/27.

O Minas Tênis Clube começou pontuando melhor e fez 4/2. O Sesi-SP buscou e deixou tudo igual em 5/5. No bloqueio de Pétrus, a equipe da casa abriu boa vantagem em 8/5. Pacheco pediu tempo para conversar com seus jogadores. Na volta, Lucão pontuou. Em mais um bloqueio, o grupo mineiro marcou 11/6. O Minas ainda fez 14/9. Kaio entrou pontuando bem e o Sesi-SP reduziu a desvantagem para 13/16. Felipe marcou e o Minas voltou a abrir três de vantagem: 19/15. Na sequência, a equipe da casa passou a contar com erros do adversário e abriu 21/16. O Sesi-SP pediu tempo. No erro do time paulista, o Minas fechou em 25/19.

Mais um início equilibrado, com o empate em 5/5. Com Riad, o Sesi-SP abriu dois pontos em 8/6. No bloqueio de Flávio, o Minas encostou em 10/11. O time paulista voltou a abrir em 13/11. Com Théo pontuando bem, o Sesi-SP ainda chegou a 15/11, forçando Nery Tambeiro a pedir tempo. Na bola de segunda de Bruno, explorando o bloqueio adversário, o Sesi-SP chegou a 16/12. Com Riad, a equipe visitante marcou 21/17. E, no bloqueio de Bruninho, 22/17. O Minas reagiu, conseguiu pontuar mais, chegou a 19/22 e foi a vez de Marcos Pacheco parar o jogo com pedido de tempo. Na volta, Pétrus bloqueou e fez 20/22. No erro do time mineiro, o Sesi-SP fechou em 25/21.

O bloqueio de Murilo abriu 3/1 para o Sesi-SP logo no começo do terceiro set. O Minas buscou e deixou tudo igual em 3/3. Com o bloqueio funcionando melhor do que nos sets anteriores, o time de São Paulo abriu vantagem em 10/6. Nery Tambeiro pediu tempo. O Sesi-SP teve cinco pontos a frente em 12/7. Com dois pontos seguidos do Minas, o placar foi para 9/12. Os comandados de Marcos Pacheco voltaram a pontuar e no saque curto de Bruninho, 14/9. O marcador esteve a favor do Sesi-SP em 17/13. A diferença seguiu em quatro a favor do time paulista (20/16). No bloqueio de Lucão, o jogo terminou com a parcial de 25/18 no quarto set.

EQUIPES

MINAS TÊNIS CLUBE – Gelinski, Felipe, Flávio, Pétrus, Tiago Mão e Bisset. Líbero – Rogerinho

Entraram – Thiago Vanole, Carísio, Abouba, Willian

Técnico: Nery Tambeiro

SESI-SP – Bruno, Théo, Lucão, Riad, Alan e Murilo. Líbero – Serginho

Entraram – Rafa, Leitzke, Kaio, Douglas Pureza

Técnico: Marcos Pacheco

 

Texto e informações  enviados  ao Toque de Bola pelo site da Confederação Brasileira de Voleibol

Fotos: Orlando Bento/MTC e Douglas Magno/O Tempo

Edição: Toque de Bola 

 


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


21 jun 2017
Ataque produtivo e elenco experiente são armas do líder Botafogo-SP diante do Tupi

20 jun 2017
Em sexto na chave, Tupi faz dois jogos em casa. Veja panorama da Série C

17 jun 2017
Pênalti “mandrake”, chances de menos e cartões de mais: Mogi Mirim 2 x 0 Tupi

16 jun 2017
Sequência boa e lanterna do Mogi não iludem Aílton: “Não somos ninguém”

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.