21 mar 2017

Baeta busca a quadra no Módulo 2 diante de “velho conhecido”. Siga no Toque de Bola



  Será noite de quadra?

  Por mais que o discurso de dirigentes, Comissão Técnica  e elenco seja tradicionalmente de pés no chão quando a fase de uma equipe é favorável, é difícil no momento pedir ao torcedor do Tupynambás que não espere um triunfo na noite desta quarta-feira, 22, às 20h, diante do Betinense, no Estádio Municipal Radialista Mário Helênio, pela antepenúltima rodada da fase de classificação do Módulo  2 do Campeonato Mineiro.

   É que o Baeta, depois de um início preocupante e sem vitórias, emplacou três vitórias consecutivas, saindo da beirada de baixo da tabela para se tornar candidato em potencial a uma das três vagas da  Chave A ao hexagonal que levará os dois primeiros colocados à primeira divisão do futebol do estado na próxima temporada. A arrancada começou com um 2 a 1 sobre o Nacional, no domingo, 12, em Muriaé, teve sequência com um 1 a 0 sobre o mesmo adversário, três dias depois, em Juiz de Fora, e foi consolidada novamente fora de casa com um 3 a 2 sobre o Guarani, no domingo, 19, em Divinópolis, tendo assinalado o gol da vitória aos 49 minutos da etapa complementar.

  Para emplacar a “quadra” – quarta vitória consecutiva – o desafio não é pequeno. O Betinense lidera o grupo A com 17 pontos, seguido pelo próprio Baeta, com 13.

 Cobertura nas redes sociais

   Com apoio do Plasc, o Toque de Bola faz ampla cobertura dos jogos do Tupynambás, com informações sobre a partida, bastidores e vídeos de lances e entrevistas com principais personagens.

  Acesse aqui a nossa fanpage – Acesse aqui o nosso Instagram – Acesse aqui o nosso Twitter

  “Velhos conhecidos” 

  Este será o sexto confronto entre as equipes, no intervalo de sete meses. É quase um confronto por mês, e com jogos sempre muito disputados e emocionantes.

   Em 2016, as equipes estiveram no mesmo grupo durante a fase de classificação da Segundona Mineira. Foram dois confrontos, com uma vitória pra cada lado, e as duas equipes se classificaram para o hexagonal decisivo. Na fase final, mais dois embates, com uma vitória do Baeta, em Juiz de Fora, e um empate no returno, em Divinópolis. Ao término da Segundona, os dois rivais conseguiram o acesso, o Tupynambás foi o campeão mineiro e o Betinense ficou com o vice-campeonato.

  Em 2017, Baeta e Betinense voltaram a se encontrar, agora no Módulo II, no primeiro turno: deu Betinense em Sete Lagoas – 1 a 0. Agora, nesta quarta-feira, os rivais se encontram pela sexta vez, e será o jogo do desempate, pois em cinco jogos até o momento, foram duas vitórias pra cada lado e um empate.

   Tupynambás e Betinense novamente medem forças em jogo decisivo, uma vez que o time de Betim lidera, e uma vitória do Baeta pode sacramentar a classificação para o hexagonal final do Módulo II. De qualquer forma, as duas equipes estão bem próximas da classificação matemática, o que garantirá mais dois encontros entre as equipes ainda este ano. Estaria nascendo aí um clássico do interior mineiro?

Confira abaixo, todos os confrontos até o momento:

Tupynambás 4-1 Betinense – 20/08/16 – Mário Helênio (Juiz de Fora)

Betinense 2-0 Tupynambás – 17/09/16 – Arena do Jacaré (Sete Lagoas)

Tupynambás 1-0 Betinense – 09/10/16 – Mário Helênio (Juiz de Fora)

Betinense 0-0 Tupynambás – 12/11/16 – Farião (Divinópolis)

Betinense 1-0 Tupynambás – 01/03/17 – Arena do Jacaré (Sete Lagoas)

Transporte

  Nesta quarta-feira, 22, a Secretaria de Transporte e Trânsito (Settra) da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) anuncia que irá disponibilizar ônibus extras para o Estádio Municipal “Radialista Mário Helênio”, onde Tupynambás e Betinense se enfrentarão às 20 horas. Os coletivos da linha 517 (Estádio) estarão devidamente identificados, e a tarifa será cobrada normalmente, no valor de R$ 2,75. Os ônibus sairão às 18h15 e 19 horas, do ponto de ônibus na Avenida Presidente Itamar Franco, em frente à sede da Agência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon).

O trajeto da linha 517, no sentido Centro/bairro, será pelas avenidas Presidente Itamar Franco, Dr. Paulo Japiassu Coelho, Deusdedith Salgado, Prefeito Mello Reis e Eugênio do Nascimento, até o estádio. Na volta, a partir do estádio, seguirá pelas avenidas Eugênio do Nascimento, Prefeito Mello Reis, Deusdedith Salgado, Dr. Paulo Japiassu Coelho e Presidente Itamar Franco, ruas Paulo de Frontin e Halfeld, e avenidas Presidente Getúlio Vargas e Presidente Itamar Franco. Ao longo do itinerário será permitido embarque.

Vitória

   No domingo, 19, o Tupynambás supeerou por 3 a 2 a Guarani Esporte Clube, no Estádio Waldemar Teixeira de Faria (Farião), em Divinópolis, com gols de Igor Ferreira (Balotelli), Igor Santana e Marcelo Brandão.

    Precisando da vitória a todo custo, o Guarani abriu o placar aos 16 minutos, em cobrança de falta de Evandro Russo. Mas o Baeta não abaixou a cabeça e, aos 21 minutos, empatou com Igor Santana, após boa jogada do meio-campista Marcelo Brandão. Mas o Leão queria mais e virou a partida, nos minutos finais da primeira etapa, com Igor Ferreira, que recebeu passe dentro da área e tocou de letra, sem chances para o arqueiro Glaysson.

No retorno do intervalo, o Bugre buscava a todo custo o gol de César para conseguir o gol de empate. E ele saiu aos 15 minutos, em gol marcado pelo atacante Oliveira. Mas o Baeta queria a vitória para sacramentar a classificação ao hexagonal final, e ela veio nos acréscimos, em um extraordinário chute de Marcelo Brandão, no ângulo direito do goleiro Glaysson, sem chances de defesa.

Com a vitória, o Leão do Poço Rico chegou aos 13 pontos e se isolou na vice-liderança da competição, se aproximando do hexagonal decisivo. Na quarta-feira (22), tem confronto de líder e vice-líder no Estádio Municipal Radialista Mário Helênio, às 20h.

FICHA TÉCNICA

GUARANI 2 x 3 TUPYNAMBÁS

Guarani: Glaysson; Marcelo, Álvaro, Carciano e Michel Araújo; Eduardo Mancha, Renato Silva (Thiago Ferreira), Douglas Dopô e Patrick Allan (Vitinho), Warley Oliveira (Diego) e Evandro Russo. Técnico: Gérson Evaristo

Tupynambás: César, Pedro, Washington, Arlan e Lucas Hipólito; Marcus Pinguim, Gustavo (Igor Henrique) (Luisão), Marcelo Brandão e Igor Santana (Assis); Tony e Igor Balotelli. Técnico: Lúdyo Santos

Gols: Evandro (16’ 1ºT) Oliveira (15’ 2ºT) Guarani; Igor Santana (21’ 1ºT) Igor Balotelli (46’ 1ºT) Marcelo Brandão (49’ 2ºT) Tupynambás

Cartões amarelos: Igor Santana, Washington, Lucas Hipólito, Assis, Tony (Tupynambás), Patrick Allan, Douglas Dopô, Evandro Russo, Vitinho (Guarani)

Cartões vermelhos: Nenhum

7ª rodada do Módulo II do Campeonato Mineiro
Local: Estádio Waldemar Teixeira de Faria “Farião” (Divinópolis)
Data: 19/03/2017
Horário: 16h
Árbitro: Rônei Cândido Alves (CBF). Auxiliares: Pablo Almeida Costa (Asp. FIFA) e Grazielle Maia Santos (CBF)

 

Texto: Toque de Bola, com informações do Tupynambás e do site da Federação Mineira de Futebol

Artes: Toque de Bola, com informações do site da FMF (se preferir, clique sobre a imagem para ampliar) e Tupynambás (arte venda de ingressos)

Fotos: Toque de Bola e Kiko Halfeld – Tupyynambás


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


14 dez 2017
JF Vôlei recebe Corinthians-Guarulhos pela última rodada do turno. Veja panorama completo da Superliga

13 dez 2017
Confira o ranking atualizado da Copa Prefeitura Bahamas de Futebol Amador

11 dez 2017
Copa Zico Verão Juiz de Fora: resultados e galeria de fotos

09 dez 2017
Copa Zico Verão Juiz de Fora é atração no Centro de Futebol Zico. Com novidades extra-campo!

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse