03 jul 2016

Com Neilton inspirado, Botafogo se sente em casa e bate Santa Cruz por 2 a 1 em JF



Juiz de Fora foi a casa do Botafogo neste início de Brasileirão. E o Fogão se sentiu à vontade. Sem perder nenhuma partida no Estádio Municipal este ano, o Glorioso agora deve mandar suas partidas na Arena Botafogo, no Rio de Janeiro. Na despedida do torcedor juiz-forano, uma vitória e a saída do time da zona de rebaixamento. Mais de 5 mil pessoas foram ao Radialista Mário Helênio e viram o Botafogo superar o Santa Cruz por 2 a 1.

Com os resultados do final de semana, o Botafogo sobe para a 16ª colocação, enquanto o Santa Cruz continua na penúltima posição. Na próxima rodada os cariocas enfrentam o Coritiba, no Couto Pereira. Já os pernambucanos recebem o Internacional, no Estádio do Arruda.

Neiton, junto com Camilo e Sassá, foi um dos destaques do jogo. (Foto: Divulgação BFR Oficial - Vítor Silva/SSPress/Botafogo)

Neiton, ao lado de Camilo e Sassá, foi um dos destaques do jogo. (Foto: Divulgação BFR Oficial – Vítor Silva/SSPress/Botafogo)

Início avassalador

O Botafogo vinha de uma derrota para o Atlético Mineiro, em que o Galo marcou o primeiro gol logo no início da partida. Parece que o Gloriosos aprendeu a lição. Com menos de 2 minutos da etapa inicial, Sassá, artilheiro do time na Série A, abriu o placar para o Alvinegro. Neilton tabelou com Camilo, na intermediária, e lançou para Sassá, dentro da área, tocar na saída do goleiro.

Depois de 15 minutos foi a vez de Neiton ser servido. Camilo encontrou o companheiro livre na área, que cortou Rodolfo e mandou para rede. Com 17 minutos o Botafogo já estava vencendo por 2 a 0. Mesmo estando atrás do placar, o Santa Cruz não conseguiu assustar a meta de Sidão e ainda viu o Bota desperdiçar boas oportunidades para matar o jogo ainda no primeiro tempo.

‘Dedo’ do treinador

Na volta do intervalo o Tricolor Pernambucano fez duas mudanças. O técnico Milton Mendes colocou Leandrinho e Keno nos lugares de Fernando Gabriel e Grafite. As substituições fizeram efeito e deram novo gás ao time. Aos 3 minutos da etapa complementar, Keno fez ótima jogada em velocidade pela esquerda e cruzou para João Paulo, já na pequena área, escorar e diminuir a vantagem para 2 a 1.

A melhora do Santinha era nítida, mas não o suficiente para buscar o empate. Durante toda a segunda etapa, os visitantes buscaram o segundo gol. O Botafogo ficou apenas esperando um contra-ataque marcar o terceiro. Camilo, aos 20, deixou o campo contundido, para a entrada de Fernandes.

Já no final do jogo, mais na base da vontade do que na técnica, o Santa Cruz ainda tentou pressionar. Em vão. O árbitro apitou o final do jogo e a torcida pôde comemorar os três pontos e salto na tabela de classificação.

Ricardo Gomes chegou a elogiar as mexidas do treinador adversário após o jogo. “A queda do Botafogo foi devido a melhora do Santa Cruz. A mexida do Milton deixou a equipe mais forte. Eles ficaram bem mais rápidos. Na primeira oportunidade já conseguiram o gol e o segundo tempo ficou complicado para a gente”, avaliou o comandante alvinegro.

 

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO 2 X 1 SANTA CRUZ

 

BOTAFOGO: Sidão, Luis Ricardo, Renan Fonseca, Emerson Silva e Diogo Barbosa; Rodrigo Lindoso, Bruno Silva e Camilo(Fernandes); Neilton, Rodrigo Pimpão(Gervazio Nuñez) e Sassá(Luis Henrique)

Técnico: Ricardo Gomes

SANTA CRUZ: Tiago Cardoso, Vítor(Arthur), Danny Morais, Walter Guimarães e Roberto; Uillian Correia, Marcílio, Léo Moura, Fernando Gabriel(Leandrinho)e João Paulo; Grafite(Keno)

Técnico: Milton Mendes

Árbitro: Braulio da Silva Machado (SC)

Assistentes: Rodrigo Henrique Corrêa (Fifa-RJ) e Clovis Amaral da Silva (PE)

Público: 5423 presentes (5033 pagantes)

Renda: R$ 126.920,00

Cartões amarelos: Vítor, Marcílio e Leandrinho (Santa Cruz); Bruno Silva (Botafogo)

Gols: BOTAFOGO: Sassá, a 1, e Neilton aos 17 minutos do primeiro tempo. SANTA CRUZ: João Paulo aos três minutos do segundo tempo.

Local: Estádio Municipal Radialista Mário Helênio, em Juiz de Fora (MG)

Outros jogos da rodada pela Série  (fonte: site CBF)

Jogos de sábado

Fluminense 0 x 0 Coritiba

Em Volta Redonda (RJ), Fluminense e Coritiba abriram a 13ª rodada do Brasileirão sem muita emoção. Apesar dos objetivos claros, os times pouco criaram e não saíram do 0 a 0. Entre as chances do Flu no primeiro tempo, Henrique cabeceou na trave, enquanto Dudu e Wellington Silva obrigaram o goleiro Wilson a fazer boas defesas. O Coxa chegou perto com Leandro, parado em Diego Cavalieri. No segundo tempo, o Fluminense seguiu dominando um pouco mais, criando chances com Edson e Wellington Silva, mas não teve sucesso nas finalizações. A melhor chance do Coritiba foi desperdiçada por Kleber, aos 42 minutos. Após Luccas Claro carregar o contra-ataque, o Gladiador ficou na cara do gol, mas chutou para fora.

Atlético-PR 1 x 0 América-MG

Jogando em casa, o Atlético-PR foi superior diante do América-MG e criou as melhores oportunidades da partida. Na melhor chance do primeiro tempo, Vinícius cabeceou bem, e a bola passou muito perto da trave mineira. Bem posicionado, o Coelho pouco criou, mas foi bem na marcação. O Furacão conseguiu o gol da vitória no segundo tempo. Após cobrança de escanteio, a bola sobrou para Nikão, que pegou de primeira e bateu de longe: 1 a 0.

Jogos de domingo

  Internacional 0 x 1 Grêmio

Diante de mais de 40 mil pessoas no Beira-Rio, o Inter foi dominado pelo Grêmio no primeiro tempo da partida. A equipe tricolor abriu o placar aos 19 minutos, com Douglas. Após chute de Everton, o goleiro Muriel deu rebote, e o meia aproveitou a sobra para marcar. Na volta do intervalo, o Colorado se impôs e dominou o segundo tempo. Apesar das boas chances com Gustavo Ferrareis, Vitinho e Paulão, o Inter não conseguiu reverter o placar.

 Cruzeiro 2 x 2 Vitória

Cruzeiro e Vitória farão uma sequência de três partidas nos próximos 17 dias. Neste domingo, os times empataram em 2 a 2 no primeiro confronto. Depois, nos dias 6 e 20, eles voltam a se enfrentar pela terceira fase da Copa do Brasil. No Mineirão, Alisson abriu o placar para o time da casa aos 23 minutos do primeiro tempo. Após Arrascaeta rolar para dentro da área, o meia dominou sozinho e bateu rasteiro para marcar. Aos oito do segundo tempo, foi a vez de Arrascaeta fazer o dele. Riascos tocou de letra para o uruguaio, que chutou forte e ampliou para a Raposa. O Vitória, que pressionou muito durante toda a partida, conseguiu descontar de pênalti. Aos 19 minutos, após driblar dois marcadores, Marinho foi derrubado. Diego Renan cobrou no canto direito do goleiro Fábio e diminuiu. Aos 37, o Leão conseguiu o empate. Destaque na partida, Marinho fez boa jogada dentro da área, e a bola sobrou para Vander bater colocado e deixar tudo igual: 2 a 2.

Romero marcou dois. Corinthians fez os quatro gols sobre o Flamengo na segunda etapa em Itaquera

Romero marcou dois. Corinthians fez os quatro gols sobre o Flamengo na segunda etapa em Itaquera

Corinthians 4 x 0 Flamengo

Na Arena Corinthians, o Flamengo dominou o primeiro tempo diante do time da casa e teve a melhor chance aos 14 minutos. Após Alan Patrick cobrar escanteio, a bola ficou na área, e Cássio salvou dois chutes, de Marcelo Cirino e Rafael Vaz. O time rubro-negro ainda chegou perto com chute de Ederson, que acertou a trave. No rebote, Alan Patrick tentou, mas também não conseguiu marcar. O Timão voltou do intervalo mais motivado e conseguiu abrir o placar aos 14 minutos. Após escanteio e bate-rebate na área, a bola sobrou limpa para Ángel Romero marcar. O Corinthians seguiu pressionando, sem dar chances para o Flamengo. Aos 32, o time da casa aumentou a vantagem com Guilherme, que recebeu de Romero e bateu no canto direito do goleiro Muralha. Sem tempo para comemorar, o Corinthians marcou o terceiro dois minutos depois. Instantes depois de entrar no lugar de Giovanni Augusto, Rildo pegou rebote do goleiro rubro-negro e marcou o terceiro. Nos acréscimos, Romero marcou o segundo dele na partida e fechou a conta: 4 a 0.

Santos 3 x 0 Chapecoense

Na Vila Belmiro, o Santos fez o dever de casa diante da Chapecoense e entrou no G-4. Aos 16 minutos do segundo tempo, Copete deu passe para Rodrigão tocar na saída do goleiro Danilo e marcar seu primeiro gol na Vila. Quatro minutos depois, Lucas Lima cobrou escanteio, Renato desviou e Copete mandou para o fundo das redes. No final da partida, Yuri chutou de fora da área e fechou o placar: 3 a 0.

Ponte Preta 1 x 0 São Paulo

Também jogando em casa, a Ponte Preta derrotou o São Paulo pelo placar mínimo e começa a enxergar o G-4 mais próximo. Aos 11 minutos do segundo tempo, Clayson tabelou com Reinaldo, e o lateral cruzou para Wellington Paulista finalizar. O goleiro Denis espalmou e, na sobra, Clayson garantiu a vitória por 1 a 0 da Macaca.

Figueirense 1 x 1 Atlético-MG

Em Florianópolis, Fred abriu o placar para o Atlético-MG logo aos sete minutos de jogo. Douglas Santos cruzou da linha de fundo e o camisa 99 marcou de cabeça. Na volta do intervalo, também aos sete minutos, o Figueirense empatou com Ermel. O atacante recebeu lançamento e ficou cara a cara com Victor para fazer 1 a 1. Aos 13, o Galo ficou sem Fred, expulso após acertar o rosto de Elicarlos, e jogou mais recuado. O Figueira também não criou muito, e o placar não foi alterado.

Com 20 pontos, o Atlético-MG ocupa o nono lugar na tabela da Série A. O Figueirense, com 15, ocupa a 16ª posição.

A 13ª rodada do Brasileirão ficará completa nesta segunda-feira (4), com a partida entre Sport e Palmeiras, às 20h, na Ilha do Retiro. O Verdão busca a vitória para voltar a ser líder isolado, enquanto o Leão briga para deixar a incômoda zona de rebaixamento.

 

Texto jogo do Botafogo: Cérix Ramon, com informações e textos dos outros jogos da rodada do site da CBF

Edição e supervisão: Ivan Elias, Toque de Bola

Fotos: Botafogo e site CBF

O Toque de Bola é administrado pela www.mistoquentecomunicacao.com.br


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


22 nov 2017
Basquete dos Intercolegiais: conheça todos os atletas campeões e veja as avaliações dos professores

22 nov 2017
JF Vôlei receita “foco e determinação” para buscar reação contra dois adversários diretos na pontuação

20 nov 2017
Com títulos e recordes, CRIA-UFJF brilha nos Jogos Escolares da Juventude

17 nov 2017
Rodrigo Rezende é 27º lugar no Mundial de Ginástica de Trampolim na Bulgária

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.