18 jun 2016

Pesadelo dos acréscimos volta a assombrar e Tupi cede empate ao Criciúma: 2 a 2



Decepção. Essa é a palavra que melhor descreve o resultado do Tupi contra o Criciúma, no Estádio Heriberto Hulsen. Um empate fora de casa, contra um adversário que estava invicto nos seus domínios, a princípio, é para se comemorar. Entretanto, o Galo estava à frente do placar até os 48 minutos do segundo tempo e, novamente, sofreu um revés nos instantes finais: 2 a 2.

Com o resultado, o Tupi sobe uma posição e sai da lanterna, somando cinco pontos após dez rodadas disputadas pelo primeiro turno da Série B do Campeonato Brasileiro. O Criciúma chega aos 17 pontos e cai para a sexta colocação.

Na próxima rodada, o Galo Carijó recebe o Bahia, em Juiz de Fora, terça-feira, 21, às 19h15, com cobertura nas redes sociais do Toque de Bola. Já o Tigre vai ao Serra Dourada, enfrentar o Vila Nova, também na terça-feira, 21, às 21h30.

Tupi chegou a virar o placar, mas entregou o ouro no último lance da partida, aumentando o drama do torcedor carijó na Série B

Tupi chegou a virar o placar, mas entregou o ouro no último lance da partida, aumentando o drama do torcedor carijó na Série B

Reencontro com o bom futebol

Por saber que o Criciúma estava 100% jogando em casa, o técnico Estevam Soares armou uma equipe defensiva. Entrou em campo sem Giancarlo e colocando maior volume no meio de campo do Tupi. Essa estratégia dificultou a vida do Tigre, que na primeira etapa teve pouquíssimas chances de gol.

A melhor oportunidade do Criciúma foi em falha da zaga alvinegra, quando acabou saindo o gol do Tigre. Aos 36 minutos, Rodolfo Mol caiu após dividida com Elvis e o camisa dez tocou para Hélio Paraíba apenas empurrar para as redes. A resposta do Tupi foi imediata. Hemrique cobrou falta na intermediária e achou Filipe Alves, livre, dentro da área, para tocar de cabeça e empatar a partida, dois minutos depois.

Do céu ao inferno

Os dois treinadores optaram por fazer mudanças no intervalo e voltaram para o segundo tempo buscando a vitória. O jogo ficou mais movimentado, com chances para as duas equipes e muita velocidade. Aos 17 minutos, o Tupi conseguiu o que parecia improvável. Após cruzamento para dentro da área, Vinicius Kiss dominou e bateu no canto do goleiro Luiz, virando o jogo para os mineiros.

Com o placar a seu favor, o Tupi continuou na retranca e explorando os contra ataques. A defesa se comportou de maneira sólida durante todo o jogo e se manteve assim até os instantes finais. Faltando poucos minutos, a pressão do Criciúma só aumentava e o torcedor Carijó ficou com o coração na mão, já que a equipe tomou vários gols nos últimos momentos de partidas anteriores.

Parte da torcida juiz-forana já comemorava o primeiro triunfo fora de casa, quando o árbitro assinalou escanteio para o Criciúma. Depois da cobrança, a bola sobrou para Jheimy, no último lance do jogo, empatar a partida. Em 10 jogos, o Tupi levou gols, após os 35 minutos do segundo tempo, em cinco oportunidades.

“Brincar de Messi”

Se o torcedor alvinegro já lamentava o time ter sofrido outro tento nos acréscimos, ainda houve um requinte de crueldade. Depois do gol de empate, houve tempo de o Tupi criar uma situação de gol. Diante do goleiro, na pequena área, Vinícius Kiss não bateu com força. Depois de ter feito um belo gol da virada, quando teve personalidade e escolheu o canto, desta vez a ideia não deu resultado. Ele preferiu “brincar de Messi” e encobrir o goleiro, que defendeu.

 

02 X 02 CRICIUMA X TUPI

 

FICHA TÉCNICA

CRICIÚMA 2 X 2 TUPI

TUPI: Rafael Santos; Henrique, Heitor, Rodolfo, Filipe Alves (Recife), Bruno Costa; Serrato, Jataí, Hiroshi (Giancarlo), Vinicius Kiss; Thiago Silvy (Jonathan);

Técnico Estevam Soares

CRICIÚMA: Luiz; Ezequiel, Raphael Silva, Nathan, João Afonso (Alex Maranhão); Marlon (Jheimy), Juninho (Roberto), Douglas Moreira, Elvis; Niltinho, Hélio Paraíba;

Técnico Roberto Cavalo

ARBITRAGEM: Fábio Filipus (PR); Daniel Cotrim de Carvalho (PR) e André Luiz Severo (PR);

GOLS: Hélio Paraíba (CRI), aos 36 do primeiro tempo, Filipe Alves (TUP), aos 38 do primeiro tempo, Vinicius Kiss (TUP), aos 17 do segundo tempo, e Jheimy, aos 38 do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS: Nathan, Ezequiel e Douglas Moreira (CRI); Thiago Silvy, Jonathan e Bruno Costa (TUP);

PÚBLICO: 3.739 presentes;

RENDA: R$ 45.160;

LOCAL: Estádio Heriberto Hulse, em Criciúma;

Estatística: (Fonte: Soccer Way)

 

Jogos de sábado

A 10ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro foi marcada pelo equilíbrio e, especificamente neste sábado (18), pelo bom desempenho dos visitantes. Os primeiros colocados da tabela de classificação tropeçaram neste sábado. O líder Vasco foi superado, em São Januário, pelo Paysandu pelo placar de 2 a 0. O segundo colocado, Atlético-GO, também foi surpreendido em casa, com derrota para o CRB, de virada, por 2 a 1. Outro mandante que teve problemas foi o Bahia, derrotado pelo Londrina por 2 a 1, e caiu do terceiro para o quarto lugar. Em Santa Catarina, o Criciúma ficou no 2 a 2 com o Tupi-MG. O empate, porém, foi bastante comemorado, já que o segundo gol do Tigre saiu aos 47 minutos da etapa final. A situação foi parecida com a do Náutico. O Timbu perdia por 1 a 0 para o Bragantino, mas buscou o 1 a 1 também aos 47 minutos no segundo tempo.

Vasco perdeu para o Paysandu por 2 a 0 em São Januário

Vasco perdeu para o Paysandu por 2 a 0 em São Januário

   Vasco 0 x 2 Paysandu

Com uma invencibilidade de 17 jogos em casa e na liderança da Série B, a expectativa do torcedor vascaíno para o jogo desta tarde era grande. O time de São Januário correspondeu e até começou melhor, acertando bola na trave com Nenê logo no primeiro minuto. O Paysandu, por sua vez, foi criar a primeira boa oportunidade somente aos 29 minutos, em cobrança de falta de Rafael Costa que, após desvio, parou em Martin Silva. Na etapa final, o Gigante da Colina seguiu pressionando, mas sem muito sucesso. Confirmado a velha máxima do futebol que diz que “quem não faz, leva”, o Papão abriu o placar aos 34 minutos. Edson Ratinho cruzou na área e Jhonnatan tocou de cabeça para o fundo da rede. Oito minutos depois, Jhonnatan apareceu bem novamente, driblou Martin Silva e deu números finais ao confronto: 2 a 0. Apesar do revés, o Vasco segue na liderança, com 22 pontos.

 Atlético-GO 1 x 2 CRB

No Serra Dourada, o Atlético-GO recebeu o CRB e saiu na frente já no segundo tempo. Aos 20 minutos, Júnior Viçosa cruzou para a área e Michel abriu o placar, com toque de cabeça no cantinho. Sete minutos depois, os alagoanos chegaram ao empate. Após cobrança de falta, o goleiro Marcos deu rebote e Adalberto deixou tudo igual. Quando o resultado já se encaminhava para a igualdade, aos 41, Éder acertou belo lançamento e Welinton Junior avançou livre no campo ofensivo. Na saída de Marcos, o atacante deu um lindo toque por cima para decretar uma grande virada regatina.

 Bahia 1 x 2 Londrina

Na Fonte Nova, o Londrina surpreendeu o Bahia com um gol relâmpago. Com menos de um minuto, Itamar recebeu passe de Rondinelly e tocou de calcanhar para Zé Rafael, que apareceu livre e balançou a rede. O Tricolor de Aço correu atrás e chegou ao empate aos 26 minutos. Em cobrança de falta, Juninho bateu com categoria e tirou qualquer chance do goleiro adversário fazer a defesa. Já no fim, quando o resultado se encaminhava para o empate, o Tubarão conseguiu a vitória em bom contra-ataque. Itamar puxou a jogada, tirou a marcação e serviu Jô. Sem marcação, o atacante fez o 2 a 1 e deu números finais ao confronto.

  Náutico 1 x 1 Bragantino

No Arruda, o Náutico recebeu o Bragantino e, após um primeiro tempo sem muita movimentação, saiu atrás no placar. Edson Sitta dominou na esquerda e cruzou para a área. O meia Watson fechou bem e balançou a rede. Já no fim, o Timbu conseguiu evitar a derrota. Aos 47 minutos, Bergson cobrou pênalti no meio do gol e garantiu um pontinho para os pernambucanos.

RESULTS 10A RODADA_TUPI CAMPEONATO BRASILEIRO SERIE B INSTAGRAM

  Oeste 1 x 3 Vila Nova

A partida entre Oeste e Vila Nova fechou a décima rodada da Série B do Campeonato Brasileiro na noite deste sábado, 18. Mesmo jogando fora de casa, na Arena Barueri, o Tigre venceu por 3 a 1 e ganhou três posições, subindo para o 11º lugar, com 13 pontos. Já o time de Itápolis caiu para o 12º lugar.

Oeste e Vila Nova fizeram tempos distintos. Na etapa inicial, não houve muitas chances claras de gol. Já nos últimos 45 minutos (mais um de acréscimo), não faltou emoção. O Tigre abriu o placar aos nove, com Jean Carlos aproveitando cruzamento de Fabinho. A equipe de Itápolis deixou tudo igual aos 32 minutos. Mateus Vargas cruzou para a área, Francisco Alex desviou e o goleiro Wagner Bueno espalmou. Na sobra, Marcus Vinícius ficou com o gol livre e só empurrou. Três minutos depois, os goianos ficaram na frente novamente. Robston aproveitou que Mazinho recuou errado para o goleiro e marcou o segundo. Já o fim, aos 46, o Vila ainda teve tempo para mais um, com Fabinho, e sacramentou o triunfo.

Em casa, Goiás superou por 2 a 0 o Avaí

Em casa, Goiás superou por 2 a 0 o Avaí

Jogos de sexta

Goiás 2 x 0 Avaí

No Serra Dourada, o Goiás dominou completamente o primeiro tempo e criou muitas chances de gol, mas parou no goleiro Renan, em noite inspirada, na maioria delas. O camisa 1 do Avaí, inclusive, defendeu um pênalti de Rafhael Lucas, aos 24 minutos. Na etapa final, quando o confronto se encaminhava para o empate em 0 a 0, o árbitro marcou mais uma penalidade máxima para o Esmeraldino, aos 33. Desta vez, o zagueiro Anderson Salles foi para a bola e abriu o placar. Já no fim, aos 41 minutos, Cassiano recebeu ótimo passe de Wagner, driblou o arqueiro adversário e garantiu o triunfo por 2 a 0.

Paraná 1 x 2 Luverdense

No Durival Britto, o Paraná largou na frente do placar aos 27 minutos, com gol de Murilo Rangel, que roubou a bola e bateu no cantinho. O Luverdense, no entanto, cresceu após o gol e passou a dominar as ações ofensivas. Após parar na trave uma vez, com Jean Patrick, o Verdão do Norte voltou ainda melhor na etapa final e chegou ao empate aos oito minutos, com bela cabeçada de Airton após escanteio. E a virada veio de forma relâmpago. No minuto seguinte, Jean Patrick levantou na área, Régis desviou e Hugo, também de cabeça, botou o time de Lucas do Rio Verde (MT) na frente. Os paranistas sentiram o golpe e ainda viram o adversário quase ampliar a vantagem diversas vezes, mas o placar ficou mesmo no 2 a 1.

Sampaio Corrêa 1 x 1 Brasil de Pelotas

No Castelão, depois de um primeiro tempo equilibrado e com poucas chances de gol, Sampaio Corrêa e Brasil-RS protagonizaram uma etapa final bastante movimentada. Os visitantes saíram na frente. Após cobrança de escanteio, aos 16 minutos, o goleiro Rodrigo Ramos não saiu bem do gol e Nathan abriu o placar para o time de Pelotas (RS). O empate, no entanto, veio três minutos depois. Estreando no Tricolor do Maranhão, Elias aproveitou cruzamento da direita e marcou de cabeça.

Joinville 1 x 1 Ceará

Joinville e Ceará abriram a noite de Série B nesta sexta-feira (17). Em partida iniciada às 19h15 (de Brasília), na Arena Joinville, o placar ficou em 1 a 1. O JEC largou na frente já no segundo tempo, com Fernando Viana, mas o Vozão não se entregou e conseguiu levar um ponto para Fortaleza (CE) com gol de Richardson.

CLASSIFICAÇÃO DA SÉRIE B APÓS DEZ RODADAS (fonte: CBF. Se preferir, clique sobre a arte para ampliar)

TABELA ATUALIZADA CAMPEONATO BRASILEIRO SÉRIE B

 

Texto jogo Tupi: Cérix Ramon, Toque de Bola, com informações da Rádio Globo Juiz de Fora e Première e supervisão e edição de Ivan Elias, Toque de Bola

Textos dos outros jogos da rodada: site CBF

Arte: Toque de Bola

Fotos: sites do Vasco, Goiás e Criciúma

Edição: Toque de Bola

O Toque de Bola é administrado por www.mistoquentecomunicacao.com.br


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


18 set 2017
Emoção marca abertura da Semana Paralímpica em Juiz de Fora

18 set 2017
Copa Prefeitura Bahamas de Futebol Amador: resultados e próximos jogos

16 set 2017
Diretoria do Tupi estuda manter preços promocionais para o jogo de volta

16 set 2017
Aílton cita título brasileiro de 96 pelo Grêmio, contra a Lusa, para animar jogadores

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.