20 maio 2016

Drubscky confirma mudanças. Jorginho elogia Carijó. Siga Vasco x Tupi nas redes sociais do Toque



Com as duas alterações antecipadas pelo Toque de Bola em matéria publicada no início da tarde de terça-feira, 17, o Tupi enfrenta o Vasco na tarde deste sábado, às 16h, no Estádio São Januário, no Rio de Janeiro, em seu segundo compromisso pela Série B do Campeonato Brasileiro. É a primeira vez na história do clube que o tradicional Carijó de Santa Terezinha disputa a segunda divisão do futebol brasileiro no formato de 20 equipes, com 38 jogos em ida e volta, pontos corridos.

Entre os torcedores do Tupi, há uma possibilidade que pode tornar a partia muito especial: o Vasco está invicto há 28 partidas. Será possível desbancá-lo em seus domínios?

    Cobertura

O Toque de Bola prepara mais uma cobertura especial. A partir de 15h30, as informações do jogo estarão nas redes sociais do Portal, com apoio de Plasc e Hiperroll Embalagens.

Siga na fanpage do Toque de Bola, a nossa página no facebook, Toque de Bola – Juiz de Fora,

no twitter – toquedebolajf e

no Instagram – toquedebolajf.

VASCO X TUPI_INSTAGRAM-FACE

 

  Em dois setores

Conforme o treinador Ricardo Drubscky havia praticamente antecipado – sem confirmar nomes, porém, na oportunidade – à reportagem do Toque de Bola após o treino da manhã de terça-feira, o zagueiro Rodolfo Mol acabou ganhando mesmo uma vaga entre os titulares. O nome dele foi publicado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF na tarde desta quinta-feira, o que tranquilizou a Comissão Técnica da equipe. Hélder deixa o time. No meio-campo, também é bastante provável que Marcos Serrato comece jogando na vaga de Recife, que iniciou o jogo diante do Goiás – derrota por 1 a 0, na sexta-feira, 13, noite de estreia alvinegra na competição, no Estádio Municipal Radialista Mário Helênio.

  Susto e vaga

O Vasco vem de um susto na Copa do Brasil. Em partida disputada também em São Januário, na quarta-feira, a equipe cruzmaltina não se apresentou bem, principalmente no primeiro tempo, e perdia para o CRB, de Alagoas, por 1 a 0, resultado que levaria a definição da vaga para a cobrança de pênaltis. Numa demonstração que a fase é favorável, o treinador Jorginho lançou o zagueiro Rafael Vaz no ataque, na vaga de Thales, e o Vaz empatou a partida nos acréscimos, assegurando não só a vaga como a manutenção da invencibilidade vascaína – agora 28 jogos sem perder.

  Sem pensar

Em entrevista concedida nesta sexta-feira, Drubscky disse que a melhor maneira de enfrentar uma equipe que vem numa fase em que tudo parece dar certo é entrar em campo sem ficar pensando nisso:   “Esse lado da estatística, o retrospecto dessa ou daquela equipe, numa partida de 90 minutos não vale muito. Espero que a equipe se mantenha firme no jogo. Vamos enfrentar uma equipe poderosa, bicampeã estadual, um dos gigantes do Brasil, mas vamos enfrentar um 11 dentro de campo, daquele tempo que nos é permitido enfrentar e não vamos ficar lembrando e pensando nisso. Esperamos  assim desempenhar grande parte daquilo que viemos trabalhando”.

O técnico alvinegro reforçou que o time juiz-forano está em formação, e com muitas alterações em comparação com o elenco que participou do Campeonato Mineiro, encerrado em abril. ”Equipe está bem preparada dentro do limite de tempo que nós tínhamos e dentro das condições que nós conseguimos criar. O tempo ainda é muito curto. Espero que a equipe mostre bastante coisa daquilo que a gente vem treinando e que vá consolidando a sua maneira de jogar. Foram muitas mudanças da equipe que jogou o Campeonato Mineiro para essa equipe agora. É aquele estágio inicial de armação da equipe, esperamos consolidar esses conceitos que estamos trabalhando”.

Jorginho sobre o Tupi: É uma equipe que defensivamente se arma muito bem. Eles procuram sair com rapidez para os contra-ataques. "Um time relativamente alto e muito forte na bola parada"

Jorginho sobre o Tupi: É uma equipe que defensivamente se arma muito bem. Eles procuram sair com rapidez para os contra-ataques. “Um time relativamente alto e muito forte na bola parada”

   Dificuldades

O treinador do Vasco, Jorginho, citou o próprio jogo da Copa do Brasil para justificar que não espera partida fácil diante do Tupi: “É só mostrar o vídeo do CRB para mostrar que não teremos moleza na Série B”, destacou. Ele confirmou que Madson segue fora do time. Para receber o Carijó, a formação terá Pikachu na lateral-direita (na equipe carioca, ele costuma desempenhar outras funções) e Júlio santos voltando a ser escalado no meio-campo.

 Por dentro do Tupi

Jorginho revelou sua expectativa para o duelo contra os mineiros. Além de elogiar o próximo rival do Almirante, o treinador confirmou a ausência de Madson no segundo compromisso no torneio nacional. O substituto do lateral-direito será Yago Pikachu. “É uma equipe que defensivamente se arma muito bem. Eles procuram sair com rapidez para os contra-ataques. Um time relativamente alto e muito forte na bola parada. Temos que estar muito atentos em relação à isso. Ao que tudo indica, o Madson estará novamente à disposição somente contra o Vila Nova. Contra o Tupi, ele não poderá atuar. Iremos entrar em campo com o Yago Pikachu”, afirmou o técnico.

Invicto há 28 jogos, o Vasco da Gama contará com alguns reforços para a sequência da temporada. Além do meio-campo Guilherme Costa e do atacante Leandrão, que retornam de empréstimo, o Gigante da Colina acertou as contratações do armador Fellype Gabriel e do volante William Oliveira. Durante sua entrevista coletiva, o treinador Jorginho falou um pouco sobre a situação de cada um deles.

– O Leandrão e o Guilherme estão recebendo uma atenção especial na parte física. Os dois ficaram defasados nesse aspecto, em virtude da forma de trabalho do  Boavista ser diferente da nossa. Os testes mostraram que eles estão abaixo e estamos recuperando isso. O Fellype já conhecemos muito bem. É um jogador que pode jogar em muitas posições no meio e que será importante na nossa caminhada no Brasileiro e na Copa do Brasil. Ele chegou aqui bem, não está machucado, mas precisa ajustar a parte física. E o William se destacou no Carioca, inclusive no jogo contra a gente. Tem muita força, marca forte e chega bem à frente – declarou o comandante vascaíno.

Mol estreia: "Precisamos dar um passo de casa vez. O primeiro é permanecer na Série B. Depois, brigar por outros objetivos”

Mol estreia: “Precisamos dar um passo de casa vez. O primeiro é permanecer na Série B. Depois, brigar por outros objetivos”

   Mol: “Atento sempre”

Prestes a completar 27 anos, Rodolfo Mol ele se considera experiente, mas não esconde que 2016 tem tudo para ser um dos principais momentos de sua carreira. Mineiro de Itabira (MG), atualmente sua família mora em Belo Horizonte, onde também tem muitos amigos. Por isso, acredita que o Tupi ganhou novos e numerosos torcedores na capital do estado.  Rodolfo fez a base no Cruzeiro. Depois, vestiu a camisa de Joinville, Juventude, Rio Branco (SP), União Barbarense (SP), Moto Clube (MA), São Luís (RS) e Uberlândia. No auge da carreira, ele acredita que o Tupi tem tudo para fazer um bom papel.

“A minha expectativa é a melhor possível. Sabemos que é uma competição muito difícil é preciso estar atento sempre. Tem muitas equipes fortes. Precisamos dar um passo de casa vez. O primeiro é permanecer na Série B. Depois, brigar por outros objetivos”, destacou.

O atleta disputou a Série B em 2009, pelo Juventude, mas teve poucas oportunidades: era muito jovem naquela época. Agora, Rodolfo acredita que chegou a hora de mostrar o seu futebol na Segundona.

“Minha expectativa está toda voltada para essa disputa. Temos um grupo jovem, mas de jogadores que querem algo. Dá para perceber isso nos treinamentos. Futebol é isso. Quando se trabalha com quem quer, as coisas acontecem. Se conseguirmos colocar em prática a filosofia do técnico Ricardo Drubscky, tenho certeza que faremos uma grande competição”, finalizou o zagueiro carijó.

  Prováveis formações:

Tupi: Glaysson: Filippe Formiga, Heitor, Rodolfo Mol e Bruno Costa; Rafael Jataí, Jonathan, Filipe Alves e Marcos Serrato; Thiago Silvy e Giancarlo. Treinador: Ricardo Drubscky.

Vasco: Martin Silva; Pikachu, Rodrigo, Luan e Júlio César; Julio Santos, Marcelo Mattos, Andrezinho e Jorge Henrique; Nenê e Thales.

Árbitro: Francisco Carlos do Nascimento, auxiliado por Pedro Jorge Santos de Araújo e Brigida Cirilo Ferreira., trio de arbitragem da Federação de Alagoas.

 

Texto: Toque de Bola, com informações complementares da assessoria do Tupi

Arte: Toque de Bola

Fotos: Tupi e Vasco

O Toque de Bola é administrado pela www.mistoquentecomunicacao.com.br

 

 


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


15 ago 2017
Futsal: goleada garante Sesi Juiz de Fora na semifinal do Campeonato Mineiro Sub-13 do Interior

14 ago 2017
Papa-títulos ataca outra vez! Cruzeirinho bate Valadares com gol de Lucas e conquista Super Copa

11 ago 2017
Em semana de rescisões de contrato, Tupi foca no Macaé

10 ago 2017
Josué Teixeira, campeão em 2014, é a última cartada do Macaé para reagir na Série C

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.