23 out 2015

Leston não crava permanência e brinca com a própria frase: “O copo está transbordando”



Após comparecer à Câmara Municipal na manhã desta sexta-feira, 23, quando o Tupi recebeu Moção de Aplauso pela classificação para a Série B do Campeonato Brasileiro, o treinador Leston Júnior disse ao Toque de Bola, em meio às fotos solicitadas por estudante do Colégio Stella Matutina, que só após o final da campanha carijó na Série C vai decidir o seu futuro profissional.

O treinador falou ainda sobre o destino caprichoso que o fez vibrar com o acesso um ano depois da frustração vivida quando dirigia o Madureira, lembrou da chegada ao clube de Santa Terezinha ainda no Campeonato Mineiro, quando precisava recompor o elenco depois de uma campanha fraca, e afirmou que as três derrotas consecutivas ao final da fase de classificação tornaram-se importantes para o grupo se unir ainda mais pelo acesso.

Na resposta final, brincou com uma das frases ditas por ele mesmo durante a caminhada na Série C. Perguntado se agora o copo estava cheio ou vazio, respondeu, sorrindo: “O copo está transbordando”

 

Toque de Bola: Como foi a comemoração do aniversário no vestiário, com os jogadores, eufóricos, gritando o “Parabéns Pra Você” em Arapiraca?

Leston:  “Foi muito bacana. Quis o destino que a história fosse diferente esse ano. No ano passado, vivi uma experiência completamente diferente, que foi perder o acesso exatamente no dia do meu aniversário. E quiseram os deuses do futebol que esse ano fosse maravilhoso da forma que foi, emoção dupla, da conquista de um grande feito, mas principalmente do carinho de todas as pessoas que viveram quase o ano todo comigo, e puderam naquele momento ali fazer eu sentir uma emoção única, que vai ficar marcada para toda a minha vida.”

 

Nota da redação: o “Parabéns Pra Você” está registrado em vídeo já publicado na fanpage do Toque de Bola.

Link: https://www.facebook.com/toquedebola

 

Toque de Bola:  A sua chegada duas semanas antes de terminar o Campeonato Mineiro está entre os fatores determinantes?  O reconhecimento do elenco do Mineiro e a montagem para o Brasileiro?

Leston: Acredito que tenha sido a lealdade, a verdade, na relação principalmente com o Cloves. No momento em que eu acertei a vinda para cá, fizemos os dois jogos do Campeonato Mineiro. Onde nós sentamos e ali conseguimos direcionar o trabalho que pudesse aumentar nossa possibilidade de êxito ao final da competição. A primeira reunião após o Campeonato Mineiro foi uma reunião durante o processo tudo que acontecia nós voltávamos naquelas palavras, de não medir esforços para que o objetivo fosse alcançado. E essa relação acabou se estendendo para toda a Comissão Técnica, todos os atletas. De muita transparência e verdade. Não tenho dúvidas que foi preponderante para que a gente pudesse estar aqui hoje comemorando esse acesso.

Leston Júnior fala na Câmara Municipal após homenagem recebida pelo Tupi. Depois, ao Toque de Bola, lembrou da importância de ter chegado ao clube ainda no Campeonato Mineiro para recompor o elenco

Leston Júnior fala na Câmara Municipal após homenagem recebida pelo Tupi. Depois, ao Toque de Bola, lembrou da importância de ter chegado ao clube ainda no Campeonato Mineiro para recompor o elenco

 

Toque de Bola: Aquelas derrotas nos três últimos jogos da primeira fase. O Tupi já estava classificado, mas o torcedor ficou um pouco preocupado com a maneira com que o Tupi perdeu. Talvez mais até naquele último jogo diante da torcida – os outros dois ocorreram fora de casa.  No grupo, a sequência também trouxe algum desconforto? Como foi essa situação internamente?

Leston: As dificuldades, quando você consegue direcionar bem isso, elas servem muito mais de estímulo que qualquer outro tipo de sentimento. Aquelas derrotas foram oportunas por demonstrar algumas situações que a gente precisava melhorar. Mas, acima de tudo, trouxeram para o grupo um sentimento. Porque num grupo que perdeu tão pouco ao longo da competição, as três derrotas fizeram com que o grupo se unisse muito, em busca de provar naquele momento decisivo, que eram os dois jogos contra o ASA, a sua real capacidade. Um grupo que ficou 18 rodadas dentro das três primeiras posições não podia deixar de conquistar o acesso. Porque demonstrou constância e qualidade. E não seriam as três derrotas que iriam apagar tudo aquilo. E tivemos a felicidade de concretizar esse acesso com duas vitórias contundentes contra um grande adversário. Essa marca vai ficar registrada como uma subida contundente. Do primeiro ao último momento, o Tupi sempre na frente, sempre brigando por este objetivo do acesso. Tomara que a gente tenha força para brigar por uma coisa ainda maior que é o título.

 

Toque de Bola: Pergunta inevitável, que é a do torcedor: você fica?

Leston: Vamos fazer da melhor maneira possível essa semifinal, torcendo para chegar à final. Aí, após o término da competição,  vamos sentar com a direção e ver aquilo que é melhor para o Leston Júnior profissional e, claro, também, para a instituição.

 

Toque de Bola: Entre algumas frases que você falou e ficaram marcadas como “Isso aqui não é o Barcelona” (quando questionado por um repórter sobre ter desperdiçado chances no primeiro tempo) e “copo cheio, copo vazio” (quando o time deixava de ganhar os jogos mas permanecia entre os primeiros da chave. Agora o copo está cheio?

Leston: O copo está transbordando (risos)

 

Texto: Ivan Elias – Toque de Bola

Foto: Cérix Ramon – Câmara Municipal de Juiz de Fora

O Toque de Bola é administrado pela www.mistoquentecomunicacao.com.br


Voltar

Uma Resposta to “Leston não crava permanência e brinca com a própria frase: “O copo está transbordando””

  1. Renato Berg JF-MG
    24/10/2015 às 17:03

    Parabéns ao Léston jr p/ sua determinação e competência, pois c/ todas as diversidades, soube ter em seu controle os jogadores no elenco, tendo também a ousadia e competência de mudar táticas de jogos de acordo c/ as partidas realizadas, pois nas 2 partidas finais(mata-mata), abriu mão de não jogar c/ 1 centravante, colocando um meia, o Caio Wilker, onde fortaleceu mais a defesa e conseguiu fazer os contra ataques rápidos e jogadas surpresas em bolas paradas nas cobranças de falta e escanteios do Marco Goiano. Os torcedores do Tupi agradecem ao seu belo trabalho e a todos jogadores ,Comissão Técnica e a Diretoria pelo acesso a Serie “B” tão esperando.

Deixe uma resposta

Notícias


22 nov 2017
Basquete dos Intercolegiais: conheça todos os atletas campeões e veja as avaliações dos professores

22 nov 2017
JF Vôlei receita “foco e determinação” para buscar reação contra dois adversários diretos na pontuação

20 nov 2017
Com títulos e recordes, CRIA-UFJF brilha nos Jogos Escolares da Juventude

17 nov 2017
Rodrigo Rezende é 27º lugar no Mundial de Ginástica de Trampolim na Bulgária

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.