03 set 2015

São Paulo destaca reestreia do juizforano Daniel “Messi”, ex-Cruzeiro e Botafogo



Em meio a diversas polêmicas de arbitragem, a 22ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro, na noite de quarta-feira, 2,  foi especial para um jogador, ao marcar a reestreia do meia ofensivo juizforano Daniel, revelado no Cruzeiro, com passagens pelas categorias de base da seleção brasileira, e uma temporada promissora no Botafogo, abreviada por uma séria contusão em 2014.

Quando atuava pela equipe carioca, Daniel chegou a marcar três gols numa só partida – 6 a 0 do Glorioso sobre o Criciúma, no Maracanã, em 10 de maio, – e quatro dias depois começou como titular em Juiz de Fora – acabou sendo substituído por Lucas – em partida que o Botafogo acabou sendo derrotado pelo Goiás por 2 a 0.

Um ano depois da contusão, Daniel atuou pelo São Paulo em parte do segundo tempo, no empate em 0 a 0 diante do Joinville, com mando de campo da equipe catarinense.

Instantes depois da partida, o site oficial do tricolor do Morumbi publicou a seguinte matéria:

Daniel entra na vaga de Michel Bastos: a volta ao gramado, um ano depois  da contusão no joelho

Daniel entra na vaga de Michel Bastos: a volta ao gramado, um ano depois da contusão no joelho

“Realizado”, Daniel festeja estreia sem restrição
Após praticamente um ano de intensa recuperação após lesão no joelho, camisa 29 pôde atuar novamente

“Durante o duelo com o Joinville (0 x 0) na noite desta quarta-feira (2), em Santa Catarina, o técnico Juan Carlos Osorio promoveu a estreia do meia-atacante Daniel, que entrou no lugar de Michel Bastos no segundo tempo. A alteração poderia ser mais uma ‘normal’, destas de jogo, mas certamente foi especial para o ex-jogador do Botafogo. Recuperado de lesão ligamentar no joelho direito, o armador pôde vestir pela primeira vez a camisa do clube após meses de intensa recuperação, que o tiraram dos gramados desde setembro de 2014.

“Estou muito feliz por ter estreado, porque foi uma conquista muito significativa para mim. Depois de ficar quase um ano sem jogar, foi realmente uma grande realização apesar de não sairmos de campo com a vitória”, festejou o jogador assim que a bola parou de rolar na Arena Joinville.

E logo no seu primeiro compromisso pelo Tricolor, o camisa 29 passou perto de balançar as redes e coroar o seu retorno ao futebol com um belo gol. Em rápido contragolpe pela direita, Daniel bateu firme, rasteiro, cruzado, mas a bola passou rente a trave e por pouco não garantiu os três pontos ao São Paulo, que teve outras boas oportunidades para arrancar os três pontos diante dos catarinenses.

“Quando o Osorio me chamou, eu estava focado em ajudar o time. A gente precisava de um gol, e por um detalhe não conseguiu marcar. Depois do jogo, a ficha caiu neste meu retorno ao futebol e passou um filme na minha cabeça, porque passei por momentos difíceis com a lesão. Mas, agora, estou 100% recuperado, me senti confiante e sem restrição”, acrescentou.

Com o resultado, o ‘fragilizado tricolor’ – com uma série de baixas -, seguiu na cola dos líderes e entrou no G-4 enquanto aguarda o desfecho da rodada. Agora, a equipe detém 35 pontos. No próximo sábado (5), no Morumbi, o Tricolor receberá o Internacional tentando acumular o quarto jogo consecutivo de invencibilidade.”

  Veja também a matéria publicada pelo site do clube paulista na terça-feira (dia 1°), quando foi relacionado

 

Relacionado, Daniel é apresentado e veste a camisa: “Felicidade imensa”

“Após meses de intensa recuperação e muito empenho para cumprir todas as etapas no processo de fisioterapia, o meia-atacante Daniel finalmente poderá estrear pelo Tricolor. Nesta terça-feira (1º de setembro), depois de ser informado pelo coordenador técnico Milton Cruz que seria relacionado pela primeira vez, o jogador foi apresentado oficialmente pelo clube e agora vive a expectativa de poder defender o São Paulo. Liberado pelo Departamento Médico, o meia seguirá com a delegação para Santa Catarina, onde o Tricolor visitará o Joinville pelo Campeonato Brasileiro.

Das mãos do diretor Rubens Moreno, que desejou sorte ao ex-atleta do Botafogo, o armador recebeu a camisa 29. “Temos muita expectativa sobre ele. O Daniel está conosco há algum tempo, já está recuperado e totalmente integrado. Ele volta em um momento importante e tem treinado muito bem. É motivo de muita alegria apresentá-lo no dia em que está sendo relacionado. Volta em plenas condições e em um jogo importante”, afirmou o dirigente são-paulino.

Com uma lesão no ligamento cruzado do joelho direito – sofrida enquanto defendia o Botafogo -, Daniel apostou na excelência do REFFIS para se recuperar. Não apenas pela extrema eficiência do trabalho desenvolvido, conhecido mundialmente, mas também pelo ambiente agradável que o clube proporciona tanto aos seus jogadores quanto àqueles que estão se reabilitando, o departamento foi o grande aliado do jogador neste período.

Revelado nas categorias de base do Cruzeiro, o atleta seguiu para a equipe carioca em março de 2013. No Rio de Janeiro, o meia-atacante se destacou já nos juniores do Botafogo e foi promovido ao profissional. No início da temporada 2014, já integrado ao time principal, Daniel mostrou o seu potencial e ganhou notoriedade na disputa do Campeonato Brasileiro. No dia 3 de setembro do ano passado, Daniel sofreu a lesão durante a vitória botafoguense sobre o Ceará, por 4 a 3.

No dia 8 de janeiro de 2015, o meia foi submetido a uma nova cirurgia para reconstrução do ligamento cruzado anterior do joelho direito e sutura do menisco. Imediatamente após receber alta, o jogador deu o pontapé inicial no processo fisioterápico. Após meses de intensa recuperação, Daniel aprimorou a forma física no Centro de Treinamento da Barra Funda. Sempre supervisionado por membros do Departamento Médico, o atleta reuniu condições para poder ficar pela primeira vez à disposição.

“Nenhum jogador gosta de se machucar, mas são coisas que estamos expostos. Aconteceu e encarei com muita dedicação, com ajuda de muita gente do São Paulo, da família e de amigos. A felicidade é imensa de voltar a fazer o que gosto depois de um longo tempo de recuperação. Foi bem difícil, logo no começo da minha carreira, mas o pior foi quando recebi a notícia de uma lesão séria e com uma recuperação longa, acima de seis meses. Depois de alguns dias caiu a ficha e o pensamento foi total na recuperação para voltar. Sabia que aqui seria o melhor lugar para eu me recuperar com a ajuda do REFFIS. É um sonho vestir a camisa do São Paulo, E isso que pesou para eu vir”, afirmou.

A sua versatilidade atuando no sistema ofensivo, aliás, pode ser uma das armas do técnico Juan Carlos Osorio para a sequência do ano. Por onde passou, o meia-atacante demonstrou que tem facilidade para atuar pelas beiradas do campo e centralizado. “Me sinto à vontade para jogar como meia armador, minha posição de origem desde a base, mas gosto de jogar também pelas beiradas. Acredito que é o que o Osorio utiliza. Gosto também de jogar como segundo atacante, esperando contra-ataques e usando velocidade e boa capacidade de finalização. Gosto de jogar também como meia armador, mas tenho característica diferente do Ganso. Não teria problema em jogar junto com ele, porque gosto de jogar também pelas beiradas”, opinou o jogador, sem esconder a ansiedade pelo retorno após praticamente um ano de recuperação.

“A saudade da atmosfera do estádio em um jogo importante é imensa. Fico na expectativa, sim, de poder entrar e mostrar o meu futebol. Mas tudo é no seu tempo. A comissão sabe a melhor hora. Se for nesse jogo, ficarei muito feliz”, finalizou Daniel, que durante a coletiva de imprensa foi elogiado pelo zagueiro Breno. O defensor apareceu na sala de imprensa e brincou com o defensor. “Eu o acompanhei esse tempo todo. Só tenho a desejar tudo de bom e felicidade. Ele já é um vencedor por ter passado essa fase difícil. O apelido dele é Daniel Messi, para quem não sabe”, revelou o camisa 33.”

 

 

Texto inicial: Toque de Bola

Textos maiores e foto Rubens Chiri/saopaulofc.net: site oficial do São Paulo

O Toque de Bola é administrado pela www.mistoquentecomunicacao.com.br


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


21 set 2017
Tupi pode ter até quatro desfalques. Aílton receita “guerrear e batalhar demais para conseguir o objetivo”

20 set 2017
Tupi fecha treino. Fortaleza em Sampa. Marcelo apita. Ingressos, gramado, reconhecimento, recepção. Veja o diário da decisão

20 set 2017
Copa Prefeitura Bahamas de Futebol Amador: resultados e próximos jogos

19 set 2017
Com vídeo! Evaldo anula Éder, domina, toca para os companheiros e emenda: “Tupi tem totais condições de reverter”

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.