01 ago 2015

Bruno Aquino desencanta, mas Tupi só empata com Tombense. Mapa do acesso carijó tem oito jogos



No segundo embate mineiro desta Série C, Tupi e Tombense empataram em 1 a 1 na tarde do sábado, 1º, no Estádio Municipal Radialista Mário Helênio. Gedeílson abriu o placar, em pênalti polêmico, aos 10 minutos do primeiro tempo para os visitantes. Bruno Aquino, que entrou na segunda etapa, empatou. O resultado manteve o Carijó no G4. Contudo, esta foi a sexta partida seguida sem vitória do Alvinegro. Mesmo com a sequência, o treinador Leston Júnior garantiu que a equipe irá se classificar.

Novidade na escalação

Antes da bola rolar, uma novidade na escalação carijó. O zagueiro Sidimar entrou na vaga de Leandro Euzébio, que não treinou durante a semana por lesão. Ênio estava cotado, mas Leston Júnior optou pela estreia do jogador revelado pelo Atlético-MG: “O Sidimar jogou dez jogos do Módulo II no primeiro semestre pelo Ipatinga e está com um ritmo de jogo melhor. Eu já conheço o atleta e confio nele”, declarou o treinador.

DSCN2584

Pênalti polêmico

A partida começou com as duas equipes buscando as jogadas pelas beiradas de campo. Com 10 minutos de bola rolando, um lançamento longo na ponta esquerda para Rafael Pernão, que fez o cruzamento rasteiro dentro da área para Magnum. O meia dominou a bola e foi derrubado por Osmar. O árbitro marcou a penalidade e, na cobrança, o lateral Gedeílson bateu de perna direita deslocando o goleiro Glaysson e abrindo o placar: 1 a 0.

Gedeilson cobra o pênalti e abre o placar para o Tombense. (Foto: Divulgação)

Gedeilson cobra o pênalti e abre o placar para o Tombense. (Foto: Divulgação)

 

Cinco minutos de pressão

Após o gol, o Tupi só foi se recuperar no jogo aos 30 minutos. Marco Goiano dividiu com o lateral Jefinho e acabou se lesionando. Leston Júnior mandou a campo o atacante Ramon, que entrou bem. Em sua primeira jogada, ele invadiu a área pela direita e rolou para Kaio Wilker, que de canhota, mandou por cima. Na sequência, Ramon saiu da direita e entrou driblando pelo meio, bateu cruzado de perna esquerda e a bola passou tirando tinta da trave. Sentindo o bom momento, o Tupi escapou em velocidade pela esquerda com Felipe Augusto, que entrou na área e chutou cruzado com muito perigo. Isso tudo em menos de cinco minutos, mas o Tombense segurou a pressão e manteve o resultado.

Times para frente

No intervalo, o Tupi fez sua segunda mudança, Vinicius Kiss entrou na vaga de Felipe Augusto. A segunda etapa começou com dois sustos para o torcedor carijó. Gedeilson deixou Fabrício Soares no chão e chutou para a defesa de Glaysson. Na sequência, falta pela direita, Magnum cruzou e Mateus subiu no meio da zaga e cabeceou na trave. O Carijó reagiu na sequência: Osmar pela direita finalizou muito forte, Darley espalmou para fora da área, Kaio Wilker recolheu e foi derrubado na entrada da área. Ele mesmo cobrou e mandou para fora.

DSCN2589

Desencantou

A paciência do torcedor se esgotou com o camisa 10 carijó, e Wilker saiu para a entrada de Bruno Aquino. Aos 20 minutos, bola em profundidade para Daniel Morais, que dividiu com o goleiro Darley e, no rebote, Bruno Aquino finalizou para o gol vazio. Empate do Tupi: 1 a 1.

Com o gol, o jogo ganhou em emoção. Os dois times buscaram mais o ataque e os treinadores efetuaram substituições ofensivas. Tombense chegou com Douglas e João Paulo e o Tupi com Ramon e Daniel Morais, mas nenhuma das duas conseguiu balançar as redes. Fim de jogo: Tupi 1 x 1 Tombense.

Jejum em casa

Na saída de campo, o capitão carijó Osmar lamentou o retrospecto negativo em casa: “Incomoda essa sequência sem vencer, dentro de casa a gente tem que ganhar. Nosso retrospecto fora é muito bom, temos que igualar isso em casa. Agora é ter tranquilidade, trabalhar forte, temos jogadores com potencial e precisamos melhorar o nosso retrospecto em casa, porque está muito ruim”, comentou.

O autor do gol, Bruno Aquino, enalteceu a disposição do Carijó: “Equipe mostra que tem raça. Fico feliz pelo gol, mas não veio a vitória. Temos vontade de ganhar aqui, mas não sei o que falta para ganhar aqui”, declarou.

Leston sobe o tom e garante classificação

“Na segunda, recebi a noticia de que o árbitro seria um desafeto meu. A diretoria pediu para trocar o árbitro, mas não foi atendida. Isso ficou claro na conversa que tive com ele depois do jogo, em que ele disse que o Felipe Alves que fez o pênalti, mas o Felipe nem estava na jogada, era o Osmar. Então deixo registrado o meu descontentamento com quem monta a escala de árbitros, porque faltou bom senso. Agora, sobre vencer, nós queremos tanto quanto o torcedor, mas repito o que venho dizendo desde o começo do campeonato: para a classificação temos que pontuar sempre nos confrontos diretos. E fizemos isso hoje. Não me incomoda os seis jogos sem vencer, porque estamos a dez no G4. Eu garanto aqui, na décima rodada, que esse time vai classificar. Podem me cobrar lá no fim do campeonato, esses caras vão bater o acesso.”, cravou o técnico Leston Júnior na entrevista coletiva.

Ficha técnica

Tupi 1×1 Tombense

Estádio Municipal Radialista Mário Helênio

Público pagante: 949 torcedores

Público Presente: 1363 pessoas

Renda: R$18.135,00

Arbitragem: Flávio Henrique Coutinho Teixeira, Marconi Helbert Vieira e Magno Arantes Lira

TUPI: 1-Glaysson, 2-Osmar, 3-Sidimar, 6-Fabrício Soares, 4-Bruno Ré, 5-Felipe Alves, 8-Rafael Jataí, 7-Marco Goiano (19-Ramon), 10-Kaio Wilker (20-Bruno Aquino), 11-Felipe Augusto (17-Vinicius Kiss), 99- Daniel Morais. Técnico: Leston Júnior

TOMBENSE: 1-Darley, 2-Gedeílson, 3-Heitor, 4-Luan, 6-Jefinho, 5-Xaves, 7-Coutinho, 8-Mateus, 10-Magnum (14-Douglas), 11-Rafael Pernão (17-João Paulo), 9-Valdo Bacabal (15-Luiz Fernando). Técnico: Marcelo Mabília

Gol Tupi: Bruno Aquino, 30’ 2T.

Gol Tombense: Gedeílson, 10’ 1T

Classificação e rodada (se preferir, clique sobre a imagem para ampliar):

Arte: Futebolnarede

Arte: Futebolnarede

Próxima rodada (se preferir, clique na imagem para ampliar)

Arte: Futebolnarede

Arte: Futebolnarede

Sequência de jogos

Na sequência no campeonato o Tupi tem oito jogos pelo returno da fase de classificação, quatro em casa e quatro fora. Veja abaixo a tabela carijó

(observação: as partidas da Série C têm sofrido alterações quase diária de datas e horários. É bom consultar o site da CBF para conferir):

Guaratinguetá x TUPI – dia 9/8 – 11h – fora

TUPI x Guarani – dia 15/8 – 11h – casa

Madureira x TUPI – dia 22/8 – 11h – fora (estádio do Bangu)

TUPI x Portuguesa – dia 30/8 – 19h – casa

TUPI x Caxias – dia 6/9 – 16h – casa

Juventude x TUPI – dia 13/9 – 16h – fora

Londrina x TUPI – dia 20/9 – 16h – fora

TUPI x Brasil – dia 27/9 – 16h – casa

 

Regulamento

Segundo o regulamento classificam-se para a fase quartas de final os quatro primeiros colocados de cada grupo, que se enfrentam em cruzamento olímpico (1°A x 4°B, 2°A x 3°B, 3°A x 2°B, 4°A x 1°B)  em jogos de ida e volta. Os dois melhores times de cada chave jogam a segunda partida em casa. Quem vencer os confrontos avança as semifinais e garante o acesso à Série B 2016.

 

Texto: Guilherme Fernandes, estagiário do Toque de Bola, com entrevistas concedidas à Rádio CBN Juiz de Fora, supervisão Bruno Kaehler – Toque de Bola

Fotos: Toque de Bola e Divulgação

O Toque de Bola é administrado pela www.mistoquentecomunicação.com.br


Voltar

Uma Resposta to “Bruno Aquino desencanta, mas Tupi só empata com Tombense. Mapa do acesso carijó tem oito jogos”

  1. jorge pinheiro
    02/08/2015 às 20:15

    Assisto a quase todos os jogos do TUPI, o comentário nas arquibancadas é sempre o mesmo: o tal de Caio Wilker e Marco Goiano, não são jogadores com condições físicas e técnicas para jogar . O time só melhora com as entradas de Igor, Ramon, Kis e outros. O time não ganha há seis(06) jogos e o técnico diz que está bom, ou ele é doido ou nós não sabemos de nada . Só estamos no G4 porque os outros são mais medíocres. A verdade tem que ser dita. Estamos mal. Os melhores para jogar dentro de casa ficam no banco . Agora, o tal de Caio Wilker eu não aguento mais….

Deixe uma resposta

Notícias


21 fev 2018
Tupi x Atlético em JF: ingressos, transporte, acesso, estacionamento

20 fev 2018
Módulo 2: Jajá brilha, NAC lidera, juiz-forano apita e Baeta divulga preços

19 fev 2018
JF Vôlei tem semana de desafios seguidos em busca da reação na Superliga

17 fev 2018
Baeta perde na estreia do Módulo 2

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.