08 nov 2014

Técnico da ADJF/MRS, após Liga Nacional: “Passamos a ter reconhecimento dos adversários”



A primeira participação da ADJF/MRS na Liga Nacional de Handebol Masculino chegou ao fim com a quinta colocação dos juizforanos no grupo A do principal torneio da modalidade no Brasil e a quase classificação às quartas de final. O Toque de Bola, que acompanhou toda a campanha dos mineiros, entrevistou o técnico do time, Carlos Dias, que avaliou a campanha, elogiou o grupo formado e admitiu, inclusive, o interesse na continuidade do trabalho – reconhecido pelos adversários – para uma segunda disputa no torneio nacional.

 

Treinador Carlos Dias elogiou a evolução de seus atletas durante a competição

Treinador Carlos Dias elogiou a evolução de seus atletas durante a competição

Confira a entrevista:

Toque de Bola: Logo na primeira participação da ADJF/MRS vocês já conseguiram brigar pela classificação até a penúltima rodada. Fica um balanço positivo da campanha juizforana?

Carlos Dias: Nosso principal objetivo já havia sido alcançado, ou seja, a participação na Liga. Lógico que com o passar dos jogos fomos percebendo que tínhamos condições de almejarmos uma classificação, fato que pode ser observado pelos nossos resultados. O balanço é positivo, pois saímos como uma equipe desconhecida e passamos a ter o reconhecimento dos nossos adversários. Uma equipe jovem e fora do contexto nacional, conseguir jogar dentro de suas limitações, de igual para igual contra adversários mais experientes e candidatos diretos ao título da competição, nos faz pensar mais longe.


Toque: O que mais te agradou ou surpreendeu nesta campanha?

Dias: Foi nosso crescimento durante a competição. Saímos de uma equipe com muitos valores individuais, que soube crescer também coletivamente. Os atletas foram o principal motivo dessa evolução. Se superaram jogo a jogo. Uma equipe montada a um mês da Liga conseguir se impor a adversários mais experientes, e se fazer respeitar foi, sem dúvida, nosso maior triunfo.

 

ADJF/MRS venceu três de dez partidas na Liga

ADJF/MRS venceu três de dez partidas na Liga

Toque: Ainda na análise do trabalho realizado, acredita que o grupo sofreu mais na falta de experiência ou o fato de ter que conquistar entrosamento durante a competição?

Dias: Os dois fatores contribuíram positivamente e negativamente durante a competição. Um grupo jovem em certos momentos se mostrou ousado demais, deixando o emocional “falar” mais alto, onde deveria ser mais racional. Já no aspecto coletivo, também contribuiu nos momentos chaves de algumas partidas. Hoje, qualquer esporte de alto nível exige um trabalho tático bem definido. Nesse aspecto, o coletivo, os atletas foram fundamentais para o crescimento que obtivemos durante os jogos. São pontos que estarão sendo abordados por nós após o encerramento das atividades de 2014.


Toque: Já existem conversas ou ao menos o desejo de manter o projeto para a próxima temporada?

Dias: Acredito que a direção da ADJF/MRS já pensa nessa continuidade. Estaremos, nós da comissão técnica, passando nosso relatório sobre o que vivemos na Liga Nacional e buscando já estar traçando nossos objetivos para 2015, corrigindo nossos erros e dando prosseguimento aos nossos acertos.



Texto: Bruno Kaehler

Fotos: Arquivo Toque de Bola


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


17 ago 2017
Copa Prefeitura Bahamas de Futebol Amador: resultados e próximos jogos

17 ago 2017
Juiz-forano Artur Bitarello confirma boa fase, vence XTerra em Mangaratiba e lidera na faixa 25-29 anos

16 ago 2017
Aílton vê “desrespeito” na atitude de jogadores do Mogi. Verba da Federação Paulista pode socorrer o clube

15 ago 2017
Futsal: goleada garante Sesi Juiz de Fora na semifinal do Campeonato Mineiro Sub-13 do Interior

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.