15 out 2014

Torcida abraça o Tupi no treino e emociona na carreata



O Tupi viveu mais um dia que vai entrar para sua história centenária. Na tarde desta quarta-feira, 15, no último treino em Juiz de Fora antes da primeira das duas decisões das quartas de final da Série C, marcada para o sábado, 18, contra o Paysandu, em Belém (PA), pouco mais de 20 torcedores foram às arquibancadas do campo da Faculdade de Educação Física e Desportos (Faefid) da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) e apoiaram a delegação alvinegra, com cantos homenageando jogadores e recitando a possibilidade do acesso. Após a atividade, mais de cem torcedores se reuniram na sede social do Galo Carijó, local da saída dos jogadores rumo ao Rio de Janeiro, onde passarão a noite. Após as saudações aos atletas, o ônibus foi contornado pelos presentes, que realizaram oração, de mãos dadas, e foram para seus carros e motos seguir o veículo carijó até a entrada da BR-040.

Torcedores gritaram o nome de todos os jogadores do Tupi no treino na UFJF

Torcedores gritaram o nome de todos os jogadores do Tupi no treino na UFJF

“É importante que eles venham nos apoiar na hora que mais precisamos. Sabemos que a força do torcedor pode dar uma alavancada boa, então é válido esse apoio do torcedor e acredito que em Belém vamos realizar um bom jogo, trazendo um ótimo placar para a segunda partida”, ressaltou o meia carijó, Ewerton Maradona.

No treinamento, o técnico do Tupi, Léo Condé, utilizou quase todos os jogadores da equipe favorita a começar o jogo contra o Papão. O zagueiro Fabrício Soares, com cansaço muscular, foi poupado dos exercícios, mas não deve ser problema para sábado. Em seu lugar treinou Helder, que já chegou a substituí-lo durante a Terceirona. O lateral-direito e zagueiro, Marcelinho, treinou parte da atividade com bola, mas depois foi realizar trabalho físico à parte, e dificilmente estará à disposição de Condé na partida de volta. A equipe que deve iniciar o confronto em Belém é formada por Rodrigo; Henrique, Wesley Ladeira, Fabrício Soares e Raphael Toledo; Genalvo, Léo Salino, Maguinho e Ewerton Maradona; Chico e Élder Santana.

Confiança maior que em 2011

Apoiando o Tupi na UFJF, os torcedores Gustavo Werneck e Rodrigo Faria Liquer, lembrando o título da Série D de 2011, ressaltaram a mesma convicção: ambos sentem maior firmeza na equipe juizforana e acreditam ainda mais do que na campanha de três anos atrás.

“Acho que os torcedores estão mais confiantes desta vez, até pela campanha na primeira fase. Em 2011 também era novidade, hoje já conhecemos um pouco mais de como é lutar por um acesso”, conta Rodrigo.

Gustavo se mostrou ainda mais otimista: “O fato de termos ganhado de goleada alguns dos últimos jogos dá muita confiança ao time e torcida. Particularmente, na Série D em 2011 estava bastante nervoso e hoje estou muito confiante. Já dou inclusive como certa essa classificação e agora vai bater aquele nervoso de ansiedade à medida que o dia do jogo for chegando”, salientou.

103_0887

Com muito barulho, carijós seguiram ônibus até a entrada da BR-040

Carreata Carijó emociona

A noite da equipe juizforana foi ainda mais especial. Mais de cem torcedores se reuniram na sede social do Tupi, aplaudindo e cantando para os atletas do Tupi. Logo após a entrada de todos os jogadores e comissão técnica no ônibus, os presentes protagonizaram nova cena histórica: de mãos dadas, deram um abraço no veículo que leva a delegação ao Rio de Janeiro, onde passam a noite, e realizaram oração, passando ainda mais energias positivas.

Um dos carijós presentes na carreata, Vitor Lima Gualberto relembrou a mesma ação realizada para recepcionar os campeões de 2011 e destacou a importância do novo apoio: “Na última vez que organizamos uma ‘Carreata Carijó’, em 2011, recepcionamos aquele guerreiro time que venceu o Santa Cruz no Arruda lotado. Na ocasião, mesmo sendo uma madrugada de segunda para terça-feira, conseguimos um grande número de torcedores. Esta é uma ação importantíssima, que mostra que a torcida e a cidade estão ao lado do time, aconteça o que acontecer e, independente do resultado em Belém, a torcida será o 12º jogador na decisiva partida da volta, dia 25, no Mário Helênio!”

De mãos dadas, torcedor ainda deu abraço no ônibus onde estavam os atletas do Tupi

De mãos dadas, torcedor ainda deu abraço no ônibus onde estavam os atletas do Tupi

A delegação do Tupi viaja, nesta quinta-feira, 16, rumo ao Norte do país, onde encara, no sábado, 18, o Paysandu no primeiro duelo dos dois que decidem quem sobe para a Série B do Campeonato Brasileiro.

 

Em breve mais fotos.

 

Texto: Bruno Kaehler

Fotos: Toque de Bola


Voltar

Uma Resposta to “Torcida abraça o Tupi no treino e emociona na carreata”

  1. 16/10/2014 às 8:28

    Que coisa linda, que manifestação incrível !
    Meu carinho pelo Carijó só cresce cada dia mais, e lendo essa matéria e vendo as fotos eu tive que me segurar pra não CHORAR !
    O futebol nos proporciona sentimentos ÚNICOS ! O Tupi não só vai se classificar como vai trazer essa taça pra casa !!!!

Deixe uma resposta

Notícias


20 nov 2017
Com títulos e recordes, CRIA-UFJF brilha nos Jogos Escolares da Juventude

17 nov 2017
Rodrigo Rezende é 27º lugar no Mundial de Ginástica de Trampolim na Bulgária

16 nov 2017
Saiu a tabela! Tupi encara Cruzeiro e América fora de casa logo no início do Campeonato Mineiro

16 nov 2017
Intercolegiais: professor Tidinho comemora brilho do Jesuítas no vôlei. Veja fotos e nomes de todos campeões

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.