15 out 2014

Ex-Papão, Adê assume motivação extra: “Vou dar o que tenho e o que não tenho”



Se não bastasse o Tupi iniciar no sábado, 18, o que pode ser considerado um dos principais confrontos de sua história centenária, o atleta de maior prestígio junto aos torcedores ainda tem outro motivo para brilhar: o confronto de Belém-PA, a partir de 16 horas, no estádio Mangueirão, marcará o reencontro de Ademilson, que  completou recentemente 40 anos de idade,  com um ex-clube.

Ademílson já está na história do Tupi, mas vem se preparando para marcar seu nome mais uma vez. O jogador está relacionado para ir até o Norte do país enfrentar o Paysandu, time no qual teve uma passagem de apenas três meses, entre agosto e novembro de 2005. O Papão da Curuzu estava na Série A do Campeonato Brasileiro e passava por um mau momento na competição, ocupava a última colocação com apenas 13 pontos. O treinador Gilson Kleina indicou um pacote de reforços experientes para tentar salvar o alviceleste do rebaixamento. Além de Ademílson, indicado por suas passagens por Botafogo e Fluminense e estava no futebol belga, vieram o também atacante Marco Aurélio, o meia Marquinhos e o lateral esquerdo Leandro Eugênio.

Com o clube paraense em situação delicada no campeonato, Gilson Kleina acabou demitido. Para seu lugar, Carlos Alberto Torres, o eterno capitão do tri de 1970, foi contratado. Com isso e com atletas como Robgol, Rafael Moura e Marco Aurélio no elenco, Ademilson acabou sendo preterido pelo novo comandante e na última partida do Paysandu em casa, contra o Corinthians, pela 34ª rodada, o jogador chegou a entrar em campo e foi sacado logo em seguida. Alvo de críticas por parte da torcida do Papão, o atacante pediu a rescisão de seu contrato à diretoria do clube.

Se hoje Ademilson convive com a idolatria e a admiração no Tupi, não só por seus gols mas pela dedicação e entrega ao clube, não esconde que há, sim, uma motivação a mais pela vitória: “Para mim é pessoal, porque ficaram algumas coisas pendentes por lá. Com certeza vou dar o que tenho e o que não tenho pra sair de lá com a vitória”, declarou, sem se estender sobre as “pendências”.

Ademilson estufa as redes do São Caetano: quarentão carijó admite que adversário do mata-mata traz motivação extra

Ademilson estufa as redes do São Caetano: quarentão carijó admite que adversário do mata-mata traz motivação extra

Mesmo com esse ingrediente extra, o atacante destacou a força da torcida do Paysandu e a importância do confronto para a história do clube e dos jogadores, que segundo ele, estão totalmente focados no objetivo: o acesso à Série B do Campeonato Brasileiro.

“A torcida é apaixonada. Tive a honra de vestir a camisa do Paysandu e lá quando estávamos mal no campeonato, o mínimo de torcedores na arquibancada era 30 mil pessoas. Mas independente disso, o nosso grupo está bem focado nessa partida.Sabemos da importância dessa partida em nossas vidas e para história do clube. Então, todos os jogadores sabem disso e vamos dar o máximo. Esperamos ter o mesmo êxito dos últimos jogos, fazer uma boa partida, fazer os gols e colocar o Tupi na Série B”, comentou.

Contudo, o ídolo carijó acredita que a torcida não será o principal fator sentido pelo alvinegro de Santa Terezinha. Para ele o calor será o maior adversário. “O jogo vai ser difícil, tem excelentes jogadores lá, bastante torcedores, mas o real adversário para nós vai ser o calor. Lá é muito quente. Aqui em Juiz de Fora está fazendo calor, mas nós ainda não fomos para um estado tão quente como o Pará. O nosso time vai sentir um pouco de dificuldade nesse aspecto”, concluiu.

O Tupi segue de ônibus na noite desta quarta feira, 15, para o Rio de Janeiro, onde embarca de avião para Belém na manhã de quinta-feira, voo com escala em Brasília. A previsão é que a delegação carijó chegue à capital paraense na quinta à noite e faça um treino na sexta, no mesmo horário da partida – 16h.

 

Texto: Guilherme Fernandes – Toque de Bola

Foto: Arquivo Toque de Bola

 


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


20 nov 2017
Com títulos e recordes, CRIA-UFJF brilha nos Jogos Escolares da Juventude

17 nov 2017
Rodrigo Rezende é 27º lugar no Mundial de Ginástica de Trampolim na Bulgária

16 nov 2017
Saiu a tabela! Tupi encara Cruzeiro e América fora de casa logo no início do Campeonato Mineiro

16 nov 2017
Intercolegiais: professor Tidinho comemora brilho do Jesuítas no vôlei. Veja fotos e nomes de todos campeões

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.