27 out 2014

Condé lamenta derrota, mas reitera: “O Tupi superou as metas”



Técnico carijó na Série C, Léo Condé chegou ao Tupi no início de abril para comandar o clube pela terceira vez em sua carreira com um discurso sóbrio e que coincidia com os interesses do torcedor: o de “plantar o pé no torneio nacional”. Entretanto, o objetivo, como ressaltou o treinador após a derrota para o Paysandu no sábado, 25, não foi apenas conquistado, mas ultrapassado.

 Acesse aqui para ver galeria exclusiva de fotos de Tupi x Paysandu do Toque de Bola 

“O Tupi superou as metas. Todos sabem das dificuldades de tocar o futebol, mas com empenho e sabedoria a gente conseguiu formar uma equipe competitiva. O principal objetivo era manter o time na Série C, mas quando você vem para o mata-mata, a expectativa é grande para conseguir o acesso. A gente trabalha pra vencer, mas ai vem o adversário no cruzamento com uma equipe de camisa, tradição, que representa o estado do Pará e está acostumado a jogar os grandes jogos. Nos 20 minutos iniciais, se estivéssemos em um dia bom, teríamos marcado o gol”, avaliou Condé.

Tupi x Paysandu: treinador carijó lamenta que equipe não tenha mantido nos jogos do mata-mata o padrão apresentado na fase de classificação

Tupi x Paysandu: treinador carijó lamenta que equipe não tenha mantido nos jogos do mata-mata o padrão apresentado na fase de classificação

O técnico voltou a bater na tecla de que profissionais e torcida carijó têm que buscar a permanência na Série C e, posteriormente, almejar novamente o acesso: “Em um momento desses temos que ter cuidado pra não transferir possibilidade para algum jogador. Quando ganha, ganha todo mundo, quando perde, também. O time pressionou o tempo inteiro e a bola não entrou. O frio na barriga estava em todos. Fazia tempo que o Tupi não chegava com possibilidade de subir. Temos que acostumar o time e a torcida a disputar decisões e buscar grandes classificações. Uma hora vai subir, devemos acostumar com a competição com esse formato que cada vez será mais difícil”, pediu Condé, lembrando do regulamento da Série C, diferente das duas primeiras divisões nacionais. Nele, uma campanha de destaque, como a do Galo Carijó na primeira fase, só dá a vantagem de disputar as partidas de volta do mata-mata com mando de campo.

“Já sabíamos do regulamento, poderíamos ter passado em quarto lugar e vencido o primeiro também. De qualquer forma, tomara que a Série C melhore, com movimentos como o bom senso lutando por isso. Que a Serie C tenha um formato igual aos da (Série) A e B”, opinou.

 

Texto: Bruno Kaehler

Foto: Toque de Bola


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


24 nov 2017
Com vídeos! Sucesso dentro e fora da quadra, Copa Toque de Bola de Futsal promete emoção na reta final

22 nov 2017
Basquete dos Intercolegiais: conheça todos os atletas campeões e veja as avaliações dos professores

22 nov 2017
JF Vôlei receita “foco e determinação” para buscar reação contra dois adversários diretos na pontuação

20 nov 2017
Com títulos e recordes, CRIA-UFJF brilha nos Jogos Escolares da Juventude

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.