30 set 2014

UFJF abusa dos erros e perde 1º amistoso contra UPCN por 3 sets a 0. Fábio Paes sai lesionado



A UFJF perdeu na noite desta terça-feira, 30, o primeiro dos dois amistosos internacionais contra o UPCN, da Argentina, no Ginásio da Faefid. A partida terminou em 3 sets a 0 para os visitantes, com parciais de 23 x 25, 24 x 26 e 20 x 25. Aproveitando o encontro, as equipes ainda realizaram um quarto set, também vencido pelos visitantes, por 20 x 25.

“Fizemos os dois primeiros sets bons, mas erramos quando não podíamos, vacilamos. Temos que diminuir essa oscilação o mais rápido possível e vamos trabalhar para isso, porque no jogo precisamos manter um nível, um padrão de jogo e às vezes parece que estamos dando uma desestabilizada”, avaliou o levantador Rodrigo após o jogo.

Argentinos, de azul, se aproveitaram da sequência de erros da Federa, principalmente nos momentos decisivos dos sets

Argentinos, de azul, se aproveitaram da sequência de erros da Federa, principalmente nos momentos decisivos dos sets

Insatisfeito, o técnico da UFJF, Chiquita, foi objetivo na análise da apresentação de sua equipe: “O jogo pode ser resumido em erros, só isso. Construímos e erramos”. A UFJF iniciou o jogo com Rodrigo (levantador); Bergamo (oposto); Manius e Sérgio (ponteiros); Ialisson e Tarcísio (centrais); e Fábio Paes (líbero). 

As duas equipes voltam a se enfrentar na Faefid nesta quarta-feira, 1º, às 19h30, com entradas gratuitas.

Fábio Paes sofre distensão e para por quatro semanas

Além da derrota, Chiquita deve se preocupar agora também com a situação de seu líbero titular. Fábio Paes sentiu lesão durante o quarto set do encontro e teve que deixar a partida.

Após exame realizado na manhã desta quarta-feira, 1°, o fisioterapeuta da UFJF, Rodrigo Soares, afirmou que foi diagnosticada distensão de grau 2 na musculatura da panturrilha esquerda. Fábio ficará de fora das quadras por cerca de quatro semanas, perdendo o restante do Campeonato Mineiro e viagem da UFJF para a Argentina, com data ainda não oficializada.

 

Abatido, líbero é atendido no banco de reservas

Abatido, líbero é atendido no banco de reservas

Central brasileiro entre os argentinos

O meio de rede Uallas, ex-RJ Vôlei, era um dos poucos da UPCN, se não o único, a conhecer os atletas da Federal. O brasileiro enfatizou o saque de sua equipe na partida.

“Conheço os jogadores que estão na UFJF e a expectativa do time era de realizar em quadra o que viemos treinando, sem nos preocupar com o resultado. A partir do momento em que o jogo foi rolando e fizemos análises set a set, a partida foi melhorando para o nosso lado. Nosso saque entrou muito bem e a consistência de recepção deles não foi muito boa, o que ajudou nosso bloqueio”, analisou Uallas.

Ualas, número 16, no centro do bloqueio triplo, pontuando para a UPCN

Ualas, número 16, no centro do bloqueio triplo, pontuando para a UPCN

Experiente, o jogador de 35 anos ressaltou ainda estar aprendendo muito com a nova fase de sua carreira, no voleibol argentino. “Muda muita coisa. Para se ter uma ideia, fizemos um amistoso na Argentina contra uma equipe que considero bem mais fraca que a UFJF e nós perdemos. E eu me senti muito desconfortável porque não conhecia os jogadores. O que aconteceu um pouco com eles hoje, houve comigo lá. Fiquei perdido principalmente no bloqueio. Mas o bom de você ir para uma escola diferente é que tem a oportunidade de aprender e é isso que venho fazendo, mesmo com 35 anos, já mais próximo do fim da carreira”, contou.

Central experiente vem aprendendo em diferente escola de vôlei

Central experiente vem aprendendo em diferente escola de vôlei

 

O jogo

A Federal começou o jogo atrás no placar e forçou o técnico Chiquita a pedir tempo antes mesmo da primeira parada técnica, quando viu os argentinos marcarem 6 a 3 na contagem. Os juizforanos diminuíram a vantagem para dois pontos no tempo técnico e, após esta parada, reagiram, marcando quatro pontos consecutivos e virando o jogo. Com crescimento nos fundamentos, a Federal chegou à parada seguinte vencendo por 16 a 14. Os argentinos, no entanto, não se entregaram e, aproveitando erros dos donos da casa, viraram novamente a partida, fazendo com que Chiquita pedisse tempo novamente, quando o placar mostrava 20 a 21. Os visitantes, no entanto, não sentiram a parada e, mantendo o ritmo, fecharam o set em 23 a 25.

O segundo set começou equilibrado e a Federal chegou à primeira parada técnica em vantagem de um ponto. As duas equipes voltaram focadas e continuavam com ótimo aproveitamento nos ataques. Até que em erro raro dos visitantes, Rodrigo deu bola rápida no meio de rede para Ialisson, que aumentou a vantagem da Federal em dois pontos – diferença que se manteve até a reta final do set, quando os argentinos se aproveitaram de erros do ponteiro Sergio na recepção e ataque, conseguindo virar a partida em 23 a 24. Parecendo sentir, a Federal não reagiu, perdendo novamente, desta vez por 24 a 26.

Os visitantes iniciaram o terceiro set da mesma maneira que terminaram o anterior: ligados a cem por hora. Forte no bloqueio e se aproveitando de erros de saque e de ataque da Federal, os argentinos logo abriram vantagem. Antes da primeira parada técnica, porém, os donos da casa reagiram e se aproximaram na contagem, indo conversar com Chiquita perdendo por um ponto.

O respiro não fez bem aos juizforanos, que tiveram o ritmo quebrado e desvantagem aumentada para três pontos logo na volta, forçando Chiquita a pedir tempo novamente. O feito iria se repetir pouco depois, quando o treinador se viu obrigado a interromper o jogo ao ver sua equipe sofrer desvantagem de seis pontos, chegando à reta final do set (13 x 19). Desta vez, contudo, a parada foi positiva à UFJF, que marcou três pontos consecutivos e obrigou os visitantes a pedirem tempo. Os argentinos interromperam o ritmo juizforano novamente e conseguiram aumentar a vantagem no fim do set para cinco pontos, vencendo por 20 a 25.

Um quarto set ainda foi disputado e terminou também com vitória da UPCN, placar de 20 a 25.

 

UFJF 0 x 3 UPCN

UFJF: Rodrigo (levantador); Bergamo (oposto); Manius e Sérgio (ponteiros); Ialisson e Tarcísio (centrais); e Fábio Paes (líbero).

Entraram: Alemão,Victor Hugo, Vitor Gelli, Ninão e Daivison. Téc.: Chiquita

UPCN: Garrocq, Bengolea, Uchicov, Gonzalez, Filardi, Uallas.

Entraram: Alvarez, Brajkovic,Salvo, Molina. Téc.: Armoa

 

 

Texto: Bruno Kaehler

Fotos: Toque de Bola


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


20 nov 2017
Com títulos e recordes, CRIA-UFJF brilha nos Jogos Escolares da Juventude

17 nov 2017
Rodrigo Rezende é 27º lugar no Mundial de Ginástica de Trampolim na Bulgária

16 nov 2017
Saiu a tabela! Tupi encara Cruzeiro e América fora de casa logo no início do Campeonato Mineiro

16 nov 2017
Intercolegiais: professor Tidinho comemora brilho do Jesuítas no vôlei. Veja fotos e nomes de todos campeões

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.