01 ago 2014

Em Muriaé, Tupi recebe Guarani e fecha primeiro turno da Série C



Fechando o primeiro turno de partidas da fase classificatória da Série C, o Tupi recebe o Guarani neste domingo, 3, no Estádio Soares de Azevedo, em Muriaé, às 19h. Quinto colocado com 12 pontos conquistados, o Carijó pode voltar ao G4 da competição em caso de vitória, mas se perder o jogo também pode ser ultrapassado pelo próprio Guarani, oitavo lugar com dez pontos.

“Vamos enfrentar um time tradicional no futebol brasileiro, que tem uma boa estrutura. Temos que entrar bastante atentos e concentrados, como fomos na maioria dos jogos. Não diria que é um divisor de águas, porque ainda tem muita competição pela frente, mas não resta dúvidas que um resultado positivo nos deixa no G4 ou próximo dele e já começa a abrir uma certa distância da parte de baixo. Já esperávamos isso, a partir do momento em que começamos com um empate e uma derrota, todo jogo do Tupi passa a ter espírito de decisão e domingo não é diferente”, analisa o técnido do Tupi, Léo Condé.

Longe do torcedor juizforano por conta das obras no Estádio Municipal Radialista Mário Helênio, Condé acredita na conquista de mais uma vitória sob mando de campo pelo trabalho desempenhado e destaca o bom gramado do Soares de Azevedo.

“Estou apostando no treinamento, naquilo que a equipe vem apresentando de melhor: organização e alto nível de comprometimento. Nossa equipe é técnica e pegamos dois gramados ruins nos dois últimos jogos. Fizemos um bom amistoso lá em Muriaé contra a Tombense e contra o Flamengo, em que jogamos em um bom gramado, então acredito que possamos render mais em bom gramado e estrutura, como em Muriaé. É claro que perdemos no número de torcedores e tem o desgaste de mais uma viagem, mas não podemos ficar lamentando. Adversidades a maioria das equipes têm e não podemos nos apegar a isso. Vamos trabalhar de forma organizada e tentar impor nosso estilo de jogo contra o Guarani para sair com o resultado”.

Confira a tabela de classificação da Série C (CBF) e os jogos da nona rodada da competição:

class antes jogo

Sábado, 2:

15h – Madureira x Guaratinguetá – Conselheiro Galvão

Domingo, 3:

16h – Mogi Mirim x Juventude – Romildo Ferreira

16h – São Caetano x Duque de Caxias – Anacleto Campanella

16h – Caxias x Macaé – Centenário

19h – Tupi x Guarani – Soares de Azevedo

 

Volta de Henrique no meio

A provável novidade para a partida contra o Guarani em relação à equipe que empatou contra o Duque de Caxias no sábado, 26, deve ficar por conta do meio-campista e lateral-direito, Henrique. O jogador, testado entre os titulares no treino de quinta-feira, 31, no campo do Granbery, pode começar a partida, indicando uma formação um pouco mais ofensiva.

“É uma possibilidade. A equipe foi muito bem contra o Duque, mas jogando em casa precisamos ter um pouco mais de posse de bola. Os 30 metros finais do Henrique são muito bons, tanto para chegar finalizando, quanto para efetuar cruzamentos, então ele nos dá uma opção ofensiva um pouco maior, mas ainda é cedo para definir e vamos observar mais um pouco a equipe do Guarani para tomar esse decisão”, conta Condé.

Desta forma, a provável escalação do Tupi para domingo tem Rodrigo; Marcelinho, Wesley Ladeira, Fabrício Soares e Raphael Toledo; Genalvo, Gustavo, Henrique (Maguinho) e Ewerton Maradona; Chico e Warley Oliveira.

Henrique (de costas, em primeiro plano) atuou como titular no treino desta quinta, no Granbery

Henrique (de costas, em primeiro plano) atuou como titular no treino desta quinta, no Granbery

Balanço: ‘dentro da média’

Prestes a realizar a última partida do primeiro turno, Condé avalia o desempenho da equipe ao longo das oito partidas até aqui e admite ainda pensar no rebaixamento.

“A gente vem mantendo um equilíbrio. Não começamos tão bem a competição, mas depois conseguimos duas vitórias importantes contra Guaratinguetá e Caxias, que são equipes fortíssimas, e foi tudo ocorrendo dentro de uma normalidade. Com exceção do jogo contra o Mogi Mirim, que foi atípico, a maioria dos jogos viemos atuando de forma equilibrada. Fizemos o dever de casa contra o Madureira e depois conquistamos dois empates fora de casa. Tudo bem que são dois times na zona do rebaixamento, mas se reforçaram. Então acho que estamos dentro da média. Temos uma pontuação que nos mantém afastados da zona de rebaixamento e próximos da zona de classificação. Se conseguirmos manter essa média, chegaremos nas últimas duas, três rodadas em condições de brigar na parte de cima. Mas não resta dúvida que a meta de hoje é conseguir os 20, 21 pontos para manter o clube na divisão”, avalia.

 

Texto: Bruno Kaehler

Fotos: Toque de Bola

 


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


24 nov 2017
Com vídeos! Sucesso dentro e fora da quadra, Copa Toque de Bola de Futsal promete emoção na reta final

22 nov 2017
Basquete dos Intercolegiais: conheça todos os atletas campeões e veja as avaliações dos professores

22 nov 2017
JF Vôlei receita “foco e determinação” para buscar reação contra dois adversários diretos na pontuação

20 nov 2017
Com títulos e recordes, CRIA-UFJF brilha nos Jogos Escolares da Juventude

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.