16 ago 2014

Com dois jogadores a mais no 2º tempo, Tupi empata com o Juventude: novo 1 a 1 em Muriaé



Não faltou pressão e oportunidades ao Tupi na tarde deste sábado, 16, contra o Juventude, em partida realizada no Soares de Azevedo, em Muriaé. Com dois jogadores a mais desde os 17 minutos do segundo tempo, o Carijó não conseguiu passar pela forte defesa do Juventude e empatou em 1 a 1 novamente com mando de campo. Os gols do confronto foram marcados por Ewerton Maradona, para os alvinegros, e Lucas, para o time alviverde. Mesmo com o tropeço, o Tupi não sai do G4  do grupo B na Série C nesta rodada. Terceiro colocado, o time juizforano pode apenas ser ultrapassado pelo Macaé, em caso de vitória contra o São Caetano no domingo.

“Não podemos analisar o jogo só pelos 20 minutos finais. O Tupi fez um primeiro tempo bom, criamos chances de gols e o Juventude não tinha feito nenhuma finalização até empatar a partida, por um descuido nosso. No segundo tempo criamos mais duas ou três chances de gol, voltamos bem e a partir das expulsões claro que a oportunidade de chegar ao gol é maior, mas a gente sabe que o futebol gaúcho tem uma característica de se defender bem. Eles ficaram com praticamente oito jogadores dentro da área e precisávamos de alguém que penetrasse, mas não temos um jogador com essas características no elenco. Depois da segunda expulsão, se houve dez minutos de bola rolando foi muito, eles picaram muito a partida. Ficamos chateados pelo resultado, mas o Tupi segue firme e forte na briga e vamos buscar força nessas duas partidas fora de casa que temos pela frente”, analisou o técnico do Tupi, Léo Condé, após a partida.

10622327_676204069134211_1082962613_n

Estádio Soares de Azevedo recebeu a segunda partida do Tupi na Série C: dois empates em 1 a 1

“Às vezes pode parecer fácil fazer os gols, mas não é, do outro lado também tem jogadores profissionais e eles possuem muito mérito de segurar o resultado. Estamos tristes, mas é vida que segue. Também empatamos com o Guarani aqui e buscamos forças para vencer o Macaé fora de casa. Claro que tivemos uma grande oportunidade de conseguir a vitória, mas é mérito também do Juventude que defendeu bem”, finaliza Condé.

Autor do gol carijó na partida, Ewerton Maradona lembrou que não faltou luta em campo.

“Buscamos o gol a todo momento, tentamos jogadas pelas laterais e no meio, mas infelizmente não conseguimos fazer o gol”.

O treinador do Juventude, Pícoli, não escondeu sua insatisfação com a arbitragem e elogiou a postura da equipe com dois jogadores a menos.

“Não sou de reclamar, sempre acabo engolindo algumas coisas, mas não dá para segurar. Pode procurar em toda explicação de livro que eles estudam que o primeiro cartão do Macena não tem explicação. Ainda assim, preciso enaltecer a postura que o time teve com dois homens a menos também. Mantiveram a postura, foram firmes e honraram a camisa do Juventude”, avalia.

Classificação (Futebolinterior)

class pós jogoCom 17 pontos na tabela, o Tupi só pode ser ultrapassado na rodada pelo Macaé, em caso de vitória dos cariocas sobre o São Caetano no domingo, em São Caetano do Sul. Madureira e Guarani empataram sem gols no Conselheiro Galvão, resultado positivo para a equipe juizforana, que segue à frente do Tricolor Suburbano.

Na próxima rodada o Tupi visita o Guaratinguetá, no Estádio Dario Leite.

Jogos da 11ª rodada:

Sábado, 16:

Madureira 0 x 0 Guarani – Aniceto Moscoso (Conselheiro Galvão)

Tupi 1 x 1 Juventude – Soares de Azevedo

Domingo, 17:

16h – São Caetano x Macaé – Anacleto Campanella

16h – Caxias x Guaratinguetá – Centenário

19h – Mogi Mirim x Duque de Caxias – Romildo Ferreira

O jogo

A partida no Soares de Azevedo começou da melhor forma possível para o Tupi . Logo aos 4 minutos, Marcelinho roubou bola no campo de ataque carijó e passou para Chico, que soltou um balaço. O goleiro gaúcho deu rebote e Maradona, bem posicionado, de esquerda, não perdoou. Tupi 1 a 0 logo no início de jogo.

O Juventude partiu para cima em busca do empate. Tentando pressionar o Carijó, os gaúchos imprimiam um ritmo mais forte, mas não conseguiam chegar no gol adversário. A primeira finalização dos visitantes saiu somente aos 13 minutos, com Macena, mas Rodrigo, de forma segura, defendeu.

O lance de perigo seguinte ocorreu apenas 15 minutos depois. Em bola na área gaúcha e erro da zaga, Maguinho ficou com a bola e, ao invés de chutar, tentou cruzamento para Maradona, que não alcançou a bola. O Carijó dava espaços ao Juventude e permitia o avanço da equipe em seu campo defensivo. Aos 36, o meio-campista Lucas recebeu bola livre pelo corredor direito de ataque gaúcho e finalizou na diagonal, a meia altura, sem chances para Rodrigo. Tupi 1 x 1 Juventude e fim do primeiro tempo equilibrado.

A etapa complementar foi toda carijó. Com Léo Salino no lugar de Gustavo, que estava amarelado,o Tupi buscava o segundo gol e o Juventude parava as jogadas com faltas. O castigo logo veio – e em dose dupla. Aos 13 e 17 minutos, por faltas cometidas e reações exaltadas, Matheus e Macena foram expulsos após receberem o segundo cartão amarelo. Com superioridade numérica, a partida passou a ser disputada apenas no campo defensivo gaúcho.

Álvaro e Henrique entraram em campo nos lugares de Maguinho e Wesley Ladeira. Com a bola durante quase todo o tempo, o Carijó finalizava pouco e não conseguia realizar a penetração na zaga gaúcha, consistente e bem posicionada. Quando o Tupi conseguia condições de chutar a gol, Airton aparecia. O nome do Juventude na partida salvou os visitantes em diversas oportunidades.

Aos 30 minutos, Itaqui bobeou e quase marcou contra. Airton realizou bela defesa impedindo o gol carijó. Nos lances seguintes, Chico, Maradona e Bruno Barros finalizaram de fora da área, mas sem perigo para o arqueiro gaúcho. O final era dramático. Aos 44, Airton defendeu duas finalizações seguidas, de Bruno Barros e Genalvo. Nos acréscimos, Élder Santana ainda teve chance em cabeceio, mas a bola foi para fora, sendo o último lance de perigo na partida.

FICHA TÉCNICA – TUPI 1 x 1 JUVENTUDE

TUPI: Rodrigo; Marcelinho, Wesley Ladeira (Henrique), Fabrício Soares e Bruno Barros; Genalvo, Gustavo (Léo Salino), Maguinho (Álvaro) e Éwerton Maradona; Chico e Élder Santana.
TÉCNICO: Léo Condé

JUVENTUDE: Airton, Rafael Pereira, Claudinho, Heverton, Adriano (Itaqui), Matheus, Lucas, Diogo Oliveira (Cassiano), Jardel, Rogerinho (Mica) e Raphael Macena.
TÉCNICO: Pícoli

LOCAL: Estádio Soares de Azevedo em Muriaé (MG)
ÁRBITRO: Alinor Paixão
ASSISTENTES: Paulo César Silva Faria e Carlos Eduardo Depizzol.

GOLS: Tupi: Ewerton Maradona (4’/1ºT). Juventude: Lucas (36’/1ºT)

CARTÃO AMARELO: Gustavo (Tupi-MG), Ewerton Maradona (Tupi-MG), Léo Salino (Tupi-MG), Álvaro (Tupi-MG), Matheus (Juventude), Macena (Juventude), Diogo Oliveira (Juventude), Ailton (Juventude).

CARTÃO VERMELHO: Matheus (Juventude), Macena (Juventude)

 

Texto: Bruno Kaehler

Foto: Eduardo Kaehler


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


24 set 2017
Aílton se emociona e não define permanência: “Estou disposto a ouvir proposta”

21 set 2017
Tupi pode ter até quatro desfalques. Aílton receita “guerrear e batalhar demais para conseguir o objetivo”

20 set 2017
Tupi fecha treino. Fortaleza em Sampa. Marcelo apita. Ingressos, gramado, reconhecimento, recepção. Veja o diário da decisão

20 set 2017
Copa Prefeitura Bahamas de Futebol Amador: resultados e próximos jogos

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.