31 jul 2014

Gustavo vê formações semelhantes de Tupi e Guarani e projeta briga boa no meio-campo



No Estádio Soares de Azevedo, em Muriaé, devido às obras no Mário Helênio, o Tupi recebe o Guarani no domingo, 3, pela nona rodada do primeiro turno da fase de classificação do Grupo B da Série C, às 19h. Já ciente de prováveis mudanças na formação do Bugre, o volante Gustavo acredita em um duelo acirrado na faixa central do campo, visto que as duas equipes devem apresentar disposições táticas parecidas.

“Eles jogam no 3-6-1. O Fumagalli como meia fixo e dois jogadores de beirada, mais ou menos da forma que jogamos. E esses que jogam mais nas pontas ‘são correria’, então temos que ter atenção total, ficar ligados para não dar brecha para eles. Vai ser uma marcação espelho, ela deve encaixar. Eles estão mudando a forma de jogar e acho que estão preocupados em nos marcar e temos que tirar proveito disso”, analisa Gustavo.

Pendurado, Gustavo é um dos responsáveis pela forte marcação carijó

“Pendurado”, Gustavo é um dos responsáveis pela forte marcação carijó

Gustavo lamentou o fato de não poder atuar diante do torcedor juizforano, mas torce para que muriaenses se façam presentes no Soares de Azevedo.

“A única coisa que muda para nós é a torcida. Sentimos falta do torcedor, que sempre nos incentiva, mas como não tem como jogar em casa, espero que os torcedores de Muriaé também torçam por nós”, ressalta Gustavo, que destaca também o gramado que será palco da partida no domingo.

“Antes da parada da Copa estávamos com dificuldades na posse de bola, mas durante o Mundial conseguimos trabalhar por um bom tempo e deu resultado. No campo bom de Muriaé, acho que vai facilitar para a gente e temos que tirar proveito disso também, tocando mais a bola e tentar fazer o gol o mais rápido possível. Está difícil, mas vamos brigar para marcar o quanto antes”.

Elenco do Tupi realizou treino no campo do Granbery na manhã desta quinta-feira, 31

Elenco do Tupi realizou treino no campo do Granbery na manhã desta quinta-feira, 31

Vacilo contra o Duque ainda em pauta

O empate no último minuto de partida contra o Duque de Caxias no sábado, 26, ainda é assunto nos treinos do Alvinegro de Santa Terezinha. Independente de quem tenha cometido o erro, Gustavo garante que o importante agora é o foco nos 90 minutos de partida.

“Lá foi um jogo esquisito. A realidade é que tínhamos o jogo nas mãos. Foi um vacilo, mole, desatenção, não sei, mas eles empataram no último lance e isso não pode acontecer mais, temos que estar ligados até o juiz terminar a partida”.

 

Texto: Bruno Kaehler

Fotos: Toque de Bola

 


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


23 out 2017
Primeiro árbitro de vídeo da Libertadores será brasileiro. Vangasse explica as 4 situações em que ele pode atuar

23 out 2017
Leozinho reaparece na seleção da rodada. Próximo adversário do JF Vôlei tem pedido de desculpas ao torcedor

23 out 2017
Copa Prefeitura Bahamas de Futebol Amador: resultados e próximos jogos

19 out 2017
Oficial: Tupi informa que treinador Aílton Ferraz não fica no clube

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.