18 maio 2014

Você dá nota, Carijó! Novidade do Toque, torcedor avalia atuações dos jogadores do Tupi



O Toque de Bola preparou mais uma novidade para o torcedor Carijó. Além das transmissões especiais da rádio web e cobertura total do Tupi, agora o torcedor pode avaliar e discutir a atuação individual de cada atleta do time juizforano. Na estreia, o estudante de jornalismo e torcedor do Alvinegro de Santa Terezinha, Eduardo Kaehler, fez sua avaliação após a vitória do Carijó por 2 a 1 sobre o Caxias.

Torcedor agora opina sobre as atuações do time no Mário Helênio

Torcedor agora opina sobre as atuações do time no Mário Helênio

Confira a análise e notas de Eduardo Kaehler: 

Vontade e superação são as palavras que resumem a atuação do Tupi no Estádio Mário Helênio. Assim como na última rodada, que sofreu para vencer o Guaratinguetá-SP por 1 a 0, o Galo Carijó bateu o Caxias-RS de virada e alcançou os sete pontos na tabela.

Apesar do resultado positivo, ficou nítido – mais uma vez – o equilíbrio entre as equipes. O Tupi começou o jogo sem pressionar o adversário e criando poucas chances claras de gol, deixando parte da torcida impaciente. As poucas jogadas de perigo saíram pelo lado direito com Maguinho e Henrique. É um ponto que Condé precisa rever. Nos três jogos em Juiz de Fora, o Galo não apresentou um bom futebol durante os primeiros 45 minutos em nenhum deles.

Já na segunda etapa, vimos um Tupi pressionando desde o início e ainda mais aguerrido. Muita transpiração e pouca inspiração. Faltava um pouco mais de qualidade técnica. A falha do zagueiro Wesley Ladeira no gol do Caxias, que fazia uma boa partida, parecia um castigo ao Galo e sua torcida. Ainda bem que só parecia. Um minuto depois, Maradona já empataria a partida. No lance seguinte de perigo, Núbio Flávio sofreu um pênalti claro não marcado pelo árbitro da partida. O empate se desenhava, mas aos 47 minutos surge a estrela de Bruno Barros, que aproveitou a finalização de Ladeira e desviou para as redes, decretando a vitória do Tupi.

Para se manter na Série C e quem sabe sonhar com vôos maiores, conquistar os seis pontos dentro de casa era obrigação. Objetivo cumprido, mesmo que de forma dramática. No próximo domingo, o Tupi enfrenta o Mogi Mirim fora de casa sem a obrigação de conquistar a vitória. É possível conquistar pelo menos um empate, jogando com inteligência e aproveitando os contra-ataques. O treinador Conde, que dentro de casa peca em alguns pontos – entre eles a falta de ousadia em algumas substituições – fora se destaca pelos fortes sistemas defensivos montados.

Rodrigo: 6,5

Pouco exigido, o goleiro e ídolo da torcida não teve culpa alguma no gol sofrido e demonstrou muita segurança nas bolas aéreas do Caxias.

Maguinho: 6

A maioria dos ataques do Tupi na primeira etapa saíram dos pés dele. Sem conseguir furar a defesa, arriscou alguns chutes de fora, sem sucesso. Alguns deles até precipitadamente.

Wesley Ladeira: 5,5

Fazia uma boa partida, seguro e praticamente não dando espaços para os atacantes do Caxias. Teve a infelicidade de falhar feio no gol do adversário e quase se tornou o “vilão” da partida.

Fabrício Soares: 6,5

Partida segura. Atuação sem sustos do capitão.

Toledo: 5,5

Muito apagado no primeiro tempo, praticamente abdicou de apoiar. Já na segunda etapa, com mais liberdade, teve uma pequena melhora e, nas bolas paradas, transmitiu algum perigo ao Caxias.

Genalvo: 6

Sempre seguro na marcação, mas errando inúmeros passes bobos, o que não é comum para ele.

Gustavo: 6,5

Mostrou uma evolução do último sábado para hoje na parte física e também na técnica. Apesar de alguns erros, foi seguro na marcação e mostrou qualidade nos passes.

Maradona: 8

Melhor em campo disparado. E acredito ser unanimidade entre os torcedores. Toque de bola refinado, dribles curtos e demonstrando muita qualidade, deixou o torcedor do Tupi muito satisfeito com o que viu. E a tendência é melhorar, tanto na parte física quanto no entrosamento. Foi premiado com o gol de empate.

Henrique: 7,0

Muita vontade e velocidade, buscando jogo durante toda a partida. Por alguns momentos chamou a responsabilidade e criou boas oportunidades de gol. Merece também um destaque.

Maranhão: 6,5

Outro que corre muito e produz pouco. No primeiro tempo pouco encostou na bola, já que o jogo se desenhava todo pelo lado direito. Voltou para o segundo tempo mais participativo e, até o momento de sua substituição, fazia uma partida mediana.

Élder Santana: 6

Jogando sempre de costas para o gol, se movimentou bastante, mas pouco fez.

Bruno Barros: 7,5

Entrou muito bem, criou uma boa chance e fez o gol da vitória.

Núbio Flávio: 7

Mais uma vez entrou bem. Muita velocidade, chamou o jogo e sofreu um pênalti claro não marcado. Acredito que recupere sua vaga de titular em breve na equipe.

Warley Oliveira: 6,5

Apesar de ter entrado no final da partida, mostrou que pode ser útil ao Tupi no resto da competição e contribuiu na virada.

Condé: 6,5

Poderia ter sido mais ousado nas substituições. Parecia mais preocupado em não tomar um gol do Caxias do que buscar a vitória. Quase foi castigado, mas a sorte estava ao lado dele.

Texto: Eduardo Kaehler, especial para o Toque de Bola

 


Voltar

2 Respostas to “Você dá nota, Carijó! Novidade do Toque, torcedor avalia atuações dos jogadores do Tupi”

  1. Renato Berg
    18/05/2014 às 11:59

    Dudu, concordo tb com os comentários, e as notas, observando apenas que gostei muito da entrada do W.Oliveira, foi mais agressivo e disputou mais os lances no final da partida, tendo participação nos 2 gols, o 1º escorando a bola p/ o Everton chuta re fazer o gol, e 2º ganhando na cabeça o primeiro lance no escanteio. o seu porte físico ajuda nas disputas corpo a corpo,acho q/ o Condé deve começar as partidas c/ ele agora., no geral a equipe se mostrou bem e venceu na raça carijó!!!! aquilo q/ sempre pedimos , lutem! temos q/ acreditar até o fim…

Deixe uma resposta

Notícias


23 out 2017
Primeiro árbitro de vídeo da Libertadores será brasileiro. Vangasse explica as 4 situações em que ele pode atuar

23 out 2017
Leozinho reaparece na seleção da rodada. Próximo adversário do JF Vôlei tem pedido de desculpas ao torcedor

23 out 2017
Copa Prefeitura Bahamas de Futebol Amador: resultados e próximos jogos

19 out 2017
Oficial: Tupi informa que treinador Aílton Ferraz não fica no clube

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.