13 maio 2014

Treinador dá dicas para Corrida do Granbery e Lauter anuncia temas da palestra



5ª Corrida de Rua da Faculdade Metodista Granbery, marcada para o próximo dia 25 e com palestra do treinador e comentarista de atletismo, Lauter Nogueira, na sexta, 23, promete atrair novos e experientes atletas. Para auxiliar todos os corredores que pretendem participar de mais uma prova do 28° Ranking de Corridas de Rua de Juiz de Fora, o treinador Marcos Hallack, da SaúdePerformance, uma das organizadoras da etapa, explicou o trajeto a ser percorrido.
“A prova é uma corrida fácil, com distância apropriada para o iniciante: 6,2Km. A prova é praticamente toda plana. A única subida é logo na largada. É uma subida curta, porém um pouco inclinada, mas como vai estar todo mundo bem descansado, já que é o início da prova, não vai representar nenhum problema.”
Hallack também passou algumas dicas para a realização da prova.
#Dicas para aproveitar a Corrida do Granbery:
– Participe da palestra com Lauter Nogueira na sexta. Corredor também cuida da mente! Orientações valiosas de quem entende do assunto.
– Oriente seu filho que vai participar da Corrida Infantil, no sábado, para se divertir muito. Essa é a ordem!
– Hidrate-se bem no dia anterior à prova. Ao longo do trajeto e ao final da prova, existem postos de hidratação.
– Use protetor solar, boné e/ou óculos escuros.
– Não esqueça seu número de peito. Uma dica é prender com alfinete na camisa no dia anterior da prova.
– Separe os tênis e meias que irá usar. Lembrando que este não é o momento de estrear tênis novos!
– Se você vai participar da caminhada (4Km) parabéns! Você está um passo a frente rumo a uma melhor qualidade de vida.
– Reúna os amigos e venha de bicicleta. Temos um bicicletário esperando por vocês!
– Convide os amigos para torcer por você.
Lauter Nogueira adianta o que abordará em palestra
“Treino é treino, prova é prova”. “Beber água gelada no treino não faz bem”. “Poucos correm. Muitos gostam de falar que correm”. Em um bate papo com Lauter Nogueira, treinador de atletismo e comentarista da SporTV, ele dá uma prévia dos dogmas que os corredores possuem na prática esportiva e de todos os mitos que cercam o esporte. Esta será a tônica da palestra que ocorre na sexta, 23, em Juiz de Fora, no evento que faz parte da 5ª Corrida Rústica da Faculdade Metodista Granbery.
Em mais de 30 anos de carreira, Lauter  já assumiu a direção técnica da Confederação Brasileira de Triathlon nos Jogos Olímpicos de Sidney e foi responsável pelo treinamento de alguns atletas brasileiros que conquistaram a vitória olímpica, como a jogadora de vôlei Jacqueline Silva. Lauter trouxe para o Brasil as chamadas assessorias de corridas, quando em 1981, criou o primeiro grupo no país. O conceito foi importado dos Estados Unidos e de alguns países da Europa e dispõe de um treinador que auxilia os membros da equipe, criando a possibilidade de as pessoas treinarem a corrida sem serem atletas profissionais. Tal atividade se espalhou pelo país e hoje pode ser facilmente encontrada em Juiz de Fora.
palestra lauter
 Em Juiz de Fora a corrida de rua tem atraído um público crescente e, em paralelo,  o número de assessorias esportivas também tem aumentado. O que o atleta amador deve observar para escolher a sua assessoria?
Hoje são mais de 5 milhões de corredores no Brasil. O grupo de corrida é formado por um treinador e atletas dos mais variados níveis e objetivos. Hoje em dia a assessoria é um facilitador pra quem vai começar a correr. O primeiro quesito é que a assessoria tenha profissionais capacitados. O segundo é que haja pessoas com objetivos comuns aos seus. Aliás, hoje as pessoas correm porque gostam de correr mas também pelos mais variados motivos: emagrecer, combater a solidão, conseguir emprego, amigo, mulher, e até adquirir um status novo. O corredor é visto pela sociedade como uma pessoa dinâmica, e ele gosta de comunicar que corre, se vestir como corredor e consumir itens de corrida. Muitas vezes, até mais do que realmente corre.

– Qual a importância dos treinos antes de uma competição de corrida? Qual a influência do acompanhamento profissional?

Pura matemática. A prova é o resultado dos treinos do atleta. É como uma prova na escola,: estudou, vai bem.  Um fato também é que hoje em dia as pessoas correm menos do que os atletas corriam. As pessoas estão menos dispostas a treinar. Quando antes treinava-se seis vezes por semana, hoje isso chega a uma média de duas a três vezes por semana.

– O que os participantes da Corrida do Granbery podem esperar da sua palestra?

Isso tudo que foi dito aqui vai ser explorado para a plateia de corredores. Vai ser uma troca, com abertura para perguntas e respostas. Existem alguns mitos na corrida e o corredor adora ouvir coisas e colocar como dogmas. A gente vai tentar quebrar alguns. Por exemplo: Água gelada durante o treino, a competição, faz mal? Isso é um absurdo, a água gelada é mais rapidamente absorvida, ela faz bem.
Texto com informações enviadas por Mahina Fava
Arte: SaúdePerformance/Divulgação

Voltar

Uma Resposta to “Treinador dá dicas para Corrida do Granbery e Lauter anuncia temas da palestra”

Deixe uma resposta

Notícias


19 out 2017
Oficial: Tupi informa que treinador Aílton Ferraz não fica no clube

19 out 2017
Copa Toque de Bola de Futsal: Academia destaca “movimento esportivo” gerado pela competição

19 out 2017
Copa Prefeitura Bahamas de Futebol Amador: resultados e próximos jogos

18 out 2017
Faefid-UFJF recebe nota máxima em avaliação, foca em “atuar com pessoas” e vê trabalho dobrado

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.