02 maio 2014

Juizforano Adilson Mattos atua na final feminina do Mundial Escolar de Futsal. Brasil é ouro e bronze. Veja fotos



O panathleta e árbitro Adilson Mattos representou Juiz de Fora e o Brasil no Mundial Escolar de Futsal, realizado na Itália, do dia 26 de abril até esta sexta-feira, 2. Ao todo, 44 profissionais na arbitragem foram escolhidos, de 18 países diferentes. Além de Adilson, o sergipano Nailton Souza também compõe a delegação brasileira na competição. O Toque de Bola entrou em contato com Adilson, que explicou suas funções durante o torneio e contou todos os países participantes no evento, por parte da arbitragem.

“Somos 44 árbitros de 18 países fazendo o revezamento entre arbitrar, anotar e cronometrar.  Armênia, Bélgica, Brasil, China, Croácia, Inglaterra, França, Guatemala, Hungria, Iran, Israel, Itália, Kosovo, Holanda, Romênia, Rússia, Slováquia e Turquia”, disse Adilson.

O juizforano teve a oportunidade de ser escalado como árbitro principal em um clássico europeu repleto de gols: Holanda 7 x 4 Inglaterra. O panathleta atuou ainda nas partidas entre Romênia e China e Rússia e Romênia – esta última no feminino.

Na final

Nesta sexta-feira, 2, Adilson informou ao Toque que foi anotador da decisão feminina da competição – a Turquia sagrou-se campeã ao derrotar a Finlândia por 4 a 3. As brasileiras conquistaram a terceira colocação ao golear a França na disputa da medalha de bronze por 4 a 0.

Brasil vence no masculino

Os jogadores do Brasil confirmaram o favoritismo. O time nacional realizou ótima campanha e sagrou-se campeão ao vencer o Irã nesta sexta-feira, 2, pelo placar de 9 na 8.

 

Confira algumas fotos enviadas por Adilson de sua participação no Mundial Escolar de Futsal:

Hopton Nicholas Inglaterra - cronometrista, Adilson Mattos Brasil - anotador, Alicia Monterroso, Guatemala e Sanije Krasnigi Kosovo na direção da final feminina

Hopton Nicholas Inglaterra (cronometrista), Adilson Mattos Brasil (anotador), Alicia Monterroso (Guatemala) e Sanije Krasnigi (Kosovo) na direção da final feminina

 

Adilson Mattos4

Da esquerda para a direita, Sanije Krasniqi (Kosovo), Adilson Mattos (Brasil), Shai Liang (China) e Gábor Kovács (Hungria)

 

Adilson Mattos3

Equipes da Holanda e Inglaterra enfileirados juntos da arbitragem, com Adilson, antes do início da partida

 

Adilson Mattos2

 

Adilson Mattos

Da esquerda para a direita, Alicia Monterroso (Guatemala), Chiara Perona (Itália), Adilson Mattos (Brasil) e Cinzia Loddo (Itália)

 

Detalhes do título brasileiro

Veja, abaixo, o texto feito pela assessoria da Confederação Brasileira de Desporto escolar sobre a participação brasileira na competição:

Brasil é ouro e bronze no Mundial de Futsal Escolar
Com a vitória de 9 a 8 contra o Iran, os meninos da Seleção Brasileira de Futsal Escolar, representada pelo Colégio Amorim de São Paulo, conquistaram o bicampeonato mundial de futsal escolar e a hegemonia mundial da modalidade. A partida final era um tira-teima, já que o Iran era até então o campeão mundial, título conquistado em 2012 na Turquia. O Brasil foi o primeiro campeão do mundo, título conquistado em 2010, em Fortaleza-CE. Estava tudo igual. A decisão desta sexta-feira era então um desempate e deu Brasil, que agora é bicampeão do mundo no masculino.
No feminino, na disputa da medalha de bronze, o Brasil derrotou a França por 4 a 0 e foi o terceiro colocado da competição, uma bela campanha das meninas da Escola Superior Madre Celeste, de Ananideua, Belém do Pará, que ficaram fora da final com, a derrota de 7 a 5 para a Turquia, que viria a ser a campeã mundial, ao vencer a Finlândia por 4 a 3.
Emoção do inicio ao fim – Como toda decisão, a partida entre Brasil e Iran foi cheia de emoção do início até o final do jogo. Todos sabiam que seria um jogo pegado, complicado para os dois lados e, na preleção, o treinador Ricardo Gomes preveniu os seus comandados, alertando-os como seria a partida, difícil e catimbada.
O Brasil saiu na frente. Com menos de um minuto de jogo César abriu o placar, para delírio da torcida presente ao ginásio da Comuna de Maracalogonis, na sua maioria torcendo pelo Brasil.
O Brasil dominava a partida e parecia que venceria com facilidade. De repente, a equipe do Iran aproveitou quatro falhas brasileiras e disparou, fazendo 4 a 1, para surpresa dos presentes. O treinador Ricardo Gomes solicitou tempo e arrumou a casa. O Brasil empatou a partida e virou ainda no primeiro tempo para 5 a 4. O time brasileiro perdeu um tiro livre com Pedro. No segundo, Marcel não desperdiçou.
Mais emoção – No segundo tempo, o Iran apertou a marcação no campo brasileiro e chegou ao empate. A essa altura, o Brasil já tinha cometido três faltas, logo depois mais duas e a situação ficou delicada. Era jogar com cuidado para não cometer a sexta falta.
O Brasil chegou a fazer 7 a 5. O Iran passou a utilizar o goleiro linha e deu resultado, chegando ao sexto gol. O goleiro brasileiro, Barack, aproveitou um rebote e com o gol adversário sem goleiro marcou o oitavo gol brasileiro. Giovani, destaque do jogo, também com o gol aberto fez o nono gol do Brasil. O Iran ainda diminuiu, marcando o oitavo gol, mas ai já era tarde demais. Foi o juiz apitar e os brasileiros comemorarem a grande conquista.
– Essa é uma vitória da garra e da determinação do jovem atleta brasileiro. Nos enche de orgulho, ver em terras estranhas, tão distante, a torcida gritando o nome do Brasil, torcendo para o Brasil ser campeão. E na quadra, os meninos não decepcionaram. Temos que comemorar muito esse bicampeonato, que foi uma conquista da raça e da determinação do atleta brasileiro, disse o presidente da Confederação Brasileira de Desporto Escolar (CBDE), o sergipano Antonio Hora Filho, momentos, depois da conquista.
Os gols do Brasil foram marcados por Barack, Marcelo (3), Giovani (2) César (2) e Pedro. O Brasil foi sagrou-se bicampeão mundial de futsal escolar com os seguintes atletas: Barack, Marcel, Giovani Bariani, Pedro, César, Alegria, Giovani Valério, Gian, Giovani Garcia, Mota e Kelvin. O técnico foi Ricardo Gomes.
Veja, abaixo, fotos da delegação brasileira, entre atletas e arbitragem:

10323662_1527640427463650_225422156_o 10335382_1527640420796984_370155994_o 10309851_1527640410796985_1878028681_o 10317079_1527640430796983_1667811355_o 10319903_1527640434130316_1844630515_o (1)

 

Texto inicial: Bruno Kaehler com informações complementares de Adilson Mattos

Texto das equipes brasileiras: Givaldo Batista – ascom CBDE

Fotos: www.isfcagliari.it/ e divulgação Adilson Mattos


Voltar

Uma Resposta to “Juizforano Adilson Mattos atua na final feminina do Mundial Escolar de Futsal. Brasil é ouro e bronze. Veja fotos”

Deixe uma resposta

Notícias


19 out 2017
Oficial: Tupi informa que treinador Aílton Ferraz não fica no clube

19 out 2017
Copa Toque de Bola de Futsal: Academia destaca “movimento esportivo” gerado pela competição

19 out 2017
Copa Prefeitura Bahamas de Futebol Amador: resultados e próximos jogos

18 out 2017
Faefid-UFJF recebe nota máxima em avaliação, foca em “atuar com pessoas” e vê trabalho dobrado

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.