01 abr 2014

Pan de MTB: Robinho vence categoria e Brasil é bronze com Stopa. Grossi é 14º



No período entre 28 e 30 de março foi realizado em Barbacena (MG) o Pan-Americano de Mountain Bike. O Brasil foi um dos países que conquistaram mais vitórias na competição, sendo representado por alguns juiz-foranos profissionais da modalidade. O ciclista Robson Aloísio Silva, o Robinho, foi campeão na divisão master B1 masculina. Outro ótimo resultado foi a conquista brasileira do terceiro lugar na prova de revezamento por equipes, com Roberta Stopa (Damatta/Dabomb/X-Fusion) integrando o time. Daniel Grossi (Guma/Groove/Mr.Tugas/Inspire), mais um atleta juiz-forano, ainda superou adversidades durante a prova, pela elite masculina, e conquistou a 14ª colocação.

Stopa abre bem a competição

Na quinta-feira, 27, primeiro dia de Pan-Americano, a prova de revezamento por equipes trouxe bons resultados para os brasileiros e em especial a Juiz de Fora. No objetivo de estar nas Olimpíadas de 2016, Stopa subiu mais um degrau fazendo parte do time medalha de bronze na etapa. O time da Colômbia venceu a prova disputada nas trilhas do entorno do Parque de Exposições Senador Bias Fortes, seguidos pela equipe da Argentina.

A decisão do técnico da equipe brasileira de mountain bike de poupar os atletas que participaram dos Jogos Sul-Americanos, no meio de março, do revezamento no Pan de Mountain Bike abriu espaço para Roberta integrar o time que representou o Brasil ao lado de Luiz Henrique Cocuzzi (sub-23), Erick Bruske (junior) e Ricardo Pscheidt (elite masculina). Segundo a local, terceira a largar na disputa da prova, o embate com as outras meninas foi feroz, e a pista exigiu bastante de todos.

“Nosso time entregou na frente na primeira volta (com Luiz Henrique), e recebi em segundo do Erick. Quando saí, a atleta do México já estava emparelhada comigo, batemos guidão e tudo. Fiz muita força no início, pois essa é uma prova cruel, na qual você tem de dar tudo pois só tem uma volta. Acabei pagando o preço mais à frente e caindo outras duas colocações. Entreguei para o Pscheidt em quinto, ele conseguiu recuperar esses dois postos, e conquistamos a medalha de bronze. Foi bom que abrimos com uma medalha”, contou Roberta.

Pódio das equipes da prova de revezamento. Brasil terminou na terceira colocação

Pódio das equipes da prova de revezamento. Brasil terminou na terceira colocação

Veja a classificação completa da prova de revezamento por equipes:

Revezamento por equipes

No domingo, 30, na principal prova do cross country do fim de semana, entre atletas da elite, Stopa ainda conquistou a 19º colocação no geral, a oitava melhor entre as brasileiras. Veja a classificação final na elite feminina.

Classificação Elite FemininoRobinho campeão

O segundo dia de competição reservou mais um expressivo resultado para Juiz de Fora e Brasil. Robinho terminou em primeiro lugar a prova, na categoria master B1, no tempo de 1h06min48s. Foram quatro voltas de percurso nos quase 5km planejados especialmente para a competição. O juiz-forano deixou o argentino Ariel Rodrigues em segundo, com 1h07min51s, e o também brasileiro João Erildo Silva em terceiro, com 1h10min01s. Na master B2, outro ciclista nacional, Luiz Neto, foi o vencedor, marcando 1h08min39s nos quatro giros no circuito.

 

Robinho no topo do pódio da categoria master B1 do Pan-Americano de MTB 2014

Robinho no topo do pódio da categoria master B1 do Pan-Americano de MTB 2014

Confira a classificação completa da categoria Master B1:

Master B1 Masculino

Superação de Grossi

Outro juiz-forano a disputar o Pan-Americano de MTB 2014 foi Daniel Grossi. Pela elite masculina, prova mais importante da competição, o atleta passou por dificuldades, mas superou os obstáculos e ainda conquistou a 14º posição na etapa, tendo o quinto melhor tempo entre os brasileiros. Através de rede social, Grossi analisou sua performance e o ocorrido no domingo, 30, último dia de provas.

“Nesse final de semana tive o privilégio de representar o Brasil no campeonato Pan-americano de Mountain Bike. Os 10 melhores atletas do ranking brasileiro de 2013 foram selecionados para a competição.
A prova foi muito dura, o nível dos atletas estava muito alto. Realizei uma boa largada, a troca de posições era constante na primeira subida do circuito, no final dessa subida um chileno errou na minha frente, vinha atrás e bati nele. Com isso, minha direção virou saindo do centro. Terminei a subida e parei para arrumar, muitas atletas passaram. Percebi que tinha ficado bem atrás do pelotão, a partir desse momento coloquei em minha cabeça que iria fazer uma prova de recuperação, tentando dar meu melhor e crescer a cada volta. Foi uma prova longa, me esforcei ao máximo e vim recuperando posições a cada volta. Na última volta a forte chuva deixou o circuito perigoso, onde optei pela minha segurança e defender a 14° colocação na categoria elite. Queria agradecer em especial a torcida que estava presente, uma coisa inesquecível, aos meus amigos de Juiz de Fora presentes na prova a cada grito era uma força a mais no pedal. A minha família, Isa e ao Guma que estiveram presentes em cada volta me apoiando. Estou muito satisfeito pelo ótimo resultado que conquistei, foi uma experiência muito importante para a minha carreira. Aprendi que tenho muito que melhorar, vamos em frente, o sonho nunca acaba !! ”

Veja a classificação final da prova na elite masculina:

Classificação Elite Masculino

Texto de Bruno Kaehler com informações complementares da Tribuna de Minas

Fotos e artes: Facebook do Pan-Americano de MTB 2014/Divulgação


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


19 jan 2018
Futebol do Baeta apresenta Comissão Técnica para Módulo 2 e admite que está atrasado

18 jan 2018
Próximo adversário do Tupi, Uberlândia perde em casa. Veja como começou o Estadual

18 jan 2018
Tem de 12 a 16 anos e quer jogar basquete? Sexta é dia de cesta! Olha esse convite da Faefid-UFJF

17 jan 2018
“Barraco” no Poço Rico! Eleições do Tupynambás viram caso de polícia

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse