08 jan 2014

Chiquita cobra evolução dos opostos e deve “sacrificar” ponteiro contra RJ



  A derrota por 3 a 0 para o Sada/Cruzeiro deixou a situação da UFJF complicada na Superliga. Depois da sexta derrota consecutiva (a quinta por 3 sets a 0 na sequência), o time viu o Funvic/Taubaté bater o RJ Vôlei fora de casa por 3 a o e caiu para a lanterna da competição. Além disso, o problema de achar um esquema tático ideal continua na cabeça do técnico Chiquita.

  Contra o Sada, o oposto Daniel Maciel começou como titular. Ao fim do segundo set, Chiquita sacou seu oposto e colocou o ponteiro Deivisson no lugar. O esquema melhorou o volume de jogo da Federal e mesmo não sendo o esquema preferido de Chiquita, os três ponteiros devem ser mantidos diante do RJ Vôlei, no próximo sábado, 11.

A Rádio Web do Toque de Bola transmite todas as emoções de UFJF x RJ Vôlei, neste sábado, 11, a partir das 17h, direto da Arena UFJF.  Sintonize nas ondas do Toque.

http://www.toquedebola.esp.br/wp-content/themes/portal-toque/nas-ondas-do-toque.html

Wallace desequilibra

A UFJF encontrou na noite da última terça,7, um ginásio completamente lotado para encarar o vice-líder e atual campeão mundial de clubes. No início, Chiquita surpreendeu com a escalação e entrou com Daniel Maciel (voltando de lesão), Gelinski, Hugo, Ninão, Reffatti, Victor Hugo e Tatinho (começando como titula pela primeira vez nesta Superliga). O Cruzeiro do técnico Marcelo Mendez veio com William, Wallace, Leal, Luis Diaz, Isac, Éder e Serginho.

A partida começou equilibrada, com as duas equipes se revezando no placar. Mas, ao fim da segunda para técnica, foi aberta a maior vantagem da partida até aquela momento, 14 a 10. Com a atuação da dupla formada pelo  levantador William e pelo oposto Wallace, que dominavam o jogo, o Cruzeiro fechou com facilidade em 21 a 11.

No segundo set, o Cruzeiro voltou bem melhor e fez cinco a zero, chegando à primeira parada técnica com vantagem de 7 a 2. O Sada seguiu mandando no parcial e abriu 14 a 15 no segundo tempo técnico. A UFJF tentou uma reação, a entrada do ponteiro Deivisson modificou a forma do time jogar, porém o time celeste repetiu o 21 a 11 do set inicial.

O terceiro set começou diferente para a UFJF. A torcida empurrava, fazia barulho na Arena e a Federal chegou a abrir 6 a 1 no placar, obrigando o técnico Marcelo Mendez a pedir tempo. Ao fim da primeira parada técnica, a vantagem permanecia em cinco pontos: 7 a 2. Porém, a partir daí, o Sada/Cruzeiro foi diminuindo a vantagem e empatou em 11 a 11. Na segunda parada técnica, a vantagem da Federal era de apenas um ponto, mas no fim, com o oposto Wallace e o ponteiro Diaz decisivos, o Sada fechou em 21 a 18.

O ponteiro Luis Diaz ganhou o troféu Viva Vôlei como o melhor em quadra e o oposto Wallace foi o maior pontuador do jogo com 11 pontos.

Depois do jogo, o técnico Chiquita explicou o motivo de ter optado pela entrada do oposto Daniel Maciel como titular.

“A opção por ele foi primeiro, a relação de bloqueio contra o time do Sada, segundo a semana que ele voltou ele voltou muito bem, superior ao De Paula. Depois é uma outra formação que nós temos que trabalhar, eu ainda tenho que pensar em trabalhar com os nossos opostos, que é a formação tradicional e eu tenho que acreditar nisso”, disse o técnico da Federal.

 Sequência comprometida

O esquema com três ponteiros havia sido utilizado nos últimos três jogos da Federal pela Superliga. Mas, a principal preocupação do técnico da UFJF com o esquema era de ter que sacrificar um dos seus ponteiros no esquema. Porém, após tentar mais uma vez atuar com um de seus opostos, Chiquita acredita que por enquanto a solução será sacrificar mesmo um dos ponteiros no time.

“As partidas estão me mostrando que o esquema ideal é com os três ponteiros, vou ter que sacrificar um ponteiro, mas infelizmente vou ter que trabalhar assim, é a que está me dando mais retorno, um time mais equilibrado”.

O técnico da Federal fez questão de frisar que se os opostos não voltarem a jogar o esperado, a sequência na temporada pode ficar comprometida.

“Nós temos um problema muito sério na posição do oposto, os ponteiros estão conseguindo cobrir essa falha, até um determinado momento, mas é o que nós temos que trabalhar agora. Nesse jogo, se eu tivesse trocado no segundo set, com certeza o time ia evoluir um pouco mais, mas eu preciso recuperar os meus opostos. Alguns jogos com essa formação com três ponteiros já me mostraram que eu tenho um limite, e eu não vou além desse limite. Eu preciso que os meus opostos evoluam um pouquinho mais, senão vai ficar difícil caminhar ao longo da temporada”, afirmou o técnico da Federal.

Venda de ingressos

A venda antecipada de ingressos para a partida contra o RJ Vôlei, neste sábado, 11, às 18h, começou nessa quarta-feira,8, a partir das 16h com os valores promocionais de R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia-entrada para estudantes, crianças até 12 anos e idosos) e seguem até as 14h de sábado. Depois disso, apenas na porta do ginásio na hora do jogo, caso sobrem ingressos.

A Assessoria da UFJF lembra aos torcedores que a procura para o jogo contra o Sada/Cruzeiro foi muito grande e os ingressos acabaram rapidamente, e por isso recomenda a não deixar para comprar na porta do ginásio.

Os torcedores podem comprar os ingressos no restaurante Salsa Parrilla e cantina da Faculdade de Educação Física, no campus da Universidade, Victory Suites (Rua Oswaldo Aranha, 20, São Mateus) e AFA Bikes (Rua Santo Antônio, 1440, Centro).

TERCEIRA RODADA DO SEGUNDO TURNO

07.01 (TERÇA-FEIRA) – Vivo/Minas (MG) 3 x 0 Voltaço (RJ) (21/16, 21/15 e 21/18)

LOCAL/HORÁRIO: Arena Vivo, em Belo Horizonte (MG), às 18h30

TEMPO DE JOGO: 1h12

TROFÉU VIVAVÔLEI: Lukinha (Vivo/Minas)

MAIOR PONTUADOR: Franco (Vivo/Minas), com 13 pontos

07.01 (TERÇA-FEIRA) – RJ Vôlei (RJ) 0 x 3 Funvic/Taubaté (SP) (9/21, 14/21 e 20/22)

LOCAL/HORÁRIO: Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro (RJ), às 20h

TEMPO DE JOGO: 1h07

TROFÉU VIVAVÔLEI: Leandrão (Funvic/Taubaté)

MAIOR PONTUADOR: Sérgio (Funvic/Taubaté), com 13 pontos

07.01 (TERÇA-FEIRA) – UFJF (MG) 0 x 3 Sada Cruzeiro (MG) (11/21, 11/21 e 18/21)

LOCAL/HORÁRIO: UFJF, em Juiz de Fora (MG), às 20h

TEMPO DE JOGO: 1h15

TROFÉU VIVAVÔLEI: Luis Diaz (Sada Cruzeiro)

MAIOR PONTUADOR: Wallace (Sada Cruzeiro), com 11 pontos

07.01 (TERÇA-FEIRA) – Moda/Maringá (PR) 3 x 1 Montes Claros Vôlei (MG) (21/11, 21/12, 17/21 e 21/19)

LOCAL/HORÁRIO: Ginásio Chico Neto, em Maringá (PR), às 20h

TEMPO DE JOGO: 1h41

TROFÉU VIVAVÔLEI: Lorena (Moda/Maringá)

MAIOR PONTUADOR: Lorena (Moda/Maringá), com 20 pontos

07.01 (TERÇA-FEIRA) – Brasil Kirin (SP) 3 x 1 Kappesberg Canoas (RS) (21/15, 14/21, 21/12 e 21/17)

LOCAL/HORÁRIO: Taquaral, em Campinas (SP), às 21h30

TEMPO DE JOGO: 1h35

TROFÉU VIVAVÔLEI: Vini (Brasil Kirin)

MAIOR PONTUADOR: Rivaldo (Brasil Kirin), com 16 pontos

08.01 (QUARTA-FEIRA) – Sesi-SP 3×0 São Bernardo Vôlei (SP) (21/19, 21/19 e 21/15) 

LOCAL/HORÁRIO: Vila Leopoldina, em São Paulo (SP), às 21h

TEMPO DE JOGO: 1h22

TROFÉU VIVAVÔLEI: Evandro (Sesi-SP)

MAIOR PONTUADOR: Evandro (Sesi-SP), com 18 pontos

  Sesi volta à liderança

Com o resultado da partida, o Sesi-SP voltou para a liderança da competição com 37 pontos (13 vitórias e uma derrota). O Sada Cruzeiro (MG) aparece em segundo, com 35 e o Brasil Kirin (SP) em terceiro, com 29. O São Bernardo Vôlei está na oitava colocação com cinco resultados positivos e nove negativos.

O oposto Evandro, do Sesi-SP, teve uma atuação destacada e ficou com o Troféu VivaVôlei. O atacante ainda foi o maior pontuador do confronto, com 18 acertos.

Confira, clicando abaixo, a classificação atualizada da Superliga:

classificação em 9-1-2014 p4bRM

Texto: Mari Sequeto com informações complementares da CBV e da Secretaria de Comunicação da UFJF


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


20 maio 2018
Que fase! Tupi perde a quarta na Série C

19 maio 2018
Missão cumprida! Tupi Futsal traz a vaga e pega o Corinthians

18 maio 2018
Super promoção “Causos IOR”! Saiba aqui como participar

18 maio 2018
UFJF/Asepel volta à cena no Campeonato Mineiro de base

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.