21 dez 2013

UFJF perde para o Cruzeiro e é eliminado do Mineiro de Vôlei



A UFJF se despediu do Campeonato Mineiro de Vôlei no fim da manhã deste sábado, 21, em Contagem, ao perder por 3 a 1 (parciais 21/17, 21/13, 19/21 e 21/17) para o Sada/Cruzeiro, time que fez a melhor campanha da primeira fase do Estadual.

  Na decisão, neste domingo, o Sada Cruzeiro conquistou o título ao superar também por 3 a  1 o Vivo Minas, parciais de 17/21, 21/16, 21/17 e 21/17.  Foi o quinto título estadual e o quarto consecutivo.

Já a UFJF volta as suas atenções para o Sesi, primeiro adversário do returno da Superliga já no próximo sábado, 28, no Ginásio Vila Leopoldina, em São Paulo, buscando uma reação na competição.

Mudanças na equipe

A Federal foi para Contagem querendo buscar uma vaga que seria inédita para o time. Para tentar o feito, o técnico Chiquita promoveu mudanças na equipe. A formação com três ponteiros utilizada nos últimos dois jogos pela Superliga foi trocada pelo velho esquema com dois ponteiros e um oposto. Assim, De Paula voltava ao time. O central Ninão teve a sua primeira chance como titular ao substituir Jardel, machucado.

O time entrou com Victor Hugo, Ninão , De Paula, , Hugo, Reffatti, Gelinski e o líbero Thales. Já o Cruzeiro veio com William, Wallace, Isac, Éder, Filipe, Leal e o líbero Serginho.

   O primeiro set veio marcado pelo forte equilíbrio. Com uma boa distribuição do jogo feita pelo levantador Danilo Gelinski, a UFJF não deixou o forte ataque do Cruzeiro deslanchar na partida. A vantagem do time da casa era de apenas um ponto, até que em um erro de ataque da Federal o Cruzeiro conseguiu abrir dois pontos de vantagem. O time de Juiz de Fora não consegiu tirar a diferença e viu o Cruzeiro fechar em 21 a 17.

Queda de rendimento

  Depois de fazer um bom primeiro set, a UFJF voltou irreconhecível no segundo. Cometendo inúmeros erros e sem concluir as jogadas de ataque, viu o Sada/Cruzeiro abrir uma vantagem de quatro pontos, antes da primeira parada técnica. Em seguida, o time da casa aumentou a vantagem para seis pontos e Chiquita pediu tempo. Não adiantou muito. Perdida e precisando tirar uma enorme vantagem, a UFJF acabou sendo derrotada por 21 a 13.

Buscando a reação

  No terceiro set, Chiquita subsituiu De Paula pelo ponteiro Japa. A mudança surtiu efeito e a equipe voltou melhor. Com uma boa atuação e se aproveitando da desatenção do time da casa, a Federal manteve-se a frente no placar durante quase todo o set. O time chegou a colocar três pontos de vantagem após a segunda parada técnica. E mesmo cometendo nove erros contra apenas quatro do adversário, a UFJF conseguiu fechar em 21 a 19.

  No quarto set, novamente muito equilíbrio. A equipe de Belo Horizonte terminou as duas paradas técnicas com dois pontos de vantagem.  Chiquita promoveu a entrada de Rivoli e Deivisson para tentar mudar o jogo da equipe de Juiz de Fora. Não deu certo. Nos ataques certeiros de Isac e Wallace, o Cruzeiro abriu três pontos e fechou o jogo em 21 a 17. Wallace foi o maior pontuador em quadra, com 20 pontos.

Minas garantido na decisão

A primeira semifinal do Campeonato Mineiro de vôlei foi marcada por um jogo emocionante. E foi o Vivo/Minas que levou a melhor ao vencer o Sertão Minas/Pirapora por 3 sets a 2 (parciais 19/21, 23/21, 14/21, 27/25 e 15/9. O duelo também foi realizado no Ginásio do Riacho, em Contagem.

Texto Mari Sequeto com informações complementares do Site oficial do Sada/Cruzeiro


Voltar

3 Respostas to “UFJF perde para o Cruzeiro e é eliminado do Mineiro de Vôlei”

Deixe uma resposta

Notícias


19 out 2017
Oficial: Tupi informa que treinador Aílton Ferraz não fica no clube

19 out 2017
Copa Toque de Bola de Futsal: Academia destaca “movimento esportivo” gerado pela competição

19 out 2017
Copa Prefeitura Bahamas de Futebol Amador: resultados e próximos jogos

18 out 2017
Faefid-UFJF recebe nota máxima em avaliação, foca em “atuar com pessoas” e vê trabalho dobrado

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.