25 nov 2013

Chiquita agradece apoio da torcida e pede paciência com jovens atletas



  A UFJF alcançou sua segunda vitória na Superliga Masculina de Vôlei, após marcar 3 sets a 1 sobre a equipe do Moda/Maringá. O resultado levou a Federal aos sete pontos, na sétima colocação. O próximo desafio é no sábado, 30, contra o São Bernardo Vôlei,  às 18h na Arena UFJF.

  O técnico Chiquita falou após o jogo que o time precisava retribuir o apoio da torcida e disse que é preciso ter paciência com o time, que conta com muitos jogadores inexperientes no grupo.

A rádio web do Toque de Bola transmite ao vivo no próximo sábado, 30, a partida entre UFJF e São Bernardo Vôlei, direto da Arena UFJF a partir das 17h.

Vitória para dar moral

A derrota para o Funvic/ Taubaté por 3 a 1 fora de casa frustrou os planos da UFJF de voltar para o G8 antes da parada para a disputa da Copa dos Campeões.  Por isso, o jogo contra o Moda/Maringá foi considerado fundamental para buscar a vaga nos playoffs.

  Depois da partida, o técnico Chiquita falou à Rádio Web do Toque de Bola sobre a importância da vitória contra um adversário qualificado como o time de Maringá e comemorou o fato de o time ter tido um padrão de jogo.

“A gente tem sofrido uma inconstância no nosso ataque, com o padrão de jogo do nosso ataque. Às vezes em um set está maravilhoso, 70%, 80%, no outro ele cai pra 20%. Então, nessa partida nós soubemos jogar com maturidade nos momentos decisivos, apesar dos erros excessivos ainda de saque, a gente conseguiu manter um padrão, isso foi importante. Agora jogar com um pessoal super experiente, rodado internacionalmente, jogadores que já passaram por seleção é sempre um algo a mais e vencer em casa, com a nossa torcida mais ainda”, afirmou Chiquita.

  O ponteiro Japa, autor de sete pontos na partida, destacou também a superação da equipe em quadra. “Nós temos que nos superar sempre, todo treino, todo jogo é superação. Mas hoje o jogo encaixou para gente, foi legal, não teve muito erro bobo, só o segundo set que foi pra esquecer e não deixar mais acontecer, mas o resto foi muito bom, com o nível de concentração sempre no alto”.

Parece até que os jogadores estão fazendo uma "ola" na quadra, mas na verdade é ponto da Federal

Parece até que os jogadores estão fazendo uma “ola” na quadra, mas na verdade é ponto da Federal

  Apoio da torcida

  Mesmo com o frio e a chuva forte em Juiz de Fora na noite do último sábado, a torcida da Federal marcou presença em grande número e fez a festa com gritos de apoio ao time durante todo o jogo. Chiquita disse que o time estava devendo uma grande vitória aos torcedores e pediu paciência já que o time ainda é muito jovem.

“Faltava pra gente retribuir o calor que a torcida sempre nos dá. Fizemos partidas boas, contra o Sesi foi uma delas, mas não concretizamos isso em vitórias. Nós precisamos resgatar a nossa torcida trazendo vitórias pra nossa casa, para UFJF e para Juiz de Fora. Nós estamos no caminho certo, peço paciência a todos, porque apesar de jogadores experientes, mais da metade do grupo que está jogando é muito jovem e inexperiente. Então isso leva um tempo, estamos corrigindo, estamos trabalhando e eles estão conscientes do que tem que melhorar”, afirmou o treinador.

Melhor em quadra

O central Jardel marcou seis pontos no jogo e saiu contundido no final do quarto set com um problema no tornozelo. Mesmo assim, o central foi escolhido o melhor em quadra, recebendo o Troféu Viva Vôlei.

Ao fim da partida, Jardel comentou o prêmio recebido e disse que o seu companheiro de posição, Victor Hugo, merecia também receber o troféu.

“Acho que teve outros jogadores que tiveram uma apresentação melhor que a minha, como o Pirulito (Victor Hugo) que jogou muita bola e com certeza no vestiário eu vou passar esse troféu para ele porque ele merece”, afirmou Jardel.

Jardel também enfatizou a importância de ter conseguido os três pontos em casa. “O time deles foi montado às pressas, foi um dos últimos a serem montados, é um time que tem um confronto direto com a gente pela vaga no playoff, a gente fez três pontos, eles deixaram de fazer, então foi um jogo muito importante”.

Rivoli volta, Jardel também deve atuar

  Segundo o profissional de fisioterapia da UFJF, Fábio Lucas de Oliveira, Jardel já vinha sentindo um problema na sola do pé, mas não deve ser desfalque na próxima partida.

  “O Jardel já vinha sentindo a sola do pé durante toda essa semana, temos feito um tratamento para que ele possa sempre jogar, e vamos seguir. Acredito que no próximo jogo ele jogue sem problema algum”, disse Fábio.

  O levantador Rivoli acusou um problema no pé direito antes do jogo contra o Funvic/Taubaté e ficou de fora das últimas duas partidas da Federal. Mas, segundo Fábio, o jogador vem se recuperando e deve voltar no jogo contra o São Bernardo.

“A situação do Rivoli está mais tranquila. Essa semana ele volta aos treinos normalmente com a equipe em alta intensidade e tem 95% de chances de atuar no próximo jogo”.

Texto: Mari Sequeto

Fotos: Toque de Bola


Voltar

4 Respostas to “Chiquita agradece apoio da torcida e pede paciência com jovens atletas”

Deixe uma resposta

Notícias


24 set 2017
Aílton se emociona e não define permanência: “Estou disposto a ouvir proposta”

21 set 2017
Tupi pode ter até quatro desfalques. Aílton receita “guerrear e batalhar demais para conseguir o objetivo”

20 set 2017
Tupi fecha treino. Fortaleza em Sampa. Marcelo apita. Ingressos, gramado, reconhecimento, recepção. Veja o diário da decisão

20 set 2017
Copa Prefeitura Bahamas de Futebol Amador: resultados e próximos jogos

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.