05 out 2013

Com um a menos, Sport vence a segunda no Juvenil



Na manhã deste sábado, 5, no Procópio Teixeira, em Juiz de Fora, o Sport venceu o Desportivo Minas, de Contagem, pelo placar de 1 a 0, em partida válida pela quinta rodada do Campeonato Mineiro Juvenil, com gol do atacante Gustavo, que veio do banco para decidir a partida na segunda etapa.

Após primeiro tempo discreto das duas equipes, a partida esquentou na segunda etapa e o time de Juiz de Fora ficou em desvantagem numérica logo aos oito minutos, quando Renan levou o segundo cartão amarelo, por discussão com Lucas Rufino, na lateral do campo. Os dois foram amarelados e o camisa 6 do Sport, que jogou improvisado na lateral esquerda, foi para o chuveiro mais cedo por já ter sido advertido com cartão no primeiro tempo.

Com a vitória, Sport chega aos sete pontos na classificação e ainda sonha alto no Mineiro Juvenil. (Foto: Renato Gomes)

Com a vitória, Sport chega aos sete pontos na classificação e ainda sonha alto no Mineiro. (Foto: Renato Gomes)

Mesmo com um homem a menos, o time do treinador Ronaldo Augusto conseguiu o gol após passe de Iago para Gustavo, que tocou por cima do goleiro, dando números finais ao jogo.

O Verdão de Juiz de Fora entrou no jogo ocupando a quinta colocação na tabela, com quatro pontos, logo a frente da equipe de Contagem, que continua sem pontuar no Hexagonal Final. Com a vitória, o Sport foi a sete pontos e ultrapassou o Cruzeiro, que foi derrotado pelo América, dentro de casa, por 3 a 2. O Sport volta a campo no domingo, 13, às 15h, em Contagem, contra o mesmo Desportivo Minas.

CAMPEONATO MINEIRO JUVENIL 2013 – HEXAGONAL FINAL
Sport 1 x 0 Desportivo Minas

Sport: João Paulo; Marco Vinícios, Felipe Silva, Lucas, Renan; Lucas de Andrade (Iago), Albert, Marcus Vinícius, Wesley Jacaré; João Marcus (Gustavo) e Yuri (Jean)
Téc: Ronaldo Augusto

Desportivo Minas: Miguel Luiz; Pedro, João Vitor (João Pedro), Felipe, Victor (Arthur); Nalbertty, Gustavo Henrique, Lucas Rufino, Bruno; Pablo e Aurélio
Téc: Vinícius Aníbal

Gols:

SPORT
19 – Gustavo

Força do banco 

O Sport entrou para a partida com desfalques no grupo, como o lateral-esquerdo Élder, que cumpria suspensão automática. Com isso, o treinador Ronaldo Augusto improvisou o meia Renan na lateral-esquerda, colocando Marcus Vinícius no meio-campo. Outro que ganhou vaga no time foi o atacante Yuri, que formou dupla com o vice-artilheiro da equipe, João Marcus.

Com a bola rolando, o Verdão foi o primeiro a chegar na grande área adversária, logo aos dois minutos. João Marcus recebeu na direita, invadiu a grande área e arriscou chute cruzado. Sem direção, a bola se perdeu pela linha de fundo, sem perigo para o goleiro Miguel Luiz.

Com as duas equipes precisando do resultado, o jogo ficou nervoso dentro de campo e com pouco futebol. Tanto o Sport quanto a equipe de Contagem erravam muitos passes no meio-campo e optavam por ligações diretas da defesa com o ataque, que não surtiam efeito.

A primeira e única jogada de perigo da primeira etapa veio aos 22 minutos. Yuri deslocou enfiada de bola de trás da linha do meio campo, buscando João Marcus, que dividiu com o goleiro na entrada da grande área. Na tentativa de abafar o atacante, o camisa 1 do Desportivo Minas bateu com a mão na bola. Atento, o árbitro marcou a falta que foi cobrada por Marcus Vinícius. O camisa 8, de canhota, por pouco não acerta o ângulo de Miguel Luiz.

Canhotinha: Marcus Vinícius quase abre o placar para o Verdão. (Foto: Renato Gomes)

Canhotinha: Marcus Vinícius quase abre o placar para o Verdão. (Foto: Renato Gomes)

Os dois times voltaram sem alteração para os 40 minutos complementares. Novamente no início, o Sport assustou com João Marcus, que recebeu dentro da área, levou para o pé esquerdo e soltou a bomba, novamente sem direção, por cima do gol de Miguel Luiz.

O Desportivo Minas chegou a balançar as redes, aos cinco minutos. Aurélio recebeu entre os dois zagueiros do Verdão e bateu de fora, acertando o canto direito de João Paulo. Para sorte da equipe de Juiz de Fora, o auxiliar já havia assinalado o impedimento na jogada. Além do susto, o Sport ainda perdeu um jogador no lance seguinte. O capitão Renan se desentendeu com Lucas Rufino, próximo à linha lateral do campo. Os dois jogadores trocaram empurrões e foram advertidos com cartão amarelo pelo árbitro. Como já havia recebido o cartão no primeiro tempo, o camisa 6 do Sport deixou o gramado, complicando a situação da equipe dentro de campo.

Mesmo com a desvantagem numérica, o Sport continuou com maior posse de bola e ímpeto ofensiva, mas não conseguia encaixar uma tabela, sofrendo com a pouca criatividade do meio-campo. Yuri, em jogada individual, passou por três marcadores, levou para o meio e bateu de direita. A bola foi no meio do gol, facilitando a vida do goleiro da equipe de Contagem.

Percebendo a dificuldade da equipe em campo e precisando recompor o setor defensivo após expulsão de Renan, o treinador Ronaldo Augusto fez duas mexidas em sequência, colocando o meia Iago e o atacante Gustavo, nas vagas de Lucas de Andrade e João Marcus, respectivamente. E foi dos pés da dupla, que aos 30 minutos, o Sport conquistou a vitória. Iago passou por dois no meio-campo e deu belíssimo lançamento nas costas da marcação para Gustavo, que esperou o quique da bola e, de cobertura, tocou na saída do goleiro, dando números finais ao jogo: 1 a 0.

Iluminado

Aos 17 anos, Gustavo foi decisivo para que o Sport saísse de campo com a segunda vitória no Mineiro Juvenil. Após a partida, o atacante conversou com o Toque de Bola e garantiu que a pretensão do time é terminar a competição com o título.

“Graças a Deus, mesmo com a expulsão, nosso time conseguiu se manter bem dentro do jogo e eu entrei, tendo muita felicidade de fazer o gol da vitória. Nós temos que ganhar tudo daqui pra frente, temos condições de ser campeões”, afirmou.

Ainda novo e com muito caminho pela frente, o camisa 19 revelou que tem um ídolo não muito exemplar fora dos gramados: Adriano “Imperador”.

“Tenho um ídolo, que me espelho nele, que é o Adriano ‘Imperador’, mas só dentro de campo, fora dele eu sou tranquilo, sou na minha (risos). Quero continuar jogando futebol para ajudar a minha família, que passa necessidade”, disse o jogador, que marcou seu primeiro gol na competição.

Para o treinador Ronaldo Augusto, a partida mostrou que não existe adversário fácil na fase final da competição, desde os líderes ao lanterna do Hexagonal Final, que deu muito trabalho para o time de Juiz de Fora. Apesar do jogo complicado, Ronaldo elogiou a atuação dos jogadores na segunda etapa e disse que os pontos conquistados dão tranquilidade para trabalhar durante a semana.

“Um jogo bastante difícil, até pela ansiedade que entramos em campo, principalmente pela frustração que tivemos na derrota diante do AMDH no último jogo, quando perdemos por 4 a 3. Viemos para o jogo de hoje fazendo conta, sabendo que teríamos que vencer para chegar aos sete pontos e nos aproximarmos dos líderes. Sentimos muito no primeiro tempo, o time não conseguiu dar prosseguimento às jogadas, mas graças a Deus o time conseguiu marcar um gol no fim da partida, que nos motiva ainda mais para a sequência da competição”, comentou.

A ausência do lateral-esquerdo Élder foi tópico discutido pelo treinador, que viu um time preso no setor de meio-campo, justamente pela dificuldade na saída de bola pelos lados.

“Nós jogamos muito pelas laterais, principalmente com o Élder. Com ele suspenso, quando coloquei o Renan na lateral, perdemos a qualidade no meio e também o apoio na esquerda, pois o Renan não conseguiu fazer essa saída. O Wesley não conseguiu jogar, o Marcus Vinícius também não, então, ficamos sem jogo. No intervalo, já tinha pensado nas modificações, pois o Iago conduz bem a bola e cria espaços. Fomos felizes de ele ter achado aquela bola para o Gustavo concluir”, analisou Ronaldo.

Capitão do Sport e um dos jogadores mais importantes para o Verdão, Renan foi expulso no início da segunda etapa e é desfalque para a próxima partida. Problema para o treinador, que destacou o momento que atravessa Renan como o principal culpado pela expulsão.

“Essa expulsão é mais pelo que vem vivendo nos últimos jogos. Não tem conseguido repetir boas atuações, não foi bem no jogo em Juatuba, hoje ainda foi deslocado da sua posição de origem. Conversamos muito durante a semana, procurando ajudar. Ele assumiu a responsabilidade de atuar ali, mas o subconsciente dele ficou perdido, ficou nervoso e refletiu dentro de campo”, finalizou.

Captura de tela inteira 05102013 153132

Tabela: Federação Mineira de Futebol

Texto: Igor Rodrigues

Confira a galeria de fotos exclusiva de Renato Gomes para o Toque de Bola:


Voltar

4 Respostas to “Com um a menos, Sport vence a segunda no Juvenil”

  1. 05/10/2013 às 21:49

    PARABÉNS AOS JOVEM JOGADORES DO SPORT, E UM PARABÉNS ESPECIAL AO JOVEM GUSTAVO PELO MARAVILHOSO GOOL DE COBERTURA UM GOOL MARAVILHOSO EU ESTIVE AI E PUDE PRESENCIAR A OBRA PRIMA DO GOOL PARABÉNS SPORT.QUE O TREINADOR RECONHEÇA O POTENCIAL DESTE JOVEM GUSTAVO MOURA O LUGAR DELE É DENTRO DE CAMPO E NÃO NO BANCO POR QUE ELE TEM FARO DE GOOL

Deixe uma resposta

Notícias


20 set 2017
Tupi fecha treino. Fortaleza em Sampa. Marcelo apita. Ingressos, gramado, reconhecimento, recepção. Veja o diário da decisão

20 set 2017
Copa Prefeitura Bahamas de Futebol Amador: resultados e próximos jogos

19 set 2017
Com vídeo! Evaldo anula Éder, domina, toca para os companheiros e emenda: “Tupi tem totais condições de reverter”

18 set 2017
Emoção marca abertura da Semana Paralímpica em Juiz de Fora

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.