28 set 2013

UFJF joga bem e bate atual campeão Sul-Americano



A UFJF venceu o UPCN, da Argentina, por 3 sets a 2 (Parciais: 25×17 /22×25 / 27×25 /17×25 / 15×13), no segundo amistoso entre as duas equipes. A equipe de Juiz de Fora devolveu o resultado de sexta-feira, 27, quando os visitantes venceram por 3 sets a 0, sem encontrar dificuldades.

O brasileiro Théo, ex-RJX, agora no UPCN, foi o maior pontuador do jogo, com 21 pontos. Do lado da Federal, De Paula, com 19, Japa, com 16 e Jardel com 14 pontos lideraram as estatísticas.

Optando pela mudança da equipe com relação às últimas partidas do time de Juiz de Fora, o treinador Chiquita ainda estuda qual o time que vai colocar em quadra diante do VIVO/Minas, na terça-feira, 1° de outubro, em Belo Horizonte, pelo Campeonato Mineiro. O jogo está programado para 19h30, na Arena Vivo.

Da água pro vinho

Quem esteve presente no primeiro jogo entre as duas equipes, na sexta-feira, e voltou para acompanhar a segunda partida, viu uma UFJF completamente diferente dentro de quadra.

O treinador Chiquita optou por uma formação diferente da equipe que perdeu para o SADA/Cruzeiro, pela Superliga e para o próprio UPCN, na noite de sexta-feira, 27. O time titular contou com o levantador Gelinski, os ponteiros Daivisson e Japa, os centrais Jardel e Diego, o oposto De Paula e o líbero Tatinho.

Do lado argentino, o comandante Fabián Armoa manteve o time, que tem o oposto Théo como grande destaque, além do brasileiro Júnior.

Desde o início do set, a equipe de Juiz de Fora já demostrava outra atitude dentro de quadra. De volta ao time titular, Gelinski distribuiu bem o jogo e usou o ponteiro Daivisson com frequência, aproveitando o bom índice de virada de bolas do camisa 2. Com um bloqueio bem armado e força no saque, a Federal chegou à primeira parada técnica com quatro pontos de vantagem: 16 x 12. Sem dar chances para o adversário, o time do treinador Chiquita, atento no bloqueio, fechou com Diego: 25 a 17.

Os argentinos começaram bem no segundo set, abrindo vantagem de 3 a 1. Com boa recepção e sem desperdiçar viradas de bola, a Federal virou e chegou ao primeiro tempo técnico em vantagem: 8 x 5. Mais concentrado no jogo, o UPCN dificultou a recepção da UFJF e chegou a a estar na frente na metade do set. Após placar empatado e diversas trocas de bola, os argentinos cresceram na defesa, aproveitaram os erros de saque da Federal e fecharam o set em 25×22, empatando a partida.

Com Victor Hugo na vaga de Diego no meio de rede, a UFJF entrou no terceiro set mantendo o bom volume de jogo. Do outro lado, a equipe argentina também continuou concentrada e apostando no oposto Théo no ataque. Gelinski abusou das bolas com De Paula, que cresceu muito no jogo e ajudou o time da casa a abrir 19 a 16. Porém, com erros na virada de bola, a UFJF deu espaços para o UPCN, que virou na parte decisiva do set. No bloqueio de Diego, que voltou na vaga de Victor Hugo, a Federal empatou em 23 a 23. Após duas oportunidades de fechar o jogo, o UPCN esbarrou na boa defesa da UFJF, que contou com um erro de ataque para aproveitar o único set point e fechar: 27 x 25.

Fabián Armoa promoveu mexidas na equipe, precisando vencer o set para seguir no jogo. Do lado da Federal, Chiquita entrou com Reffati no lugar de Daivisson e manteve o central Diego. Os visitantes entraram com muito mais disposição e abriram 8 a 5 na primeira parada técnica, limitando os espaços da Federal no ataque. Variando as bolas entre os ponteiros e centrais, o UPCN aumentou a vantagem, com dois bloqueios de Théo, fechando em 25×17.

No set decisivo da partida, Chiquita entrou com a equipe novamente mudada, com Rívoli, Reffatti,Japa, Victor Hugo, Diego, Daivisson e Thales. Logo no início, com boa passagem de Daivisson pelo saque, Federal abriu 4 a 1. Após UPCN encostar, Reffatti encaixou dois saques potentes, anotando dois pontos seguidos. Na parte final do set desempate, Rívoli cresce no bloqueio e dá vantagem para time de Juiz de Fora. Após dois toques de Reffatti, Victor Hugo aproveita levantamento de Rívoli no meio para cravar e fechar o set em 15×13 e a partida, em 3 sets a 2.

Força do grupo

O treinador Chiquita usou todo o grupo nos dois amistosos diante do UPCN, procurando a melhor formação para a partida diante do VIVO/Minas, na terça-feira e, segundo ele, o resultado foi positivo.

“Na primeira partida a equipe não estava concentrada para jogar contra um time que é o campeão Sul-Americano. Como passamos um vídeo do adversário que vamos jogar na terça-feira (VIVO/Minas), o grupo ficou muito concentrado nessa partida, que estará valendo e não fomos felizes ontem, em tudo que planejamos. Hoje, mais preparados, sabendo como joga o UPCN, entramos de uma maneira melhor, com atitude, postura, padrão de jogo, mas a equipe ainda demora muito a mudar em relação a mudança do adversário. Temos momentos maravilhosos e momentos horríveis. Essa constância mental, de estar pensando no jogo o tempo todo, precisamos melhorar muito”, explicou o treinador.

Com desfalques no grupo, Chiquita afirmou que o grupo da Federal que irá para o jogo diante do adversário direto no Mineiro tem capacidade técnica para desempenhar um bom desempenho, destacando as atuações dos jogadores na segunda partida diante dos argentinos.

“Estou em uma semana que tive três jogos, contando apenas com um oposto. Eu já havia falado para eles que iria mexer no time, até porque o jogo importante é na terça-feira, não os dois amistosos. Todos se doaram nesse jogo, todos foram bem, com algumas alternâncias. Hoje o Tatinho foi muito bem, o Rívoli entrou, deu contado do recado, o Gelinski deu uma resposta muito boa. Apesar de não estar com o elenco todo, o grupo que tenho em mãos está preparado para o jogo”, encerrou.

Oposto de elite

O oposto Théo, que na temporada passada enfrentou a UFJF, defendendo a camisa do RJX, comentou sobre a partida e também acerca da equipe de Juiz de Fora, que dificultou o jogo dos campeões Sul-Americanos.

“É um time um pouco diferente da temporada passada, um conjunto diferente na forma de jogar. Hoje jogaram melhor, talvez mais determinados que ontem, buscando a vitória de qualquer jeito, o que acabou dificultando o nosso time, que acabou errando bem mais. Fizeram uma grande partida”, destacou.

O UPCN está no Brasil se preparando para a disputa do Mundial de Clubes, em outubro, na cidade de Contagem. Para Théo, a preparação da equipe está sendo bem feita e os argentinos têm condição de incomodar todas os adversários.

“A preparação está boa, temos treinado muito forte, feito muito a parte física, se dedicado bastante para tentar jogar no melhor nível possível. Sabemos que serão grandes times, vai ser muito difícil, mas acho que a preparação está indo bem, tá no caminho certo”, afirmou Théo.

Nome que rondou as listas da Seleção Brasileira de Bernardinho por diversas vezes, Théo sabe da concorrência e espera voltar a jogar seu melhor voleibol para estar novamente vestindo a amarelinha.

“Todo ano aparece alguém, tem um jogador diferente, um jogador melhor. Eu tenho que procurar fazer uma boa temporada, voltar ao meu melhor e quem sabe ter uma outra oportunidade”, disse o maior pontuador da partida.

Texto: Igor Rodrigues


Voltar

4 Respostas to “UFJF joga bem e bate atual campeão Sul-Americano”

Deixe uma resposta

Notícias


21 set 2017
Tupi pode ter até quatro desfalques. Aílton receita “guerrear e batalhar demais para conseguir o objetivo”

20 set 2017
Tupi fecha treino. Fortaleza em Sampa. Marcelo apita. Ingressos, gramado, reconhecimento, recepção. Veja o diário da decisão

20 set 2017
Copa Prefeitura Bahamas de Futebol Amador: resultados e próximos jogos

19 set 2017
Com vídeo! Evaldo anula Éder, domina, toca para os companheiros e emenda: “Tupi tem totais condições de reverter”

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.