12 abr 2013

Teve de tudo! Veja como começou a Copa Prefeitura Bahamas



  Nesta quinta-feira, 11, foi aberta a Copa Prefeitura Bahamas de Futsal. Com quatro jogos marcados no  Cascatinha Country Club, válidos pela categoria Infanto Juvenil, que conta com atletas nascidos em 1996 e 1997, não faltaram emoção e polêmica, além de muitos gols no primeiro dia de competição.

Abertura sem bola rolando

19h30 – GDM x Chácara

A partida que marcava o início da Bahamas não precisou nem de apito inicial. Enquanto a equipe do GDM (Grupo da Morte) esperava dentro de quadra, os atletas de Chácara não chegaram no tempo determinado pela organização. A partida estava marcada para 19h30, com cinco minutos de tolerância em caso de atraso.

Passado o tempo estabelecido na regra da competição, a vitória foi dada para a equipe do GDM, por WO. Mas o jogo estava longe do fim. Logo após o anúncio da vitória do time que estava em quadra, os atletas de Chácara chegaram e tentaram fazer com o que o jogo acontecesse. Após muita conversa e alguns ânimos exaltados, Chácara deixou a quadra, ainda de cabeça quente.

  Para o camisa 11 do GDM, Bruno Veiga, vitória é vitória, seja ela da maneira que vier. “É bom ganhar dessa forma, claro, o importante são os três pontos”, afirmou o jogador.

  Já o goleiro da equipe vencedora, Victor Hugo, a vitória é importante, mas seria melhor vencer dentro de quadra. “Ganhar jogando é bem melhor. A gente chega preparado, o professor dá as dicas, treinamos o ano inteiro para chegar aqui e acontecer essa falta de respeito do adversário. Mas vamos em frente, o time está forte pro campeonato, com o objetivo de sempre vencer”, disse o camisa 1.

  Do outro lado da discussão, os jogadores de Chácara não aceitaram a decisão da organização. O camisa 17 Arnaldo, que por momentos se recusava a deixar a quadra, contou ao Toque de Bola o motivo do atraso e a indignação por não participar do jogo. “Saímos lá de Chácara, pegamos esse trânsito todo para chegar aqui com atraso mínimo e os caras fazem essa palhaçada? Por causa de dois minutos? Pessoal do time perdeu prova para chegar aqui. Entramos com a van no clube, fomos parados na portaria para assinar a lista ainda, o time inteiro. É lamentável”, desabafou o camisa 17 e também os outros jogadores de Chácara.

  Polêmica à parte, o GDM conseguiu sua primeira vitória, sem suor, enquanto Chácara volta para casa sem pontuar.

Candidato forte

20h15 – Matias Barbosa 5 x 1 Tupi F.C.

Gols:

MATIAS: Gabriel (11) – 8’26’’ / 35’11’’; Daniel (5) – 12’53’’; Sávio (10) – 23’54’’; Túlio (7) – 34’20’’

TUPI: Pedro Henrique (10) – 31’26’’

 O jogo começou pegado e disputado. A primeira chance foi do time de Juiz de Fora, após cobrança de falta de Bruno, em falta que o próprio camisa 9 recebeu na entrada da área. Bruno, goleiro de Matias Barbosa, foi bem no lance.

 Matias arriscou chutes de longe, percebendo que a equipe do Tupi estava sem um goleiro de origem. O camisa 12 Neemias fazia as defesas com os pés, na maioria das jogadas.

  Aos poucos, Matias tomava conta do jogo, mas encontrava um Tupi muito fechado, explorando os contra ataques. O capitão Túlio perdeu chance incrível, após bater na trave, já deslocando o goleiro Neemias.

  O primeiro gol da competição 

  No lance seguinte, Gabriel Resende Sandy arriscou de longe e abriu o placar para Matias, assinalando o primeiro gol da Copa Prefeitura Bahamas de Futsal 2013.

  A equipe de Matias era mais organizada em quadra, mas errava muitos passes no campo defensivo. Já o Tupi arriscava em gol sempre que podia. No fim do primeiro tempo, Daniel fez o segundo. O camisa 5 recebeu da direita e bateu de primeira, contando com a ajuda do goleiro, para a bola parar no fundo da rede. 2 a 0.

  No último lance da primeira metade do jogo, Rodolfo faz belo lançamento pelo alto para o camisa 9 Carijó, Bruno, que bate de primeira sem deixar a bola cair, mas erra por pouco.

  O segundo tempo começou com pressão dos matienses. O camisa 10 Sávio arriscou duas vezes com perigo. Logo em seguida foi a vez de Maicon acertar o gol, mas parar no goleiro do Tupi. No quarto lance consecutivo, Matias acerta bela troca de passes e Sávio só tem o trabalho de empurrar para o gol e ampliar a vantagem. 3 a 0.

  O Tupi tentava responder, mas errava na conclusão. Bruno e Rodolfo perderam dois contra-ataques em sequência. Mas, após erro na saída de bola, Pedro Henrique, o 10 do Tupi, aproveita e diminui o placar. 3 a 1.

  Com apenas cinco jogadores relacionados para o jogo, o Tupi cansou no fim do jogo, enquanto o adversário rodava seus atletas. Túlio, em bela arrancada pela esquerda, cortou a marcação e anotou o quarto. Logo em seguida, Gabriel bate cruzado, rasteiro, fazendo seu segundo no jogo e quinto de Matias, fechando o placar, 5 a 1.

  O treinador de Matias Barbosa, Leonardo Meireles, destacou a importância do projeto e as chances de Matias na competição. “Estamos preparando desde o início do ano, começamos em fevereiro. O projeto de Matias Barbosa é voltado ao esporte em várias modalidades, que tem tido resultado. A ambição é sempre chegar e se possível ganhar. Acredito que a gente tenha uma geração muito boa no mirim. Na infanto, tende a ter jogos mais pesados, com jogadores mais fortes fisicamente, com grandes equipes. Mas vamos focados buscar o melhor resultado”, afirmou Leonardo.

 Individualismo e conjunto

 21h – Belmiro Braga 4 x 1 Uberabinha

 Gols:

 BELMIRO: Gleison (13) – 4’18’’ / 11’56’’; Evander (7) – 35’30’’; Hugo Sebastião (20) – 36’

 UBERABINHA: João Marcos (10) – 23’55’’

 A equipe de Belmiro Braga mostrou bom futebol na partida de estreia na competição. Contando com um grupo qualificado e apostando na individualidade do camisa 13, Gleison, a equipe conseguiu boa vitória contra o Uberabinha, mesmo com o goleiro expulso ainda no início.

 O primeiro tempo começou nervoso. A equipe do Uberabinha segurava a bola e Belmiro abusava das faltas. Mas em um rápido contra golpe, Gleison recebeu na esquerda e deslocou o goleiro. 1 a 0 Belmiro Braga.

 Logo após o gol, o goleiro Hugo, de Belmiro Braga, saiu de maneira atabalhoada e atingiu o adversário, sendo expulso de quadra imediatamente. O então jogador de linha, Elton, assumiu a camisa 1 da equipe.

  E era a noite de Gleison. Abusado, o garoto partia e pra cima e quase ampliou em lance parecido com o do primeiro gol. Mas não demorou muito para o camisa 13 voltar a aparecer. O Uberabinha erra passe fácil na saída de bola, que é recuperada por Gleison, que toca na saída do goleiro. 2 a 0. A equipe do Uberabinha não trocava passes e apostava na correria. Mas só assistia o adversário jogar.

  A primeira chance do segundo tempo foi do Uberabinha. Gabriel Bortoni rouba a bola e obriga o improvisado Elton a fazer bela defesa. Aproveitando o bom momento, o Uberabinha foi para cima. O goleiro Lucas, em jogada rápido, lançou João Marcos, por cima da marcação. O camisa 10 dominou e tocou com estilo na saída do goleiro. 2 a 1.

  A partir daí, Lucas começou a salvar o Uberabinha. O goleiro, camisa 20, fez milagre em dois chute seguidos de Rafael. Após escanteio, Gleison aplica belo drible e manda uma bomba, para mais uma excelente defesa do goleiro do Uberabinha. E não parou por aí. Hugo Sebastião, de Belmiro, recebe livre, mas para por duas vezes na muralha vermelha. Após bobeira da marcação, nem Lucas pôde salvar. Evander recebeu na esquerda, cortou a marcação com estilo e colocou no canto, 3 a 1. O Uberabinha sentiu o gol e foi presa fácil. Hugo Sebastião arriscou chute de longe, a bola desviou e enganou o goleiro Lucas. 4 a 1.

 Goleada e artilharia

 21h45 – C.A. João XXIII 2 x 9 São Bernardo

 Gols:

 JOÃO XXIII: Bernardo (7) – 6’21’’; Yan (Contra) – 24’11’’

 SÃO BERNARDO: Willian (11) – 1’41’’ / 19’58’’ / 26’45’’ / 33’31’’/ 35’37’’; Gabriel (7) – 10’28’’/ 36’22’’; Kaio ( 10) – 22’38’’; Yan (5) – 30’39’’

  A estreia mais empolgante da noite ficou guardada para o final. O time de São Bernardo deu verdadeiro baile contra o João XXIII, que foi guerreiro, mas caiu para o fortíssimo adversário. Destaque para os cinco gols do camisa 11, Willian.

  O início do jogo já mostrou o que seria a partida. Com menos de dois minutos, Willian recebeu, após cobrança de escanteio e abriu o placar. Impulsionada pelo gol rápido, a equipe de São Bernardo foi para cima e teve um pênalti. O camisa 10, Kaio, foi derrubado pelo goleiro Rafael dentro da área. O próprio Kaio bateu, mas não foi feliz, colocando para fora.

  O início arrasador foi freado aos seis minutos, quando o João XXIII teve falta de longa distância para cobrar. O camisa 7 Bernardo foi para a bola e bateu firme no canto. O goleiro Marcos Antônio foi na bola, mas não conseguiu impedir. Era o empate do João XXIII, que teve chance de virar logo em seguida, mas Bernardo finalizou mal.

  Apesar do susto, o São Bernardo não perdeu o controle do jogo e em troca de passes envolvente entre o camisa 7 Gabriel e Yan, o camisa 5 deixou o companheiro na cara do gol para colocar a equipe novamente a frente no marcador.

  O goleiro do João XXIII, Rafael, fazia boas intervenções, impedindo que o placar se dilatasse ainda no primeiro tempo. Mas nos últimos instantes da primera etapa, Kaio, mesmo caído, consegue belo passe pelo alto para Willian. Oportunista, o camisa 11 bateu no canto e fez o terceiro da equipe.

  O panorama no segundo tempo não foi diferente. A melhor equipe do primeiro dia de jogos da Bahamas manteve o domínio e conseguiu aproveitar o cansaço do adversário. Kaio fez bela jogada no início, cortou dois marcadores e deslocou o goleiro. Era o quarto de São Bernardo. No lance do gol, o camisa 10 sentiu o tornozelo e deixou a quadra.

  O camisa 9 do João XXIII, Caio, contou com a sorte. Em arrancada pela direita  tentou o lançamento para o companheiro. A bola pegou em Yan e matou o goleiro. 4 a 2.

  A partir daí, só deu São Bernardo. O matador Willian, três vezes, Gabriel e Yan, redimindo-se do gol contra, fecharam o placar para o time eu apresentou o melhor futebol na noite. 9 a 2;

  Renato, treinador de São Bernardo, mostrou confiança no time e alegria pela boa exibição no primeiro jogo, sem desrespeitar o adversário. “Entramos respeitando o time do João XXIII, em primeiro lugar. É a primeira coisa a se fazer, respeitar e ter postura. Estão faltando mais alguns atletas, que vão fazer testes em São Paulo, mas com o grupo completo e após boa estreia, dá para brigar pelo título”, disse o treinador. Renato ainda comentou da lesão do camisa 10, Kaio. “Foi o tornozelo, mas não parece nada mais sério não. É colocar um gelinho, tomar um anti-inflamatório que daqui a dois dias ele está de volta”, finalizou o treinador.

  Texto: Igor Rodrigues


Voltar

6 Respostas to “Teve de tudo! Veja como começou a Copa Prefeitura Bahamas”

Deixe uma resposta

Notícias


21 abr 2018
Gol de Adê, 43 anos, aos 43 minutos! Baeta vence e sobe

19 abr 2018
Baeta confiante para buscar o “combo”: vitória, acesso e vaga na final

19 abr 2018
Futsal: Léo Aleixo vibra com títulos e adaptação da família na Bélgica

19 abr 2018
Copa Prefeitura Bahamas de Futsal: resultados do Boletim 6

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.