18 nov 2012

UFJF é campeã no Vôlei dos Jogos de Minas



Com uma vitória por 3 sets a 0 sobre Uberlândia, parciais 27/25, 25/16 e 25/18, a equipe de Vôlei da UFJF conquistou, neste domingo, 18, o bicampeonato dos Jogos de Minas, antigos Jogos do Interior de Minas (JIMI). A partida decisiva foi realizada na Arena UFJF. Após o jogo, o técnico Maurício Bara destacou que a conquista veio sem a perda de um set sequer – no outro jogo, 3 sets a 0 sobre o Minas, de Belo Horizonte – o que reflete a força de sua equipe. Agora, segundo o treinador, após a breve comemoração pela conquista de um título jogando diante da torcida juiz-forana, a ordem é descansar e treinar visando a estreia na Superliga Masculina 2012/2013, dia 24, contra o RJX, em Juiz de Fora.

Leia também: 

Venda do passaporte com 11 ingressos para os jogos da UFJF na Superliga vai até sexta-feira

“Temos que lembrar um pouco do passado. Juiz de Fora ficou 25 anos sem ganhar o JIMI no Vôlei masculino. São dois anos seguidos ganhando sem perder um set nas fases finais. Acho que isso tem que ser ressaltado. E ganhar a competição às vésperas da estreia na Superliga era o que tínhamos na nossa cabeça. Um grupo é marcado pelos títulos”, disse, acrescentando: “Agora é treinar e descansar, estudando muito o RJX. É isso que a gente precisa fazer”.

Após a partida, o central Robinho, um dos melhores na decisão, destacou que a conquista serve de exemplo para a maior competição do Vôlei nacional. “É assim que o time tem que prosseguir. Jogando com raça, não importando quem está do outro lado da rede. Sempre com a visão de que temos que buscar a vitória. É a assim que a gente vai ser até o final da Superliga”, avaliou, ressaltando que os Jogos de Minas serviram para a comissão técnica avaliar o grupo. “Serviu para vermos também que não podemos dar mole”, comenta, fazendo referência ao primeiro set contra o Minas, quando a equipe de BH, composta por atletas da categoria Sub 20, chegou a estar na frente do placar.

Após o primeiro saque

O ponteiro Japa encara o bloqueio de Uberlândia

A partida que deu o título dos Jogos de Minas à UFJF começou com um saque do levantador Gelinski. A disputa seguia equilibrada, com ponteiro Juninho virando todas as bolas para a Federal. No primeiro tempo técnico, o placar acusava vantagem da equipe da casa por 8 a 7. O oposto Luan sentiu o pé e deu lugar a Wanderson. No segundo tempo técnico, 16 a 15 para a UFJF.  A partir daí, a Federal começou a abrir vantagem e, num bloqueio de Robinho, chegou a 22 a 18.

Quando o time do técnico Maurício Bara fez o vigésimo quarto ponto (24 a 21), a sensação é que a vitória no primeiro set não tardaria. Mas Uberlândia não se entregou e, após dois erros seguidos de recepção por parte da equipe juiz-forana, empatou o jogo em 24 a 24. No lance seguinte, em um ataque de Hugo, virou a contagem. Mas o time do Triângulo desperdiçou a principal chance que teria no jogo ao sacar o ponto seguinte para fora. UFJF virou a partida em um erro de ataque do adversário e fechou o set em 27 a 25 com um ataque do ponteiro Japa.

O segundo set não reservou tantas emoções para os torcedores que estavam no ginásio da Faefid. A UFJF se impôs desde o início e, quando do primeiro tempo técnico, vencia por 8 a 3. O técnico Maurício Bara mandou à quadra o ponteiro Clinty e o levantador Ricardinho. A contagem chegou a 15 a 6. Além da superioridade técnica, a sorte escolheu o lado da Federal. Em um saque de Juninho, a bola bateu na fita e caiu junto à rede, matando a defesa do Uberlândia: 19 a 11. Depois em dois erros seguidos da equipe do triângulo Mineiro (dois toques), a UFJF fechou em 25 a 16.

O último set se assemelhou mais com o segundo que com o primeiro. A Federal não deu chances à equipe adversária e comandou o placar do início ao fim. Abatido, o Uberlândia abusava de erros saques e recepção. No final, o placar de 25 a 18 fez justiça à superioridade do time de Juiz de Fora.

UFJF: Gelisnki, Japa, Luan, Robinho, Juninho, Victor Hugo e Fábio Paes (líbero). Entraram Wanderson, Clnty, Ricardinho e Felipe.Técnico: Maurício Bara.

Uberlândia: Gabriel, Gustavo, Renato, Jefferson, Igor, Rafael e Paulo (líbero). Técnico: Manoel Honorato.

Na disputa pelo terceiro lugar, Três Corações derrotou Uberaba por 3 sets a 0, parciais de 25/11, 25/23 e 25/23. No Vôlei feminino, o título ficou com Uberlândia, que na manhã deste domingo, 18, derrotou Conselheiro Lafaiete por 3 sets a 0, parciais de 25/20, 25/18 e 25/15. O time de Poços de Caldas ficou em terceiro com a vitória sobre Divinópolis por 3 sets a 0 (25/16, 25/16 e 25/17). Clique no link abaixo para conferir como foi o último dia dos Jogos de Minas no Vôlei.

Boletim-6-JM-Voleibol

Título também no Handebol masculino

A outra conquista de JF nos esportes coletivos dos Jogos de Minas ocorreu no Handebol masculino. A equipe da ADJF/Instituto Vianna Júnior derrotou Igarapé por 34 a 18 e ficou com o título. Confira, nesta segunda-feira, 19, no Toque de Bola, matéria sobre esta conquista e sobre as equipes locais que buscavam a medalha de bronze na competição.

Texto: Thiago Stephan


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


22 nov 2017
Basquete dos Intercolegiais: conheça todos os atletas campeões e veja as avaliações dos professores

22 nov 2017
JF Vôlei receita “foco e determinação” para buscar reação contra dois adversários diretos na pontuação

20 nov 2017
Com títulos e recordes, CRIA-UFJF brilha nos Jogos Escolares da Juventude

17 nov 2017
Rodrigo Rezende é 27º lugar no Mundial de Ginástica de Trampolim na Bulgária

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.