13 out 2012

Brasiliense também entra pressionado pela vitória



Com o Brasiliense mais perto da temível zona do rebaixamento (um ponto acima) do que do G4 (seis pontos abaixo) a três rodadas do fim da primeira fase da Série C, o técnico Márcio Fernandes procura ser realista, sem deixar de manter as remotas esperanças de classificação para o mata-mata. Na sétima posição do Grupo B, com 17 pontos, o Jacaré precisa ganhar os três jogos e ainda ser beneficiado por tropeços de pelo menos metade dos seis times mais bem colocados na tabela.

Depois de tirar o time amarelo da zona do rebaixamento para as proximidades do G4, com seis pontos nas três primeiras partidas no cargo, Márcio Fernandes viu o Brasiliense estacionar na sétima posição com duas derrotas seguidas (1 x 3 Macaé-RJ, em casa; e 0 x 3 Chapecoense-SC, fora). “A gente procurou tirar um pouquinho dessa pressão pela classificação, o que não fez muito bem para eles (jogadores). O que pensamos agora é que temos de fazer a nossa parte, mas não depende mais só da gente”, aposta o treinador.

O Brasiliense precisa ganhar do Tupi-MG neste sábado, às 16h, na Boca do Jacaré, pela 16ª e antepenúltima rodada da primeira fase da Série C, para se manter longe da temível zona do rebaixamento. Na sétima posição do Grupo B, com 17 pontos, o time amarelo tem apenas um ponto de vantagem sobre o Madureira-RJ, o nono colocado, o primeiro da degola para a quarta divisão do ano que vem.

Qualquer tropeço pode deixar o Jacaré entre os dois piores a apenas dois jogos do fim. Correria o risco de ser ultrapassado tanto pelo Santo André-SP, oitavo lugar, com os mesmos 17 pontos, mas desvantagem no número de vitórias (3 x 5), quando pelo Madureira-RJ, vice-lanterna, com 16 pontos e quatro vitórias.

Se não derrotar o Tupi, o Brasiliense passa a ser ameaçado por uma vitória do Madureira, neste sábado, às 15h, em Conselheiro Galvão, diante do Vila Nova-GO. O Santo André visita, no domingo, o Caxias-RS, no Centenário, e precisa fazer mais pontos que o Jacaré para subir uma posição.

Vantagem

Por outro lado, a vitória mantém as remotas chances amarelas de classificação para o mata-mata. E ainda garante o Jacaré na frente do Tupi ao fim da primeira fase, pois abre seis pontos e três vitórias de folga a duas partidas do encerramento. Com 14 pontos e apenas três vitórias, o adversário já não pode ultrapassar o Brasilense nesta rodada.

 Texto, informações e foto: site do Brasiliense


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


22 jan 2018
Clínica com Zico no Maracanã une diferentes gerações em torno do sonho do futebol. Veja fotos

22 jan 2018
Tem de 10 a 16 anos e que jogar futebol? É levar a chuteira e conferir a agenda da semana na Faefid-UFJF

21 jan 2018
Virose no Carijó? Dirigente admite possibilidade, mas não quer usar como desculpa

19 jan 2018
Futebol do Baeta apresenta Comissão Técnica para Módulo 2 e admite que está atrasado

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse