31 ago 2012

Tupi e Duque de Caxias: “jogo de seis pontos” contra o rebaixamento



De um lado, o Duque de Caxias, que vem de três vitórias seguidas. Do outro o Tupi, que depois da troca de treinador acumula duas vitórias, dois empates e uma derrota. Dois times em ascensão na Série C do Campeonato Brasileiro e lutando diretamente contra o rebaixamento. Não é por acaso que a partida deste sábado, às 16h, no Estádio Marrentão, na Baixada Fluminense está sendo encarada como um “jogo de seis pontos” para sair da “zona de degola”.

O técnico carijó, Felipe Surian, sabe da importância da partida. Ele ainda não definiu o time que entra em campo. Suas dúvidas pairam, principalmente, no meio de campo (Léo Salino está suspenso) e ataque (Ademílson volta). Independentemente dos atletas escalados, o treinador quer uma equipe aguerrida em campo.

“Já coloquei para todos os jogadores: cada jogo é uma guerra. Nosso pensamento deve ser assim porque, se perdermos, volta a desconfiança em relação ao time. Cada jogo é um batalha e, com certeza, vamos fazer uma partida muito disputado. Desejamos sair o mais rápido possível dessa zona desconfortável da tabela”, expôs Surian.

Ele revela que o time adversário não é muito diferente daquele que derrotou o Tupi por 2 a 0 na estreia da Série C, em pleno Estádio Municipal Radialista Mário Helênio. “Mudaram o treinador e algumas peças, mas a base é a mesma. Fizeram o time de acordo com o campo que eles têm, com dimensões pequenas, o que causa muitos choques. Por isso, a equipe deles é muito forte, tem muito vigor físico. A gente vai para lá para tentar explorar aquilo que vimos de errado no time deles. Será nesses erros do adversário que vamos tentar o gol. Sabemos que o Duque de Caxias cresceu nos últimos jogos, como nós também. Vai ser um jogo difícil, mas o Tupi vai lá buscar a vitória”, afirmou o treinador.

Para voltar a Juiz de Fora com pelo menos um ponto na bagagem, o Galo Carijó conta com a força de sua defesa. Nós últimos cinco jogos, o time levou apenas um gol. “Tivemos uma excelente evolução nestas últimas cinco partidas. Sabemos que cada jogo será o mais difícil para nós. Pelas dimensões do campo do Duque de Caxias, seremos muito exigidos. Temos que estar concentrados em todas as jogadas. Muita atenção do início ao fim para não sermos surpreendidos em Caxias”, disse o zagueiro Wesley Ladeira, acrescentando que o momento atual é bem diferente daquele em que se deu o primeiro confronto contra o Duque de Caxias na competição.

O meia-atacante Allan tem pensamento semelhante ao de Ladeira. Para ele, o Tupi não tem que se preocupar com o adversário. “Temos que nos preocupar com o nosso time. Fizemos uma péssima partida contra o Duque. É um adversário bom, mas não é do mesmo nível do nosso grupo. Devido a situação que o Tupi se encontra na competição, sabemos que eles vão jogar fechadinho, já que nós precisamos mais da vitória”, analisou o jogador.

Duque de Caxias

Para continuar a boa fase observada nos últimos três jogos, o Duque de Caxias quer contar com a força de sua torcida. A diretoria do clube fluminense vai fazer promoções durante o jogo contra o Tupi para atrair o público. Quem comprar ingresso para o jogo, vai concorrer e duas camisas e cinco bolas oficiais. Os bilhetes custam R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia).

Nesta quinta-feira, 30, a equipe da Baixada Fluminense conseguiu uma importante vitória fora das quatro linhas. O clube foi absolvido no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) em relação ao apagão ocorrido no final do jogo contra o Macaé. A partida ficou paralisada por cerca de 20 minutos. Ficou constatado que o clube não teve culpa no episódio.

Oeste vence

Na abertura do returno do Grupo B da Série C, o Oeste (SP) bateu o Vila Nova (GO) por 3 a 1 na noite desta sexta-feira, em Itápolis (SP). O Oeste marcou 1 a 0 com Hudson, o mesmo jogador que fez o gol diante do Tupi na partida do turno, em Itápolis.

E a emoção estava reservada para os minutos finais. Aos 41, o Vila chegou ao empate: Rafael Vaz cobrou falta rasteira, a bola passou pela barreira e surpreendeu o goleiro Jailson. Mas a alegria do Vila durou pouco: na primeira descida do Oeste, aos 42 minutos, Samuel cobrou falta e o zagueiro Everton, que tinha entrado pouco antes, subiu mais alto que a defesa do Vila e botou o Oeste novamente na frente.

E ainda não havia acabado: aos 44 minutos, Lelê fez boa jogada pela direita, cruzou e Jheimy, de peixinho, definiu a vitória do Oeste, que conseguiu a quarta vitória em cinco jogos disputados no estádio dos Amaros. O Vila, por sua vez, mantém a sina de se dar mal longe de Goiânia: até agora, marcou apenas um ponto em cinco jogos.

Texto: Thiago Stephan

Informações de Oeste x Vila: globoesporte.com

Equipe PG J V E D GP GC SG
1 MACAÉ/RJ  MACAÉ/RJ 32 18 9 5 4 33 17 16
2 DUQUE DE CAXIAS/RJ  DUQUE DE CAXIAS/RJ 29 18 9 2 7 22 23 -1
3 CHAPECOENSE/SC  CHAPECOENSE/SC 29 18 8 5 5 24 12 12
4 OESTE/SP  OESTE/SP 29 18 8 5 5 22 19 3
5 CAXIAS/RS  CAXIAS/RS 27 18 8 3 7 23 26 -3
6 BRASILIENSE/DF  BRASILIENSE/DF 23 18 7 2 9 25 29 -4
7 VILA NOVA/GO  VILA NOVA/GO 23 18 6 5 7 27 26 1
8 MADUREIRA/RJ  MADUREIRA/RJ 23 18 6 5 7 17 21 -4
9 SANTO ANDRÉ/SP  SANTO ANDRÉ/SP 18 18 3 9 6 14 22 -8
10 TUPI/MG  TUPI/MG 14 18 3 5 10 13 25 -12

Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


23 out 2017
Primeiro árbitro de vídeo da Libertadores será brasileiro. Vangasse explica as 4 situações em que ele pode atuar

23 out 2017
Leozinho reaparece na seleção da rodada. Próximo adversário do JF Vôlei tem pedido de desculpas ao torcedor

23 out 2017
Copa Prefeitura Bahamas de Futebol Amador: resultados e próximos jogos

19 out 2017
Oficial: Tupi informa que treinador Aílton Ferraz não fica no clube

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.