24 ago 2012

Equipe de Bisi já lidera entre caminhões pesados no Rally dos Sertões



Guido Salvini, Flávio Bisi e Fernando Chwaigert fazem o melhor tempo entre os caminhões pesados na 6ª etapa da competição, realizada entre Palmas, TO, e Alto Parnaíba, MA

Dos 4.480 quilômetros do 20º Rally dos Sertões, com certeza os 680 quilômetros da etapa desta sexta-feira  foram os mais aguardados. E não por serem os melhores… Mas sim, os piores.

Acontece que a especial de 330 quilômetros (trecho menor referente ao percorrido pelas categorias motos, quadris e UTVs) foi válida pela etapa maratona – na qual os mecânicos não podem realizar a manutenção nos veículos ao fim do dia. Não bastasse, a organização definiu que este desafio fosse somado as “armadilhas” das trilhas do Jalapão – o fantasma da maioria dos competidores do rali. “Muitos entram e poucos saem; tamanhas são as dificuldades desta região. Não é de se espantar que algumas máquinas quebrem. Por isso, estar com o equipamento em condições de disputa e saber onde acelerar e frear é fundamental na continuidade do próprio resultado. No Jalapão não se vence rali, mas pode-se perder”, esclareceu o piloto Guido Salvini.

A Salvini Racing acelerou seu Mercedes-Benz Atego 1725 por estradas de areia fofa e levantou muita poeira. A vitória da categoria caminhões pesados veio com o tempo de 05h16min21. Com o resultado desta sexta-feira, a equipe assumiu a liderança dos caminhões pesados, com 24h01min11.

“Também teve trial, pedras, solo acidentado que exigiu da suspensão. O pneu foi outro componente essencial… O modelo que usamos, um Michellin X WORKS XDY tem maior aderência com o solo, com isso ganhamos mais autonomia e não girávamos em falso. Isso também contribuiu para não bagunçar a aferição do hodometro e auxiliou para uma melhor navegação”, explicou o navegador Flávio Bisi, destacando que ainda houve 30 quilômetros de navegação por GPS, sem qualquer referência. Completa o time, o copiloto Fernando Chwaigert.

O caminhão segue esta noite sem assistência mecânica. Somente após a etapa de amanhã, entre Alto Parnaíba, MA, e Bom Jesus, PI, que o Atego receberá os devidos cuidados. Serão 368 quilômetros – 277 quilômetros de especial.

Classificação – 6ª etapa

Palmas, TO / Alto Parnaíba, MA

Categoria Caminhões

1º Rafael Martinez-Conde/José Papacena Neto/Leandro Oliveira, 05h14min54 (Leves)

2º Guido Salvini/Flávio Bisi/Fernando Chwaigert, 05h16min21 (Pesados)

3º Edu Piano/Solón Mendes/Carlos Sales, 05h38min32 (Pesados)

4º Carlos Policarpo/Romulo Seccomandi /Davi Fonseca, 05h40min10 (Leves)

 

Classificação Geral

1º Carlos Policarpo/Romulo Seccomandi /Davi Fonseca, 23h21min47 (Leves)

2º Rafael Martinez-Conde/José Papacena Neto/Leandro Oliveira, 23h23min45 (Leves)

3º Guido Salvini/Flávio Bisi/Fernando Chwaigert, 24h01min11 (Pesados)

4º Edu Piano/Solón Mendes/Carlos Sales, 24h21min10 (Pesados)

 

Roteiro 20º Rally dos Sertões:

Percurso total: 4.840 quilômetros

Trechos cronometrados (especiais): 2.346 quilômetros

 

25/08 – Sábado

7ª etapa

Alto Parnaíba (MA) – Bom Jesus (PI)

Deslocamento Inicial: 35 km

Trecho de Especial: 277 km

Deslocamento Final: 55 km

Total: 368 km

Texto e informações: assessoria

Foto: Doni Castilho 


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


14 dez 2017
JF Vôlei recebe Corinthians-Guarulhos pela última rodada do turno. Veja panorama completo da Superliga

13 dez 2017
Confira o ranking atualizado da Copa Prefeitura Bahamas de Futebol Amador

11 dez 2017
Copa Zico Verão Juiz de Fora: resultados e galeria de fotos

09 dez 2017
Copa Zico Verão Juiz de Fora é atração no Centro de Futebol Zico. Com novidades extra-campo!

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse