03 ago 2012

BF Cup: Sport e Juizforano campeões



Foram conhecidas, nesta sexta-feira, 3, as quatro equipes campeãs do 5º Brazil Football Cup, torneio infanto-juvenil disputado em Juiz de Fora desde o dia 28. Segundo a organização da competição, 56 equipes entraram em campo. Sport, Instituto Juizforano, Cruzeiro e Desportivo Minas ficaram com os títulos das categorias Sub-11, Sub-13, Sub-15 e Sub-17 respectivamente.

Veja, no anexo abaixo, o boletim final da competição:

Resultado Final

Voa periquito, voa…

A primeira partida do dia colocou frente à frente os pequenos jogadores de Sport e Trops, de Niterói. A partida foi marcada pelo equilíbrio. Gols? Só na segunda etapa. Yuri abriu o placar para a equipe fluminense e Victor Emanuel deixou tudo igual para o Periquito. O resultado levou a decisão para os pênaltis. Gustavo, Raí e Gabriel marcaram para o Verdão da Avenida. Luís Felipe e João Victor descontaram. Na última cobrança, brilhou a estrela do goleiro do Sport, Yuri. ele já havia defendido outra penalidade.

Sport Sub-11: campeão da Copa JF, da Liga e do BF Cup

Um dos destaques do Sport na competição foi o meia Gustavo, camisa 10 e capitão da equipe. Segundo ele, o título foi conquistado devido à raça e vontade dos jogadores. “Foi difícil, porque o time deles é muito grande e chega junto”, disse, para depois comentar como foi cobrar o pênalti na hora da definição do título. “Fiquei com medo, mas consegui fazer o gol e saímos com a vitória”.

Foi o terceiro título do time Sub-11 do Sport nesta temporada. Antes, havia conquistado o título da Copa Juiz de Fora e do Campeonato da Liga de Futebol de Juiz de Fora. “Esse é um time que gosta de ganhar. Não que a gente não aceite as derrotas, mas nosso time joga para ganhar, de forma consciente e equilibrada. Isso se deve às peças que eu tenho e o trabalho que é feito por fora. O que ajuda muito também é a nossa união. O time está muito fechado, coeso, não tem discussão e isso ajuda a fluir o trabalho”, expôs Rodrigo Mancini, técnico do Sub-11 do Sport.

Para o técnico do Trops, Moacyr Fassbender, a dimensão do campo foi um obstáculo para os jogadores das duas equipes. Ele destaca que a partida decisiva teve bom nível técnico e poderia ter sido vencida por qualquer um dos dois times.

Juizforano vence “clássico” juiz-forano

Duas equipes locais conseguiram chegar à decisão da categoria Sub-13: Instituto Juiz-forano e Centro de Futebol Zico. Assim como na Sub-11, a partida também foi marcada pelo equilíbrio. Mas, dessa vez, o jovem Cesinha impediu que a decisão fosse para as penalidades. O gol da vitória foi marcado ainda no primeiro tempo. “Tabelei com o Samuel. Ele tocou na frente, eu ganhei na corrida e chutei. A bola passou por cima do goleiro”, disse. Depois, ele comentaria como foi marcar o gol que deu o título à sua equipe. “Foi uma emoção muito boa. Melhor ainda por ter marcado o gol que deu o título ao Juizforano”, comentou Cesinha, ele que já é jogador do Cruzeiro, mas não pode ficar alojado na Toca da Raposa devido à idade. Por isso, faz viagens constantes a Belo Horizonte.

Disputa acirrada entre Instituto Juizforano e CF Zico na Sub-13

A equipe campeã é treinada por José Bonifácio, o Zebu, ex-jogador profissional e um dos ídolos do Sport. Ele destacou que é o segundo título de sua equipe em curto espaço de tempo, já que também foi campeã da Liga de Futebol de Juiz de Fora.

“Acho que o trabalho está sendo bem feito. Os meninos estão se destacando e despertando o interesse de times de fora. Espero que a gente possa continuar o nosso trabalho e conseguir mais títulos para o Juizforano”, disse. Segundo Zebu, o diferencial de sua equipe foi o Toque de Bola. “Nosso time trabalhou mais a bola e conseguiu assim fazer o gol da vitória”.

Zico faz jogo equilibrado com o Cruzeiro

Na categoria Sub-15, o Centro de Futebol Zico fez jogo lá e cá contra o Cruzeiro até a metade do segundo tempo, quando o juiz-forano Rayann conseguiu abrir o placar para a Raposa. Na sequência, Iury fez o segundo do time de Belo Horizonte e selou a vitória. Logo após o apito final, Rayann, que surgiu nas categorias de base do Sport, revelou conhecer bem o time adversário. “Sempre enfrentei esse time do Zico pelo Sport nos campeonatos da Liga e na Copa Bahamas”. Rayann comentou também como foi a vitória. “No primeiro tempo a gente valorizou a posse de bola e, no segundo, a gente conseguiu fazer o gol. Foi bom demais”, afirmou, feliz da vida.

CF Zico teve chances de abrir o placar contra o Cruzeiro na Sub-15

Marcelinho, do CF Zico, recebeu troféu da organização como artilheiro do torneio Sub-15, com 12 gols. Apesar da derrota, ele não lamentou o resultado. “Foi bom. A gente entrou bem. O time deles é muito bem treinado, já que treina todo dia. Os caras têm condição física melhor do que a gente. Mas também jogamos bem”, comentou. Sobre a possibilidade de jogar em uma grande equipe brasileira, disse torcer para que o seu futebol tenha interessado algum time. “Se der para ir, eu vou”.

Para o técnico da equipe Sub-13 do CF Zico, Rodrigo Vianelo, mesmo com os dois vices, os resultados obtidos pela escola no 5º BF Cup são motivos para comemorar. “Fizemos boa campanha tanto no Sub-13 quanto no Sub-15. Temos uma característica diferente por ser uma escola de futebol. Tivemos um desempenho satisfatório e tudo saiu dentro do que havíamos planejado. Conseguimos jogar de igual para igual com grandes equipes, inclusive no jogo final da Sub-15 contra o Cruzeiro”.

Desportivo Minas bate o Cruzeiro

Na final da categoria Sub-17, única que o portal Toque de Bola não acompanhou, o Desportivo Minas, de Contagem, derrotou o Cruzeiro por 2 a 1 e ficou com o título.

Avaliação positiva

De acordo com o coordenador do 5º Brazil Football Cup, Dalmi Ribeiro, a avaliação foi bastante positiva. Tanto que existe um projeto para trazer a próxima edição também para Juiz de Fora. “Queremos trazer essa competição para o calendário esportivo oficial do município, sempre em julho. Para o ano que vem, nossa ideia é trazer pelo menos o triplo das equipes estrangeiras que participaram neste ano”, disse.

Dalmi também comentou sobre possíveis falhas na edição de 2012. “A única falha que nós tivemos se deu em razão da greve na UFJF. Felizmente já tínhamos reservado o Estádio Municipal. Por conta disso ocorreu um pequeno atraso na agenda, nada mais do que isso”, avaliou, destacando que Juiz de Fora é “muito bem servida de campos”.

Em relação às reclamações observadas em redes sociais sobre 0 regulamento da competição, o coordenador relatou que isso só ocorreu em razão de um “conflito de comunicação”. “Foi enviado boletim para todos os dirigentes com regulamento que não era o adotado no BF Cup. Isso foi rapidamente resolvido, mantendo-se, é claro, o regulamento do BF Cup. Foi apenas um conflito de informações”. Sobre a possível demora na divulgação das tabelas e horários dos jogos, Dalmi destacou que as informações foram publicadas no site do evento.

Texto  e fotos: Thiago Stephan

 


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


19 out 2017
Oficial: Tupi informa que treinador Aílton Ferraz não fica no clube

19 out 2017
Copa Toque de Bola de Futsal: Academia destaca “movimento esportivo” gerado pela competição

19 out 2017
Copa Prefeitura Bahamas de Futebol Amador: resultados e próximos jogos

18 out 2017
Faefid-UFJF recebe nota máxima em avaliação, foca em “atuar com pessoas” e vê trabalho dobrado

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.