02 jul 2012

De olho no Mineiro e na Superliga, preparadores trabalham a parte física dos atletas da UFJF



Tão logo se apresentaram, os novos guerreiros do time de vôlei da Universidade Federal de Juiz de Fora já estão mergulhadosem treinamentos. Orenovado grupo está recebendo atenção especial dos preparadores Danilo Coimbra e Daniel Schimitz para fortalecer a parte física para a longa jornada de competições na temporada 2012/2013.

O Campeonato Mineiro de Vôlei começa no dia 28 de julho, mas a estreia da UFJF deve ser no dia 9 de agosto. A competição será disputada em turno e returno, com semifinais e finais em jogo único até o fim de setembro. “O Mineiro será mais disputado este ano. O Uberlândia Tênis Clube já confirmou participação e será bom para nos prepararmos para a Superliga”, analisa o técnico da UFJF, Maurício Bara, lembrando ainda dos outros três integrantes da elite do vôlei nacional (Minas, Cruzeiro e Montes Claros).

A Superliga 2012/2013 deverá ser adiantada e começar em outubro, tendo sua fase final em abril do próximo ano. Com o calendário maior, o período de descanso entre um jogo e outro poderá ser maior.

O técnico juiz-forano indica que, entre as duas competições, a UFJF poderá participar de torneios preparatórios ou disputar amistosos para pegar ritmo para a competição nacional. Também antes do Estadual o time pretende enfrentar adversários para treinamento.

O foco agora é na preparação física e técnica. Um primeiro ciclo de cinco semanas será baseado nesses aspectos. “Iremos inserir os componentes táticos aos poucos, já que eles não são prioridade neste momento”, explica Bara.

A primeira impressão para o treinador é que o grupo, com média de 23 anos, está mais unido em torno de objetivos comuns. “Pudemos ver uma grande vontade de trabalhar e dedicação aos treinamentos. Confiamos nisso para o desenvolvimento do time e uma boa temporada para nossa torcida”, explica Maurício.

Treino também na areia

A programação também conta com atividades na areia, o que ocorreu na manhã desta terça-feira, 3, quando os altetas treinaram no Clube do Papo. Segundo o auxiliar técnico Carlos Augusto de Almeida, o Chiquita, o maior objetivo desse tipo de treinamento é a parte técnica, com foco no passe e domínio. “Buscamos uma evolução na qualidade técnica dos atletas. Ao encontro disso, a areia também nos possibilita trabalhar a resistência e o deslocamento deles”, explica Chiquita.

Para o ponteiro Clinty Riw, remanescente da última temporada, a adoção do treino da areia, o que não aconteceu em 2011/2012, mostra a evolução do projeto também fora de quadra: “É uma oportunidade para trabalharmos a força dos deslocamentos, o que nos possibilita voltar para a quadra mais rápidos e com mais equilíbrio”, comenta.

Chiquita explica que os treinos na areia continuarão pelas próximas seis semanas. Por enquanto, os jogadores vão fazer atividades duas vezes por semana, pela manhã. Na sexta semana, eles passam a treinar apenas um dia por semana na areia. “Esses treinos vão ao encontro de nosso planejamento, que visa nesta etapa a preparação física e técnica, com a inserção de elementos táticos aos poucos”, explana.

Texto e informações: ETC Comunicação


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


21 maio 2018
Após assinar com ArcelorMittal, JF Vôlei estuda parceria diferente com Sada

21 maio 2018
Acabou o amor? Torcedor cobra reforços e qualidade em derrota do Tupi

20 maio 2018
Que fase! Tupi perde a quarta na Série C

19 maio 2018
Missão cumprida! Tupi Futsal traz a vaga e pega o Corinthians

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.