14 fev 2012

Léo Lima vai treinar Seleção Brasileira de Futebol de Cinco



Juiz de Fora (MG), 14 de fevereiro de 2012

O professor de Educação Física da Secretaria de Esporte e Lazer (SEL), Leonardo Lima, foi convocado para treinar a Seleção Sub-23 de Futebol de Cinco, em Niterói, no Rio de Janeiro. Ele já conheceu as instalações do centro de treinamento. Em março, ele passará uma semana à frente da Seleção. A temporada em Niterói faz parte dos preparativos para as Paraolimpíadas de Londres, no meio deste ano.

De acordo com o professor, o convite partiu da Confederação Brasileira de Desportos para Deficientes Visuais (CBDV) e é sinônimo de reconhecimento. “Recebi o convite com muita satisfação e orgulho. Começamos em 2007 com um projeto despretensioso, buscando apenas incentivar a prática do esporte e, hoje, somos referência na modalidade”, destaca.

O Futebol de Cinco faz parte do Projeto Visão no Esporte, promovido pela Prefeitura de Juiz de Fora (PJF), através da SEL, em parceria com a Associação dos Cegos. Atualmente, dentro deste projeto, Leonardo treina 19 atletas, sendo nove no futebol e dez no atletismo. As aulas são ministradas quatro vezes por semana, com duração de duas horas cada. Os treinamentos são realizados no Sport Club e no Minas Clube, ambos em Juiz de Fora.

Graduado em Educação Física pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) e pós-graduado em Futebol pela Universidade Federal de Viçosa (UFV), Leonardo tem em sua carreira o título de bicampeão (2010 e 2011) das Paraolimpíadas Escolares com a Seleção Mineira de Futebol de Cinco, realizadas em São Paulo. Em 2010, em Anápolis, Goiás, na função de auxiliar técnico, conseguiu a classificação da Seleção Mineira para a Série B da modalidade – caminho necessário ao acesso à Copa Brasil.

 Futebol de cinco

Participam desta modalidade atletas com diferentes graus de deficiência visual. Cada time é composto por quatro jogadores de linha que tenham cegueira total ou parcial e um goleiro, com visão total. O uso da venda nos olhos é necessário para que todos joguem em iguais condições. O esporte deve ser praticado em um ambiente silencioso, pois a bola é adaptada com guizos que emitem som e orientam os atletas. As partidas são disputadas em quadras abertas – nas mesmas medidas de uma quadra de futsal (40m x 20m) – e são divididas em dois tempos de 25 minutos.

Segundo Francislene de Paula, assessora de comunicação voluntária da Associação dos Cegos, os interessados em participar do projeto Visão no Esporte devem procurar a instituição, localizada na Avenida dos Andradas, 455, Centro, no horário das 8h às 18h e fazer um cadastro. “O projeto é gratuito e aberto a todo deficiente visual que procura qualidade de vida através do esporte”, define. Após o cadastro, os interessados passam por avaliação médica. O telefone de contato da Associação dos Cegos é 2101-2469.

Texto e informações: Assessoria de Comunicação da SEL

Foto: Fernando Barbosa – Jornalista e Repórter Fotográfico – twitter.com/fotonandox – facebook – fernando barbosa(fotonandox@gmail.com)

 



Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


19 set 2017
Com vídeo! Evaldo anula Éder, domina, toca para os companheiros e emenda: “Tupi tem totais condições de reverter”

18 set 2017
Emoção marca abertura da Semana Paralímpica em Juiz de Fora

18 set 2017
Copa Prefeitura Bahamas de Futebol Amador: resultados e próximos jogos

16 set 2017
Diretoria do Tupi estuda manter preços promocionais para o jogo de volta

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.