08 jan 2012

Minas bate RJX, e Cimed impõe primeira derrota ao Vôlei Futuro. Veja como foi a rodada da Superliga



Rio de Janeiro, 7 de janeiro de 2012 

A sexta rodada da Superliga masculina de vôlei 11/12 contou com seis partidas neste SÁBADO (07.01). Uma delas envolveu duas grandes equipes da competição: RJX (RJ) e Vivo/ Minas (MG). O confronto só foi decidido no tie-break, quanto o time mineiro, um dos maiores vencedores da Superliga, com quatro títulos, fez 3 sets a 2 (23/25, 26/28, 25/20, 25/23 e 20/18) sobre a nova equipe da competição, que conta com quatro jogadores da seleção brasileira.

  (Veja como foram as vitórias do Sesi-SP e do Cruzeiro)

Mas, mesmo com o apoio dos 4.700 torcedores, Theo, Marlon, Lucas, Dante e todo o grupo não conseguiram parar o Vivo/Minas. Em noite inspirada do levantador Marcelinho, que foi eleito o melhor jogador da partida e ficou com o Troféu VivaVôlei, o time mineiro levou 2h22 para assegurar o resultado positivo. O tcheco Filip marcou mais de um set sozinho, 28 pontos, e foi o maior pontuador do confronto.

“A equipe do RJX tem grandes jogadores e a pressão é enorme. Em momentos que a gente estava melhor no jogo, eles conseguiram nos anular e vice-versa, e no final foi mais coração. Ganhar de virada tem emoção, mas era melhor se fosse por 3 a 0 ou 3 a 1, que nos daria os três pontos. Mas conseguimos dois contra uma equipe muito forte e isso é muito importante”, afirmou Marcelinho.

Além da vitória, o central Henrique teve outro motivo para comemorar. O jogador do Vivo/Minas marcou o ponto de número 300 no saque. Apesar disso, Henrique lamentou a atuação na partida deste sábado.

“Hoje foi um jogo onde errei mais saques do que costumo e isso me deixa nervoso, pois sei que tenho que ser mais regular. Mas fico contente em ver que, alcançar esta marca, mostra que, ao longo do tempo, consigo manter essa regularidade. Estou feliz por ver que o trabalho está dando certo”, disse Henrique.

O oposto da seleção brasileira e do RJX, Theo, falou sobre a partida. “Jogamos bem, mas depois deixamos cair o ritmo do jogo. E contra um time do nível deles, tem que liquidar o mais rápido possível. A gente demorou a engrenar nos começos de sets e daí para frente, eles cresceram no jogo”, comentou Theo.

O Vivo/Minas jogará em casa na próxima rodada. Na QUARTA-FEIRA (11.01), a equipe comandada pelo técnico Marcelo Fronckowiak receberá o Vôlei Futuro para o confronto que será realizado às 19h30, na Arena Vivo. Já o RJX vai a São Paulo enfrentar o BMG/São Bernardo, às 19h, no ginásio Poliesportivo.

  O JOGO

Com dores no joelho, Dante chegou a ser dúvida para a partida, mas foi o responsável pelo primeiro ponto do confronto. O RJX fez 3/0, mas o Minas empatou e virou o placar para 7/3. A equipe mineira seguiu à frente e, no segundo tempo técnico, vencia por boa vantagem: 16/11. O RJX conseguiu o empate em 18 pontos e a virada com bloqueio de Dante (20/19). No final, melhor para o time carioca venceu por 25/23.

O segundo set começou com vantagem para o Vivo/Minas, mas o RJX empatou em 6/6 e, depois, passou à frente em 7/6. A parcial seguiu equilibrada, com as equipes alternando no comando do placar. O jogo esteve empatado novamente em 20 pontos, quando o técnico do time mineiro pediu tempo. O Vivo/Minas teve o ponto do set, mas Theo deixou tudo igual em 24/24. No final, o RJX venceu por 28/26.

Mais uma vez, o terceiro set teve um início bastante disputado. No primeiro tempo técnico, a equipe do Vivo/Minas vencia por 8/6. Quando os mineiros abriram quatro pontos de vantagem (11/7), o técnico do RJX pediu tempo. Na segunda parada técnica, novamente vantagem mineira: 16/12. O Vivo/Minas seguiu no comando do marcador e venceu o terceiro set por 25/20.

Na quarta parcial, novamente equilíbrio entre um dos maiores vitoriosos da Superliga e o novo time da competição. O set foi todo bem disputado, com reação importante do time mineiro, que venceu por 25/23.

O set decisivo começou com vantagem mineira, que abriu 4/1. O RJX empatou em 6/6 e, com ataque de Dante, fez 7/6. Na troca de lado, o time carioca vencia por 8/7. Com ace de Marlon, o RJX abiu dois pontos: 10/8. Lucarelli atacou e deixou o jogo empatado em 10 pontos. O time carioca fez 13/11 e o tie-break ficou igual em 14/14, quando Marcos Miranda pediu tempo. O Minas fechou em 20/18.

   Cai o último invicto da Superliga

Mesmo jogando em Araçatuba, diante da sua torcida, o Vôlei Futuro (SP) não resistiu ao time da Cimed/SKY (SC) e perdeu a primeira partida na Superliga masculina 11/12. A equipe perdeu a invencibilidade neste SÁBADO (07.01), na sexta rodada da competição, quando o time catarinense venceu por 3 sets a 2 (25/22, 28/26, 23/25, 23/25 e 15/13), em 2h23 de jogo.

O cubano Camejo, do Vôlei Futuro, foi o maior pontuador da partida, com 23 acertos. O ponteiro Renato, da Cimed/SKY, foi considerado o melhor jogador do confronto e recebeu o Troféu VivaVôlei.

O time do interior de São Paulo volta a jogar na QUARTA-FEIRA (11.01), às 19h30, contra o Vivo/Minas, em Belo Horizonte (MG). Já a equipe de Santa Catarina receberá o Sada Cruzeiro, às 21h, com transmissão ao vivo do canal Sportv.

   Volta Redonda derrota o Londrina/Sercomtel

Depois de ser superado na final do Campeonato Estadual, o Volta Redonda (RJ) esqueceu a derrota para o RJX na última QUINTA-FEIRA (05.01), e conseguiu uma vitória. O time do Rio de Janeiro recebeu o Londrina/Sercomtel (PR) e venceu por 3 sets a 0 (25/22, 26/24 e 25/19), em 1h29 de jogo. Leandro Santos, do time vencedor, foi o maior pontuador, com 20 acertos. O jogador também saiu de quadra como o melhor da partida.

O time de Londrina volta a jogar na próxima QUARTA-FEIRA (11.01), às 20h, contra o UFJF, no ginásio Moringão, em Londrina (PR). A equipe de Volta Redonda enfrentará a Medley/Campinas, no mesmo dia, às 19h30, no ginásio do Taquaral, em Campinas (SP).

 UFJF faz valer o mando de quadra e vence o BMG/São Bernardo

O fato de jogar em casa foi válido para a UFJF (MG), que venceu o BMG/São Bernardo (SP) por 3 sets a 1, de virada, com parciais de 21/25, 25/13, 25/21 e 25/15, em 2h04 de partida realizada no ginásio da UFJF, em Juiz de Fora (MG). Leonardo Rodrigues, da equipe mineira, foi o jogador que mais pontuou ao marcar 14 vezes. Danilo, também da UFJF, se destacou e recebeu o Troféu VivaVôlei.

Na próxima rodada, na QUARTA-FEIRA (11.01), a UFJF vai ao Paraná enfrentar o Londrina/Sercomtel, às 20h, no ginásio Moringão, enquanto o BMG/São Bernardo ficará em casa e jogará contra o RJX, às 19h, no ginásio Poliesportivo.

EQUIPES

RJX – Marlon, Theo, Ualas, Lucas, Lipe e Dante. Líbero: Alan

Técnico – Marcos Miranda

Entraram – Da Silva, Vinícius, Guilherme e Riad

VIVO/MINAS – Marcelinho, Orestes, Henrique, Filip, Manius, Lucarelli, Líbero: Polaco

Técnico – Marcelo Fronckowiak

Entraram – Otávio, Luizinho, Samuel

 SUPERLIGA MASCULINA 11/12 – SEXTA RODADA DO TURNO

07.01 (SÁBADO) – SESI-SP 3 x 2 MEDLEY/CAMPINAS (21/25, 25/21, 25/16, 15/25 e 15/13), em 1h57 de jogo, no ginásio da Vila Leopoldina, São Paulo (SP)

MAIOR PONTUADOR: Wallace (Sesi-SP) e Bob (Medley/Campinas), com 20 pontos cada

TROFÉU VIVAVÔLEI: Léo Mineiro (Sesi-SP)

07.01 (SÁBADO) – SADA CRUZEIRO 3 x 0 BMG/MONTES CLAROS (32/30, 25/22 e 27/25), em 1h49 de jogo, no ginásio Riacho, em Contagem (MG)

MAIOR PONTUADOR: Wallace (Sada Cruzeiro), com 21 pontos

TROFÉU VIVAVÔLEI: Wallace (Sada Cruzeiro)

07.01 (SÁBADO) – VÔLEI FUTURO 2 x 3 CIMED/SKY (22/25, 26/28, 25/23, 25/23 e 13/15), em 2h23 de jogo, no ginásio Plácido Rocha, em Araçatuba (MG)

MAIOR PONTUADOR: Camejo (Vôlei Futuro), com 23 pontos

TROFÉU VIVAVÔLEI: Renato (Cimed/SKY)

07.01 (SÁBADO) – RJX 2 x 3 VIVO/MINAS (25/23, 28/26, 20/25, 23/25 e 18/20), em 2h22 de jogo, no Maracanãzinho, no Rio de Janeiro (RJ)

MAIOR PONTUADOR: Filip (Vivo/Minas), com 28 pontos

TROFÉU VIVAVÔLEI: Marcelinho (Vivo/Minas)

07.01 (SÁBADO) – VOLTA REDONDA 3 x 0 LONDRINA/SERCOMTEL (25/22, 26/24 e 25/19), em 1h29 de jogo, no ginásio Ilha de São João, em Volta Redonda (RJ)

MAIOR PONTUADOR: Leandro Santos (Volta Redonda), com 20 pontos

TROFÉU VIVAVÔLEI: Leandro Santos (Volta Redonda)

07.01 (SÁBADO) – UFJF 3 x 1 SÃO BERNARDO (21/25, 25/13, 25/21 e 25/15), em 2h04 de jogo, no ginásio da UFJF, em Juiz de Fora (MG)

 MAIOR PONTUADOR: Leonardo Rodrigues (UFJF), com 14 pontos

 TROFÉU VIVAVÔLEI: Danilo (UFJF)

 Texto e informações: site da Confederação Brasileira de Vôlei


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


23 abr 2018
Simão revela que Ademilson não disputaria Módulo 2 e garante artilheiro na Primeira

23 abr 2018
Copa Prefeitura Bahamas de Futsal: resultados do Boletim 6

21 abr 2018
Gol de Adê, 43 anos, aos 43 minutos! Baeta vence e sobe

19 abr 2018
Baeta confiante para buscar o “combo”: vitória, acesso e vaga na final

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.