20 dez 2011

UFJF faz 3 a 1 no Volta Redonda e conquista três primeiros pontos na Superliga. Veja como foi a rodada



Volta Redonda (RJ), 20 de dezembro de 2011 

Depois de três derrotas e todas por 3 sets a 0, a UFJF (MG) alcançou a primeira vitória na história da Superliga masculina de vôlei 11/12. O time mineiro foi até a cidade de Volta Redonda (RJ), onde superou os donos da casa por 3 sets a 1 (25/20, 24/26, 25/19 e 25/23), em 1h58 de jogo, no ginásio da Ilha São João.

O levantador da UFJF Brasília, que já havia vestido a camisa do Volta Redonda, foi o destaque da partida e ganhou o Troféu VivaVôlei. O maior pontuador do duelo foi o oposto Léo, do time mineiro, com 17 acertos.

“Esta vitória é do grupo. Tivemos uma dificuldade enorme nos três primeiros jogos. Jogar contra a ex-equipe e vencer tem um gosto especial. O time, a UFJF e a cidade de Juiz de Fora merecem esta vitória”, avaliou Brasília.

Do lado do Volta Redonda, o ponteiro Sérgio lamentou o resultado. “Temos que trabalhar mais. Uma hora vamos ter que ganhar. Estamos beliscando, beliscando, mas não sei o que está faltando para chegarmos a esta vitória”, disse o atacante, autor de 11 pontos. O maior pontuador do time de Volta Redonda foi o central Maurício, com 14 acertos.

A UFJF fará sua última partida em 2011 na próxima QUINTA-FEIRA (22.12). O time mineiro receberá o RJX (RJ), a partir das 19h, no ginásio da Universidade Federal de Juiz de Fora.

Os ingressos para a partida desta quinta, em Juiz de Fora, começaram a ser vendidos no início da tarde desta terça e já estão esgotados, assim como ocorreu nas duas primeiras partidas na cidade, UFJf diante de Vôlei Futuro e Sesi-SP.

O Volta Redonda tentará se recuperar na SEXTA-FEIRA (23.12), quando jogará contra o BMG/São Bernardo (SP), no ginásio Poliesportivo, em São Bernardo do Campo (SP), a partir das 18h30, com transmissão ao vivo do canal Sportv.

O jogo

A partida começou equilibrada. O Volta Redonda foi para a segunda parada técnica com um ponto de vantagem (16/15). O set seguiu ponto a ponto até o final. Com dois erros seguidos de ataque do Volta Redonda, a UFJF abriu dois pontos (22/20). Com dois pontos de bloqueio do ponteiro Clinty, os visitantes fecharam a primeira parcial em 25/20.

O Volta Redonda sacou bem no segundo set e abriu dois pontos (5/3) no início da parcial. Mesmo assim, o time da casa não venceu a parcial com facilidade. A UFJF se utilizando dos erros dos adversários empatou a parcial. A entrada do oposto Jamelão e do levantador Leandro no Volta Redonda deu uma nova dinâmica ao jogo e o time do Sul Fluminense fechou o set em 26/24.

A UFJF não deixou a derrota no set anterior abater a equipe. O time voltou com gás para a terceira parcial. Até o sexto ponto, o placar ficou equilibrado. A partir daí, o time mineiro dominou e abriu oito pontos no marcador (20/12). O Volta Redonda cometeu muito erros na recepção e no ataque. Já a UFJF apresentou uma boa qualidade na definição dos pontos e não encontrou dificuldade para fechar a parcial em 25/19 e virar o jogo.

A UFJF começou bem o quarto set e chegou a abrir dois pontos (12/10). Mas o Volta Redonda virou o placar. Com um bom trabalho no bloqueio, os donos da casa abriram 17/13. Mas o adversário reagiu. Com uma boa atuação do levantador Brasília, a UFJF marcou 25/23 e fechou a partida.

EQUIPES

VOLTA REDONDA – Everaldo, Jamelão, Ezinho, Sergio, Aureliano e Giovanni. Líbero – Daniel

Entraram – Jônatas, Leandro, Fábio e Mudo.

Técnico – Sérgio Negrão

UFJF – Brasília, Léo, Clinty, Digão, Jardel e Folle. Líbero – Juliano

Entraram – Gelinski, Pedrinho e Baroni

Técnico – Maurício Bara

A repercussão

Depois do início complicado na competição, em que perdeu para as três equipes mais fortes até o momento (Vôlei Futuro, Sada Cruzeiro e Sesi-SP), a vitória em Volta Redonda foi estratégica para o grupo. “Vivemos um momento muito difícil nos três primeiros jogos. É sempre bom jogar contra um ex-time e estou muito feliz com o troféu Viva Vôlei. Dedico essa vitória à Universidade Federal de Juiz de Fora”, comemorou Brasília. Léo Rodrigues também mostrou toda a sua felicidade pela conquista: “Muito bom ajudar a equipe nessa vitória. Era uma partida muito importante para nós, pois é um adversário direto. Foi uma partida que aumentou a nossa confiança”.

O técnico Maurício Bara comemorou a vitória sem medo do próximo jogo: “Conseguimos estudar bastante o adversário e poderíamos ter fechado por 3×0. Estamos evoluindo e essa vitória tira uma carga nossa. Agora vamos com tudo para cima do RJX. Temos que buscar pontuar, mesmo com times grandes”.

 Outros resultados da rodada

 RJX supera a Cimed/SKY (3 a 1). Sesi-SP perde para o BMG/São Bernardo. Sada Cruzeiro e Vôlei Futuro são os únicos invictos

Dois invictos caíram na quarta rodada da Superliga masculina de vôlei 11/12. Depois do Sesi-SP, foi a vez de a Cimed/SKY (SC) sofrer a primeira derrota na competição. Nesta TERÇA-FEIRA (20.12), Em Florianópolis, o RJX (RJ) venceu, de virada, o time tetracampeão, por 3 sets a 1 (23/25, 25/20, 25/21 e 25/18), em 2h02 de jogo, no ginásio Capoeirão.

Esta foi a segunda vitória consecutiva do RJX. O time dirigido por Marcos Miranda tinha conquistado o primeiro resultado positivo na última rodada ao superar o Volta Redonda (RJ), por 3 sets a 2.

“Este início de Superliga está sendo difícil. São jogos muito difíceis e fora de casa. O pouco tempo que temos estamos aproveitando os treinamentos e o time está melhorando a cada dia”, avaliou Marcos Miranda, técnico do RJX.

Com os resultados da rodada, apenas Sada Cruzeiro (MG) e Vôlei Futuro (SP) ainda não perderam na competição. O time paulista não jogou na rodada. O confronto entre Vôlei Futuro e Medley/Campinas (SP) será disputado no dia 30 de dezembro, às 21h, no ginásio Plácido Rocha, e marcará o encerramento da rodada.

O Troféu VivaVôlei para o melhor jogador da partida foi para o central Ualas, que recebeu elogios de Marcos Miranda. “Ele foi efetivo no ataque e eficiente no que mais sabe fazer, o bloqueio”, afirmou o treinador.

Contente com o primeiro Troféu VivaVôlei da temporada, Ualas festejou o crescimento da equipe. “Este começo está sendo complicado. Tivemos dificuldades contra o Sesi-SP, o BMG/Montes Claros e o Volta Redonda. Mas a evolução começou a aparecer hoje. Agora, tem que sair disso para melhor”, disse o central.

O maior pontuador da partida foi da equipe do RJX. O ponteiro Lipe marcou 21 pontos, 16 de taque, três de bloqueio e dois de saque. Pela Cimed/SKY, o oposto Rivalo marcou 16 pontos, um a mais do que o ponteiro João Paulo.

Do lado da Cimed/SKY, o ponteiro João Paulo lamentou a primeira derrota, mas já pensa à frente. “Nunca queremos perder. Mas temos que encarar cada jogo como uma final. Hoje não rendemos bem. A partir do segundo set, nosso ritmo caiu e não conseguimos colocar a cabeça no lugar e voltar para a partida. Mas perdemos para um grande time, um dos favoritos ao título. Precisamos nos ajustar e pensar que sexta-feira temos um clássico contra o Vivo/Minas. Esse é só o começo da Superliga”, destacou João Paulo.

 Próximo desafios

O RJX continuará jogando fora de casa. Na próxima rodada, na QUINTA-FEIRA (22.12), o time carioca enfrentará a UFJF (MG), a partir das 19h, no ginásio da Universidade Federal de Juiz de Fora (MG).

Já a Cimed/SKY enfrentará um dos seus históricos rivais: o Vivo/Minas (MG). O duelos dos dois times mais vitoriosos da Superliga – cada equipe tem quatro títulos – será na SEXTA-FEIRA (23.12), às 21h, no Capoeirão, em Florianópolis. O confronto terá transmissão ao vivo do canal Sportv.

 Sada Cruzeiro passa sufoco, mas segue sem perder

Invicto na Superliga masculina 11/12, o Sada Cruzeiro (MG) teve dificuldades para chegar à quarta vitória consecutiva na competição. De virada, o time mineiro superou o Londrina/Sercomtel (PR) no tie-break, com parciais de 23/25, 25/18, 23/25, 25/23 e 15/09, em 2h02 de jogo, no ginásio do Riacho, em Contagem (MG).

O destaque da vitória do Sada Cruzeiro foi o oposto Wallace. Com 19 pontos, o atacante foi eleito o melhor a partida e recebeu, pela primeira vez nesta edição, o Troféu VivaVôlei. Pelo Londrina/Sercomtel, o ponteiro Bruno também marcou 19 vezes.

Na próxima QUINTA-FEIRA (22.12), o time mineiro viajará até Campinas (SP), onde enfrentará a Medley/Campinas (SP), a partir das 19h30, no ginásio Taquaral. Já o Londrina/Sercomtel receberá, no mesmo dia, às 20h, o Sesi-SP, no ginásio Moringão, em Londrina (PR).

 BMG/São Bernardo quebra a invencibilidade do Sesi-SP

Atual campeão da Superliga masculina, o Sesi-SP foi surpreendido pelo BMG/São Bernardo (SP). No ginásio do Sesi, na Vila Leopoldina, em São Paulo, o time dirigido pelo técnico Giovane Gávio foi derrotado pela equipe do técnico Rubinho por 3 sets a 1 (23/25, 25/16, 23/25 e 23/25), em 1h47 de jogo.

O maior pontuador da partida foi o oposto Wallace. Mas, nem mesmo os 29 pontos do atacante do Sesi-SP, foram suficientes para evitar a derrota. Do lado do BMG/São Bernardo, o oposto Renan prevaleceu. Com 23 pontos, o atacante foi eleito o melhor jogador da partida e ganhou o Troféu VivaVôlei.

“É assim que sabemos jogar. Hoje foi muito bom, conseguimos acertar em tudo. Deixamos de errar principalmente nos finais de set, e conseguimos ter paciência para definir os pontos”, comemorou Renan.

O técnico Rubinho, do BMG/São Bernardo, destacou o poder de reação da equipe no quarto set. “Estávamos com cinco pontos de desvantagem, mas conseguimos manter o foco e concentração para fechar o jogo. Essa vitória foi importante não só pelos três pontos, mas para valorizar tudo aquilo que o time vem trabalhando”, finalizou o treinador.

Na próxima rodada, o BMG/São Bernardo jogará no Rio de Janeiro. O time paulista viajará até Volta Redonda, onde enfrentará os donos da casa na SEXTA-FEIRA (23.12), a partir das 18h30, com transmissão ao vivo do canal Sportv.

Já o Sesi-SP buscará a recuperação fora de casa. A equipe de Murilo e cia. irá até o Paraná, onde, na QUINTA-FEIRA (22.12), jogará contra o Londrina/Sercomtel (PR), a partir das 20h, no ginásio Moringão, em Londrina.

EQUIPES

CIMED/SKY – Bruno, Rivaldo, Renato, João Paulo, Renato Felizardo e Éder. Líbero – Badá.

Entraram – Caio, Murilo e Gustavo.

Técnico – Marcos Pacheco

 

RJX – Marlon, Théo, Lipe, Dante, Lucão e Ualas. Líbero – Alan.

Entraram – Thiago Sens, Paulo Victor, Guilherme e Riad.

Técnico – Marcos Miranda

 

SUPERLIGA MASCULINA 11/12 – QUARTA RODADA DO TURNO

20.12 (TERÇA-FEIRA) – Vivo/Minas 3 x 0 BMG/Montes Claros (25/21, 25/20 e 25/19), em 1h23, na Arena Vivo, em Belo Horizonte.

MAIOR PONTUADOR – Lucarelli (Vivo/Minas), com 13 pontos

TROFÉU VIVAVÔLEI – Marcelinho (Vivo/Minas)

 

20.12 (TERÇA-FEIRA) – Cimed/SKY 1 x 3 RJX (25/23, 2025, 21/25 e 18/25), em 2h02 de jogo, no ginásio Capoeirão, em Florianópolis.

MAIOR PONTUADOR – Lipe (RJX), com 21 pontos

TROFÉU VIVAVÔLEI – Ualas (RJX)

 

30.12 (SEXTA-FEIRA) – Vôlei Futuro x Medley/Campinas, às 21h, no ginásio Plácido Rocha, em Araçatuba. SPORTV

 

20.12 (TERÇA-FEIRA) – Sada Cruzeiro 3 x 2 Londrina/Sercomtel (23/25, 25/18, 23/25, 25/23 e 15/09), em 2h02 de jogo, no ginásio do Riacho, em Contagem (MG).

MAIORES PONTUADORES – Wallace (Sada Cruzeiro) e Bruno (Londrina/Sercomtel), com 19 pontos cada

TROFÉU VIVAVÔLEI – Wallace (Sada Cruzeiro)

 

20.12 (TERÇA-FEIRA) – Sesi-SP 1 x 3 BMG/São Bernardo (23/25, 25/16, 23/25 e 23/25), em 1h47 de jogo, no ginásio Vila Leopoldina, em São Paulo (SP).

MAIOR PONTUADOR – Wallace (Sesi-SP), com 29 pontos

TROFÉU VIVAVÔLEI – Renan (BMG/São Bernardo)

 

20.12 (TERÇA-FEIRA) – Volta Redonda 1 x 3 UFJF (23/25, 26/26, 19/25 e 23/25), em 1h58 de jogo, no ginásio Ilha São João, em Volta Redonda (RJ).

MAIOR PONTUADOR – Léo (UFJF), com 17 pontos

TROFÉU VIVAVÔLEI – Brasília (UFJF)

 Textos e informações: site da CBV e assessoria vôlei UFJF

Foto: arquivo Toque de Bola


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


23 out 2017
Primeiro árbitro de vídeo da Libertadores será brasileiro. Vangasse explica as 4 situações em que ele pode atuar

23 out 2017
Leozinho reaparece na seleção da rodada. Próximo adversário do JF Vôlei tem pedido de desculpas ao torcedor

23 out 2017
Copa Prefeitura Bahamas de Futebol Amador: resultados e próximos jogos

19 out 2017
Oficial: Tupi informa que treinador Aílton Ferraz não fica no clube

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.