22 nov 2011

Tupi e Juiz de Fora: enfim, uma coisa só. Um orgulho que não cabe no peito



Juiz de Fora (MG), 22 de novembro de 2011 

Tupi e Juiz de Fora tornaram-se nesta terça-feira, 22 de novembro de 2011, definitivamente, uma coisa só. Depois das fotos oficiais do título brasileiro da Série D e da entrevista coletiva em que o treinador Ricardo Drubscky confirmou sua transferência para o Volta Redonda, “apostando na vitrine do Rio de Janeiro”, a delegação alvinegra deixou o alçapão de Santa Terezinha e atravessou a cidade no carro de Corpo de Bombeiros, para comemorar o dia em que 11 jogadores e 30 torcedores calaram 60 mil no  Mundão do Arruda.

O mais interessante para quem acompanha o futebol da cidade há muito tempo foi a alegria com que o elenco do Tupi foi saudado nas ruas. Gritos de “galo”, “campeão”, “melhor de Minas”, torcedores de todas as idades acenando das janelas, alguns pulando mesmo de alegria e batendo palmas com entusiasmo.

O blog desconfia que a partir de agora nasce uma nova sintonia entre o centenário Tupi Futebol Clube e a cidade de Juiz de Fora. Uma relação baseada no orgulho, no carinho, e na auto-estima.

Breve, mais informações do momento histórico vivido pelo futebol da cidade.

Galerias de Fotos: os campeões, o making off das fotos oficiais e a carreata histórica. É só clicar abaixo

Veja texto enviado pela assessoria de imprensa do clube (Ailton Alves), “O Dia do Orgulho Carijó”:

Não será exagero se alguém – político, colunista de jornal ou torcedor – propor que o dia 22 de novembro de 2011 seja declarado o dia do “Orgulho Carijó”, pois foi nesta data, que será para sempre lembrada, que a cidade de Juiz de Fora sentiu muito orgulho do Tupi Futebol Clube, o time da cidade, Campeão Brasileiro da Série D.

E o dia começou muito cedo. Quando o ônibus da delegação Carijó, vindo do Rio de Janeiro (RJ), adentrou o perímetro urbano de Juiz de Fora, por volta da 1h, os campeões foram surpreendidos com uma calorosa recepção. Cerca de 70 torcedores e 30 carros cercaram os heróis e os conduziram até Santa Terezinha, numa carreata improvisada, ruidosa e emocionada, aos gritos de “O campeão chegou”. A caravana parou no Estádio Salles de Oliveira, onde, um a um, os jogadores foram ovacionados. Os atletas e membros da Comissão Técnica desceram do ônibus e se misturaram aos torcedores. Durou mais de uma hora essa integração total entre a equipe e a torcida.

Por volta das 10h, na reapresentação oficial do elenco, eles – os torcedores – estavam lá de novo, para dar mais uma olhada na taça, pedir autógrafos, tirar fotos ou simplesmente tocar nos ídolos. Durou mais uma hora esse novo contato.

Depois, por volta das 12h, os jogadores e a Comissão Técnica subiram no carro do Corpo de Bombeiros para a carreata oficial. Foram seguidos, fotografados, agarrados pelos torcedores, mas a integração, nesse caso, foi mais ampla: com Juiz de Fora. Durante quase duas horas, percorrendo a principal via da cidade (a Avenida Rio Branco), os heróis foram saudados, aplaudidos, louvados, amados, por homens, mulheres, velhos e crianças.

Por fim, por volta das 14h, a delegação Carijó foi recebida em almoço pela autoridade máxima do município, o prefeito Custódio Mattos (PSDB) – torcedor declarado do Galo – que resumiu todo o sentimento de orgulho dos juiz-foranos: “Além do ponto de vista esportivo o que vocês fizeram foi magnífico”.

 Governador Carijó

O Governador do Estado de Minas Gerais Antônio Anastasia (PSDB) também vibrou com o título do Tupi Futebol Clube. Na tarde desta terça-feira (22/novembro) ele ligou para o presidente do clube Áureo Fortuna para dar os parabéns ao “Galo da Zona da Mata Mineira” pelo título de campeão brasileiro da Série D. “Assisti a partida, Torci muito e fiquei impressionado com a grande vitória no ‘caldeirão’ do Arruda. O Tupi representou muito bem Minas Gerais”, disse o governador.

 

 


Voltar

3 Respostas to “Tupi e Juiz de Fora: enfim, uma coisa só. Um orgulho que não cabe no peito”

  1. Wederson feliciano Dias
    23/11/2011 às 17:28

    Queria sugerir o nome do ex goleiro Milagres que está como assistente no América de BH. Ele é da cidade e tem experiencia e bons contatos com jogadores de potencial!

  2. Renato Berg/JFora-Mg
    23/11/2011 às 13:00

    Parabéns Tupi!!! , jogadores , comissão técnica, JFora e a grande nação carijó!!! vitória Magnífica, espetacular, não temos palavras para qualificá-la , agora o nosso nome esta cravado na história, do desporto nacional com este título campeão brasileiro série “D” foi um verdadeiro Arrudaço, Valeu galooooooooooooooooooooooooo , Parabéns a todos aqueles que contribuiram para a conquista desse título. agora é comemorar !!!!!!
    TUPI VC È FORTE E NÃO MORRE NUNCA !!!!

  3. Glaucio(Bairu)
    23/11/2011 às 8:00

    Valeu Galo Carijo,esse titulo me fez lembrar as varias vezes em que ia nos estadio da cidade ver o Tupi da decada de 80 Valeu Galo

Deixe uma resposta

Notícias


17 nov 2017
Rodrigo Rezende é 27º lugar no Mundial de Ginástica de Trampolim na Bulgária

16 nov 2017
Saiu a tabela! Tupi encara Cruzeiro e América fora de casa logo no início do Campeonato Mineiro

16 nov 2017
Intercolegiais: professor Tidinho comemora brilho do Jesuítas no vôlei. Veja fotos e nomes de todos campeões

14 nov 2017
Goleiro-artilheiro Edson tem domingo único e Passo da Pátria é campeão da zona rural da Copa Prefeitura Bahamas

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.