09 nov 2011

Dutra volta a treinar entre os titulares no Santa e nega atrito com médico



 Recife (PE), 9 de novembro de 2011

O elenco do Santa Cruz segue se preparando forte durante a semana para o primeiro confronto da fase final do Campeonato Brasileiro da Série D, diante do Tupi/MG, que acontece no próximo domingo, às 15h50 (de Recife), 16h50 (de Brasília), em Juiz de Fora.

Nesta quarta, o treinador Zé Teodoro comanda um treino coletivo no estádio do Arruda e novamente repete o time base que vem usando desde os treinos da semana passada. A única novidade é na lateral esquerda, onde Dutra, que se recuperou bem da lesão que teve na última partida, voltou a posição de titular no lugar de Renatinho.

Assim, o time coral está formado no esquema 3-5-2 com: Tiago Cardoso; André Oliveira, Jeovânio e Leandro Souza; Eduardo Arroz, Memo, Chicão, Weslley e Dutra; Flávio Recife e Fernando Gaúcho.

Recuperação surpreendente

O lateral esquerdo Dutra, que sofreu uma lesão no último jogo com o Cuiabá/MT, no dia 30 de novembro, voltou a treinar normalmente, nesta quarta-feira (9), no estádio do Arruda. A sua presença causou surpresa para a imprensa, que esperava que o atleta demorasse mais na recuperação. Além disso, o jogador participou de toda a movimentação.

Ele afirmou que já se sente bem fisicamente para entrar em campo, no próximo domingo (13). “Eu estou disponível. Eu precisava treinar com o grupo, normalmente, para ver se não tinha nenhuma situação de incômodo na perna e, graças a Deus, eu pude treinar o treino todo, sem ter nenhum problema. Agora estou à disposição do Zé para domingo”, disse.

Apesar de todo mundo falar da experiência de Dutra, o jogador demonstrou que ainda tem forma física muito boa, melhor do que muito atleta jovem, que passa dias no departamento físico para poder recuperar-se totalmente. O jogador afirmou que já vinha trabalhando com os fisioterapeutas, enquanto estava no departamento médico.

“Eu não fiquei muito tempo parado. Na segunda-feira fez oito dias, que era o prazo mínimo, mas eu já vinha fazendo um trabalho na fisioterapia para não perder totalmente a condição física. Então não houve uma parada total na parte física e a recuperação está dentro do prazo. Os médicos ficaram receosos pelo curto tempo, mas está dentro do limite”, afirmou o lateral.

O médico do Santa Cruz, Dr. Wilton Bezerra, chegou a afirmar, durante a semana, que Dutra havia ficado chateado, por não ter sido liberado mais cedo. Entretanto, o jogador afirma que não houve discussão nenhuma. Ele só falou que já estava apto a voltar a treinar, pois não sentia mais dores.

“Não tive nenhuma discussão com o médico, até porque a palavra final sempre é a dele. Eu apenas disse que não estava sentindo mais nenhum incômodo e fiz os testes com os fisioterapeutas para ver se tinha algum tipo de dor, os quais não acusaram nada. Eu só queria voltar para o trabalho no campo, que é onde eu gosto de estar”, finalizou Dutra.

 

Fernando Gaúcho

O atacante Fernando Gaúcho atuou no futebol mineiro ainda nesta temporada, quando defendeu a Caldense/MG pelo Campeonato Mineiro 2011, e jogou contra a equipe do Tupi de Juiz de Fora/MG. Portanto, o atleta conhece um pouco o time e acredita num forte poderio ofensivo do Galo Carijó.

“É uma final e, como todas as outras, será decidida em detalhes. Temos mais um mata-mata pela frente, só que agora vale o título. Então a gente já tem algumas informações sobre eles, só que a equipe deve ter alterado algumas coisas desde o Campeonato Mineiro. Acredito que é uma equipe muito compacta e com um grande poderio ofensivo”, disse.

Assim como vem fazendo em boa parte da competição, Gaúcho afirmou que o Santa Cruz vai impor uma postura de equipe favorita, já que é uma equipe grande e de torcida. Porém, o jogador afirmou que é preciso respeitar a equipe adversária, pois eles não chegaram à final à toa.

“Desde o início dos mata-matas a postura tem sido esta, pois o Santa Cruz é grande, mas não pode ficar só na conversa, temos que colocar em prática e, graças a Deus, isso tem acontecido. Então vamos respeitar a equipe deles, mas vamos em busca da vitória. O pensamento é este e está todo mundo focado nesta grande decisão”, afirmou o atacante tricolor.

Nestes mata-matas da Série D do Campeonato Brasileiro, o Santa Cruz já jogou em duas situações: tanto jogando a primeira partida em casa, quanto fazendo o segundo jogo no Arruda. Entretanto, o atacante Fernando Gaúcho disse preferir deste jeito que vai acontecer na final: jogando o primeiro duelo em Juiz de Fora/MG.

“Eu prefiro desta forma, jogando a primeira fora e depois decidir a última partida em casa, pois a nossa equipe joga mais leve fora casa. Então se a gente conseguir fazer gols lá e trouxer uma vantagem boa para o Recife, acredito que a gente pode sacramentar este ano vitorioso do Santa Cruz”, finalizou Fernando Gaúcho.

  Fonte: Agência CoralNET de Notícias


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


20 nov 2017
Com títulos e recordes, CRIA-UFJF brilha nos Jogos Escolares da Juventude

17 nov 2017
Rodrigo Rezende é 27º lugar no Mundial de Ginástica de Trampolim na Bulgária

16 nov 2017
Saiu a tabela! Tupi encara Cruzeiro e América fora de casa logo no início do Campeonato Mineiro

16 nov 2017
Intercolegiais: professor Tidinho comemora brilho do Jesuítas no vôlei. Veja fotos e nomes de todos campeões

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.