20 set 2011

Vanderson Souza, de JF, é campeão brasileiro de ultramaratona



Juiz de Fora (MG), 20 de setembro de 2011

Juiz de Fora tem o primeiro campeão brasileiro oficial de ultramaratona de 24 horas do país. No último fim de semana, foi disputada no Centro de Educação Física da Marinha do Brasil (Cefam), no Rio de Janeiro, a quarta edição da Ultramaratona Rio 24h – Fuzileiros Navais que, este ano, pela primeira vez, teve a chancela da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt), valendo como Campeonato Nacional da modalidade. E o juiz-forano Vanderson Luiz de Souza, 37 anos, sargento do Exército, não se intimidou com a presença de competidores mais experientes, faturando a competição.

Segundo o local, somente nas horas finais foi possível alcançar a liderança da prova que teve largada às 9h do sábado e terminou às 9h do domingo. “Foi emocionante conquistar esse primeiro brasileiro. A disputa foi muito acirrada, já que todas as feras da modalidade estavam lá. Só consegui pegar a ponta com pouco mais de 21 horas de corrida. Então, fiquei firme e consegui me distanciar do segundo colocado”, relembra Souza.

Durante as 24 horas de prova, os competidores percorriam um circuito com 1.500m, que tinha, além de uma volta em uma pista de atletismo oficial – de 400m -, mais 1.100m de caminhos asfaltados pelo Cefam. Vanderson venceu a prova completando um total de 147 voltas no percurso, fazendo 221,235km, descansando um total de somente 28min40s durante a competição. Ele foi cinco voltas melhor que o segundo colocado – percorrendo 7,535km a mais -, o paulista Vanderley Pereira. A terceira colocação ficou com o também paulista Urbano Cracco Júnior, que completou 138 voltas, com 207,390km percorridos.

Segundo o local, não só o físico, mas a mente do competidor tem que estar bem preparada para encarar uma prova como essa. “O condicionamento psicológico é tão fundamental quanto a preparação do corpo para uma ultramaratona de 24 hora, na qual percorremos um circuito fechado. O poder mental é testado até o extremo e, se você não tiver cabeça, desiste mesmo”, conta Vanderson, que foi treinado para a competição pelo professor Iêdo Júnior e teve a ajuda durante a prova do pacer – pessoa responsável por aumentar ou manter o ritmo do atleta em determinados momentos da prova – Gustavo Guerra.

 Próximo desafio

Como próxima meta, Vanderson quer disputar a mais famosa e dura ultramaratona brasileira, mas, para isso, tem que superar um adversário já bem conhecido dos atletas locais. “Meu objetivo é fazer a Brazil 135, que acontece em janeiro. É a prova mais badalada e difícil do país, da qual o conterrâneo Marco Farinazzo é o recordista. Então, vou correr atrás de patrocínio para ir no ano que vem. Hoje, banco tudo sozinho e conto com a ajuda de amigos”, explica o campeão.

 Texto: Wallace Mattos – www.tribunademinas.com.br


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


21 fev 2018
Tupi x Atlético em JF: ingressos, transporte, acesso, estacionamento

20 fev 2018
Módulo 2: Jajá brilha, NAC lidera, juiz-forano apita e Baeta divulga preços

19 fev 2018
JF Vôlei tem semana de desafios seguidos em busca da reação na Superliga

17 fev 2018
Baeta perde na estreia do Módulo 2

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.