18 ago 2011

Vivo/Minas vence a UFJF por 3 sets a 1



Juiz de Fora (MG), 18 de agosto de 2011

A equipe de vôlei masculino da UFJF foi derrotada por 3 sets a 1, em 1h45 minutos de partida, na noite desta quinta-feira, 18, na abertura do Campeonato Mineiro, no ginásio da Faculdade de Educação Física, na UFJF. O time local atuou bem no primeiro set, quando venceu por 26/24. Nos outros parciais, o adversário, que contava com estrelas como Marcelinho, Anderson (campeão olímpico em Atenas, 2004) e Henrique, levou a melhor, marcando 25/18, 25/19 e 26/24. “Ficamos com a sensação que poderíamos ter vencido o jogo ou pelo menos mais um set”, resumiu o treinador juiz-forano Maurício Bara. “O time de JF está de parabéns, nos pressionou bastante, temos um longo caminho”, analisou o técnico do Minas, Marcelo Fronckowiak.

No primeiro set a UFJF começou melhor, chegando a abrir quatro pontos de diferença antes do segundo tempo técnico. No final, a equipe do Minas empatou em 24 a 24, mas a UFJF decidiu o parcial utilizando uma de suas principais armas: com um bloqueio de Pará, camisa 9, o time de Juiz de Fora fechou em 26×24.

A equipe do Minas voltou melhor para o segundo set, dominando o jogo e aproveitando erros da equipe juiz-forana. E com larga vantagem, venceu o segundo parcial por 25 x 18 e empatou o jogo em 1 a 1.

No terceiro set, o time do Vivo/Minas engrenou na partida, o time da UFJF falhou no fundamento saque e o time do Minas disparou novamente no placar. No final do set, a equipe de Juiz de Fora ensaiou uma reação, mas o Minas venceu por 25 a 19.

O quarto set começa com o primeiro ponto muito disputado, mas quem acaba abrindo o placar é o Minas. A equipe da UFJF se recuperou e abriu vantagem de três pontos. No final do set, as duas equipes erraram vários saques, equilibrando o jogo, porém a equipe da capital mineira foi mais eficiente e confirmou a vitória na primeira partida pelo Campeonato Mineiro de Vôlei: 26/24.

UFJF: Juliano, Ricardinho, Diego, Juarez, Wanderson, Filipe, Guilherme Mineiro, Brasília, Humberto, Pará, Dida e Bernarly. Treinador: Maurício Bara Filho. Vivo/Minas: Marcelinho, Henrique, Manius, Leandro, Orestes, Guilherme, Anderson, Rodrigo, Otávio, Ricardinho, Vítor, Michel e Victor Hugo. Treinador: Marcelo Fronckowiak.

  Opiniões

O treinador da UFJF não deixou o ginásio satisfeito. Mesmo reconhecendo que enfrentou uma equipe tradicional e vitoriosa, Maurício Bara Filho disse que “a sensação é que o nosso time não fez o seu melhor jogo. Poderíamos ter pelo menos vencido um set, pontuado na competição, claro que o Minas tem muita qualidade, mas acho que tivemos chances de um resultado melhor”, observou.

Ele gostou da participação dos três reforços da equipe. “O Guilherme já começou jogando, o Humberto entrou na sequência da partida e compôs bem, e o Rodrigo também foi aproveitado. Falta entrosamento, mas já nos ajudaram bastante”. Maurício lembra que a formação testada no quarto set praticamente não havia treinado e surpreendeu positivamente. Para a sequência da competição, o treinador destaca que já na estreia ficou demonstrado que “precisamos de um esforço muito grande para ganhar sets e jogos no Campeonato Mineiro, contra equipes fortes, e sábado já teremos novo teste, contra o Sada/Cruzeiro”.

Para o camisa 4, Juarez, “a partida foi boa, enfrentamos uma equipe forte e de tradição”. Ele garantiu que não faltará empenho para vencer as próximas partidas e levar a equipe local às semifinais. A próxima partida da equipe da UFJF será no sábado, 20, diante do Sada/Cruzeiro, às 18h, novamente no ginásio da Faefid na UFJF.

O experiente levantador Marcelinho, do Vivo/Minas, disse após a partida que a equipe da capital já esperava dificuldades na partida por estar e, início de trabalho. “Estamos treinando há um mês, e foi o primeiro jogo oficial. Vamos procurar corrigir e acertar para a sequência do campeonato e da temporada”.

Já o técnico Marcelo Fronckowiak elogiou muito o time juiz-forano e ressaltou que há um longo trabalho pela frente. “Sacamos muito mal, e o time ainda está se acertando. Vão chegar novos jogadores, alguns estão voltando a atuar em antigas posições, como o Anderson, voltando a ser oposto, temos muita coisa para consertar”.

Texto: Ivan Elias e Brunno Esteves

Foto: Alexandre Dornelas/UFJF


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


22 jan 2018
Clínica com Zico no Maracanã une diferentes gerações em torno do sonho do futebol. Veja fotos

22 jan 2018
Tem de 10 a 16 anos e que jogar futebol? É levar a chuteira e conferir a agenda da semana na Faefid-UFJF

21 jan 2018
Virose no Carijó? Dirigente admite possibilidade, mas não quer usar como desculpa

19 jan 2018
Futebol do Baeta apresenta Comissão Técnica para Módulo 2 e admite que está atrasado

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse