28 ago 2011

Tupi perde com gol de goleiro aos 48 do segundo tempo: 2 a 1



Anápolis, 28 de agosto de 2011

O Anapolina derrotou o Tupi por 2 a 1 neste domingo, 28, em Anápolis, pela Chave A5 da Série D do Campeonato Brasileiro. O gol da vitória foi marcado pelo goleiro Edinho, que foi para a área no desespero, aos 48 minutos do segundo tempo.

O Anapolina marcou primeiro aos 6 minutos do primeiro tempo, gol de Rivaldo, sobre o Tupi. Aos 41, Luciano Ratinho empatou, chutando de perna esquerda, após grande jogada de Vitinho pela direita, passando pelo veterano lateral-esquerdo Jadilson e fazendo o passe.

No intervalo, Vitinho e Luciano, responsáveis pelo empate, admitiram que o time começou a partida um pouco desligado, mas soube se recuperar e buscar a igualdade na etapa inicial.

Ao final da partida, os jogadores lamentaram ter sofrido o gol no último minuto dos três de acréscimo determinados pela arbitragem.

Antes do gol de Edinho, as duas equipes criaram chances para definir a partida. O Anapolina pressionou com muitos cruzamentos, e num deles o veterano Finazzi cabeceou firme, exigindo boa defesa do goleiro carijó Rodrigo. Já o Tupi poderia ter desempatado num lance em que o zagueiro Silvio estava na área adversária e não alcançou um cruzamento quando estava livre para concluir.

“O jogo ficou aberto, qualquer uma das duas equipes poderia ter saído com a vitória”, observou o lateral Michel. “Foi um castigo duro, agora é recuperar em casa, contra o Gama”, avaliou o zagueiro Wesley Ladeira. “É duro, a derrota saiu no último lance do jogo, mas vamos tentar agora recuperar esses pontos jogando diante da torcida”, completou o meia Assis.

Foi a primeira derrota sofrida pelo Tupi na Série D. Para o narrador da Rádio Globo, Ivan Costa, a troca de Vitinho por Francis na segunda etapa não surtiu o efeito desejado. “Pelo que fez no primeiro tempo, acho que a saída de Vitinho não foi boa para a equipe”. Já o repórter Ricardo Wagner acredita que o Tupi, embora tenha feito uma boa partida, poderia ter sido mais ousado depois de ter alcançado o empate. “O Tupi deveria impor seu jogo, a torcida deles estava insatisfeita e pressionava bastante, impaciente”.

Veja matéria enviada pela assessoria de imprensa do Tupi:

Tupi perde em Anápolis, mas mantém boas chances de classificação

(Anápolis – GO) O Tupi perdeu para a Anapolina (GO) por 2 a 1 na tarde deste domingo (28/agosto), em Anápolis, interior de Goiás. Os gols da partida, disputada no Estádio Jonas Duarte, foram marcados por Rivaldo, aos 6 minutos, Luciano Ratinho, 42 (também da primeira etapa) e Edinho (goleiro adversário) aos 48 minutos do segundo tempo. Mesmo com a derrota, o Galo mantém as boas chances de passar à segunda fase da Série D do Campeonato Brasileiro. Tem oito pontos e ocupa a terceira colocação do Grupo A5, atrás de Itumbiara (GO), que tem 10, e Gama (DF), com 9 – Porém, o alvinegro juiz-forano tem um jogo a menos que seus concorrentes diretos pela vaga. A Anapolina passou a sete pontos e o Tocantinópolis (TO) segura a lanterna da Chave, com quatro.

O técnico Ricardo Drubscky surpreendeu ao escalar Vitinho no meio de campo, recuando Augusto para a sua posição original, a lateral-esquerda, em substituição a Michel. Mas, como tem sido comum no campeonato, o Galo, pela quarta vez em cinco jogos, saiu atrás no placar: Rivaldo recebeu bom passe na área e venceu Rodrigo.

O Galo, no entanto, não se intimidou e continuou jogando bem, com boas estocadas. Ademilson tentou de cabeça, duas vezes, e Silvio uma, e Assis arriscou um belo chute de fora da área – todas as tentativas pararam no goleiro Edinho.

No final do primeiro tempo, porém, não teve jeito. Vitinho ganhou uma bola pelo lado direito da área, levantou a cabeça e viu a penetração de Luciano Ratinho, que apenas escorou o cruzamento para as redes.

Na segunda etapa, os dois continuaram trocando bons passes e Luciano Ratinho completou dois outros bons lançamentos de Vitinho, antes dos 10 minutos, sem, no entanto, acertar o gol. A partir da segunda metade do período, a Anapolina, precisando do resultado, partiu para cima e deixou muito espaço para o Galo, que não soube aproveitar os contra-ataques. Aos 41 minutos, o goleiro Rodrigo fez um milagre numa cabeçada de Finnazi, logo após Silvio ter perdido um gol feito, ao, dentro da pequena área, não conseguir tocar na bola num cruzamento de Ademilson.

Nos acréscimos, surgiu o personagem da partida: o goleiro da Anapolina, Edinho. Ele foi ao ataque e conseguiu cabecear e fazer o gol da vitória goiana no último lance da partida.

“Pagamos pela nossa omissão de não fazer a vitória vir. Tivemos chances de matar o jogo e não o fizemos”, resumiu o treinador Carijó, Ricardo Drubscky.

O próximo jogo do Galo é no sábado (3/setembro) em Juiz de Fora, contra o Gama. Para esta partida, Drubscky não poderá contra com Luciano Ratinho, que levou o terceiro cartão amarelo. Completando a rodada, o Itumbiara recebe o Tocantinópolis, na quinta-feira (dia primeiro)

O Tupi jogou e perdeu com Rodrigo, Felipe Cordeiro, Silvio, Wesley Ladeira e Augusto; Assis, Denílson, Vitinho (Francis, depois Adalberto), Luciano Ratinho e Henrique (Michel); Ademilson. .

O Anapolina, do técnico Nivaldo Lancuna, atuou com Edinho, Alex, Jacó, André Luiz e Jadilson; Paulo Foiani, Emerson Cris, Sandro (Potita) e Dill (Clayton); Valdanes e Rivaldo (Finnazi).

Árbitro: Alinor da Silva Paixão (MT), auxiliado pelos goianos Jesmar Benedito Miranda e Evandro Gomes Ferreira

Cartões amarelos: Felipe Cordeiro, Augusto e Luciano Ratinho (Tupi), Edinho, Alex, André Luiz e Paulo Foiani (Anapolina)

Veja matéria sobre a partida, publicada no site do Anapolina:

Esperança, persistência e trabalho. Receita para uma vitória!

Com gol de goleiro aos 48 minutos do segundo tempo a Rubra vence o Tupi.

A Rubra provou mais uma vez por que é chamada de Xata neste domingo à tarde, em um jogo de vida ou morte prevaleceu a luta pela sobrevivência até o último minuto, até o último soldado. Isso mesmo, o que vimos hoje no Jonas Duarte foi uma aula de persistência, perseverança e luta de um grupo de jogadores-lutadores que necessitam a cada dia justificar seus nomes e ratificar sua história em mais um desafio.

O time de Nivaldo Lancuna veio a campo com a incumbência de vencer a qualquer preço, talvez essa necessidade fez com que os jogadores se dedicassem ao extremo nos 15 primeiros minutos. Com uma eficiente marcação sobre pressão no adversário a Rubra conseguiu marcar o seu primeiro gol e ainda perder chances de ampliar, deixando os adversários perdidos em campo.

Logo depois da abertura do placar com o atacante Rivaldo, a equipe tirou o pé e deu espaço para que o Tupi conseguisse tocar a bola, gostar do jogo e dominar os setores até o meia Luciano Ratinho finalizar uma bola cruzada da direita e empatasse o jogo.

A torcida, irritada com o mesmo futebol apresentado na derrota contra o Itumbiara em pleno Jonas Duarte, começou a vaiar e criticar severamente o que tinha transcorrido até ali. Entretanto, o futebol nos reserva momentos e sentimentos que mudam com a velocidade de um instante.

Foi o que aconteceu no segundo tempo, Anapolina pressionava de todos os lados e como podia tentando evitar uma desclassificação antecipada (o empate excluía qualquer possibilidade de passar à diante na Série D). Buscando uma melhor sorte, o decidido treinador Lancuna foi ousado ao tirar um meia e colocar mais um atacante (Potita entrou no lugar de Sandro) abrindo o jogo pelas laterais e avançando seus volantes. O time cresceu mais ainda e passou a criar oportunidades que foram sendo desperdiçadas nas más finalizações dos homens da frente.

Quando o desespero e o relógio apertavam a Rubra contra a parede, a esperança apareceu com uma inesperada e austera atitude do goleiro Edinho que partiu para a área no escanteio aos 47 minutos da etapa final. Quando a bola percorreu a área e foi tirada de lado pela defensiva adversária, os torcedores desiludidos de uma melhor sorte foram agraciados com um momento épico e raro quando o atacante Potita pegou o rebote, procurou alguém na área e cruzou para uma cabeçada salvadora do goleiro Edinho que parou suavemente nas redes do gol adversário aos 48 minutos.

No resumo do jogo fica realmente a ilusão positiva de que não podemos desistir, seguir lutando até o fim e acreditar em toda bola, pois cada uma, independente do tempo pode fazer a diferença. Mas também que a euforia dê espaço para o discernimento e que com isso possamos aprender também com os nossos erros para não praticá-los na próxima partida, um confronto fundamental contra o Gama fora de casa no dia 9 de Setembro que assim como este 2×1 contra o Tupi é de vida ou morte para a Xata.

FICHA TÉCNICA

ANAPOLINA 2×1 TUPI

Local: Estádio Jonas Duarte

Data: 28/08/2011

Horário: 16:00

Árbitro: Alinor Silva da Paixão/MT

Assistentes: Jesmar Miranda e Evandro Gomes Ferreira/GO

Cartões amarelos: Paulo Foiani, Alex, Edinho e André Luiz (Anapolina) / Felipe Cordeiro, Augusto e Eduardo Ratinho (Tupi)

Gols: Rivaldo 6’ 1º T e Edinho 48’ 2º T (Anapolina) / Eduardo Ratinho 42’ 1º T (Tupi)

Renda: R$ 4.180

Público: 639 pagantes

Anapolina: Edinho; Alex, André Luiz, Jacó e Jadilson; Emerson Cris, Paulo Foiani, Sandro (Potita) e Dill (Cleiton); Valdanes e Rivaldo (Finazzi). Técnico: Nivaldo Lancuna.

Tupi: Rodrigo; Felipe Cordeiro, Silvio, Wesley Ladeira e Augusto; Assis, Denílson, Vitor Hugo (Francis) depois (Adalberto), Luciano Ratinho e Henrique (Michel); Ademilson. Técnico: Ricardo Drubscky.

Equipe PG J V E D GP GC SG
1  Tupi (MG) 14 8 4 2 2 10 8 2
2  Itumbiara (GO) 13 8 4 1 2 13 10 3
3  Anapolina (GO) 13 8 4 1 3 13 11 2
4  Gama (DF) 9 8 2 3 3 8 9 -1
5  Tocantinópolis (TO) 7 8 2 1 5 10 16 -6
1ª Fase
Data-Hora Resultados Cidade
17/07 16:00    Tocantinópolis 1 x 2 Anapolina   Gurupi
18/07 16:00    Itumbiara 1 x 3 Tupi   Itumbiara
23/07 16:00    Tupi 0 x 0 Tocantinópolis   Juiz de Fora
24/07 16:00    Anapolina 1 x 1 Gama   Anápolis
31/07 17:00    Gama 1 x 1 Tupi   Gama
31/07 16:00    Tocantinópolis 3 x 2 Itumbiara   Gurupi
07/08 17:00    Gama 2 x 1 Tocantinópolis   Gama
07/08 16:00    Anapolina 2 x 3 Itumbiara   Anápolis
13/08 16:00    Tupi 3 x 1 Anapolina   Juiz de Fora
11/08 20:30    Itumbiara 2 x 0 Gama   Itumbiara
21/08 16:00    Tocantinópolis 1 x 3 Gama   Gurupi
28/08 16:00    Anapolina 2 x 1 Tupi   Anápolis
18/08 20:30    Itumbiara 1 x 0 Anapolina   Itumbiara
27/08 18:00    Gama 1 x 1 Itumbiara   Gama
03/09 16:00    Tupi 1 x 0 Gama   Juiz de Fora
01/09 20:30    Itumbiara 3 x 0 Tocantinópolis   Itumbiara
11/09 16:00    Gama 0 x 1 Anapolina   Gama
11/09 16:00    Tocantinópolis 3 x 0 Tupi   Gurupi
18/09 16:00    Anapolina 4 x 1 Tocantinópolis   Anápolis
18/09 16:00    Tupi 1 x 0 Itumbiara   Juiz de Fora

 Informações: Rádio Globo Juiz de Fora, site do Anapolina e assessoria de imprensa do Tupi

Foto: Assessoria Tupi

 


Voltar

2 Respostas to “Tupi perde com gol de goleiro aos 48 do segundo tempo: 2 a 1”

  1. Cérebro TORCIDA ORGANIZADA RUBRA
    30/08/2011 às 4:13
  2. Renato Berg/JFora-Mg
    29/08/2011 às 16:01

    Aconteceu! aquilo que sempre falamos , o time tem que entrar ligado
    no jogo do início ao fim,o tupi deu mole,tomou um gol logo no início
    e outro no último minuto da partida., os jogadores mais experientes

    tem que liderar a equipe nestes momentos alertar aos companheiros dentro de campo, e o treinador falar também com os jogadores fora de
    campo,não podemos dar mais estes moles.., ressuscitamos a Anapolina.

    Mas, tudo ainda depende de nos, vencermos os 2 jogos em casa e pelo
    menos 1 empate fora,para sermos o 1° do grupo ,(15 pontos).mais para isso acontecer,
    precisamos de todos os torcedores apoiando o
    time nos jogos em casa e os jogadores entrarem em campo com determinação
    e ligados na partida o tempo todo, acreditando sempre !!!!
    Vamos lá tupi vc é forte
    sds

Deixe uma resposta

Notícias


21 set 2017
Tupi pode ter até quatro desfalques. Aílton receita “guerrear e batalhar demais para conseguir o objetivo”

20 set 2017
Tupi fecha treino. Fortaleza em Sampa. Marcelo apita. Ingressos, gramado, reconhecimento, recepção. Veja o diário da decisão

20 set 2017
Copa Prefeitura Bahamas de Futebol Amador: resultados e próximos jogos

19 set 2017
Com vídeo! Evaldo anula Éder, domina, toca para os companheiros e emenda: “Tupi tem totais condições de reverter”

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.